Rodrigo lança delegada de Polícia para enfrentar favoritismo de Wladimir

Presidente da Alerj assume presidência estadual do União Brasil e lança pré-candidatura da delegada Madeleine Dykeman à prefeitura de Campos




14/03/2024, 19h47, Fotomontagem: Campos 24 Horas e Divulgação.


Postado por Fabiano Venancio - Conforme anunciado pelo Campos 24 Horas desde as primeiras horas desta quinta-feira (14), a delegada da Polícia Civil e titular da Delegacia der Atendimento à Mulher (Deam/Campos), Madeleine Farias Dykeman, foi lançada como pré-candidata à prefeitura de Campos. Madeleine foi anunciada oficialmente pelo deputado estadual e presidente da Alerj, Rodrigo Bacellar, que tomou posse, no início da noite desta quinta, como presidente estadual do partido União Brasil. O grupo Bacellar tenta, assim, lançar vários nomes competitivos em Campos para enfrentar o favoritismo do prefeito Wladimir Garotinho (PP), pré-candidato natural à reeleição e com o governo aprovado por 92% dos campistas (Aqui).  Outro nome da oposição, o deputado estadual Thiago Rangel( PRTB) também  admite ser candidato a prefeito. (leia mais abaixo)


O evento do União acontece no Centro de Convenções Expomag, no Rio. Vários políticos estão presentes, entre eles o governador Cláudio Castro, o secretário Especial de Assuntos Federativos André Ceciliano, o deputado federal LindBerg Farias, as prefeitas de Cardoso Moreira e de São João da Barra, Geane Vincler e Carla Caputi, que deverão se filiar ao União. O vereador e pré-candidato a prefeito de São Francisco de Itabapoana, Aroldo Leandro, e o prefeito de Macaé, Welberth Rezende, também estão presentes, e deverão ter o apoio de Rodrigo em seus respectivos municípios na eleição de outubro deste ano. (Leia mais abaixo)


ELEIÇÃO EM CAMPOS - O grupo Bacellar já tem como pré-candidatos o deputado estadual Felippe Poubel (PL), que tem base eleitoral em Maricá,  e a ex-prefeita de São João da Barra e deputada Carla Machado (PT) para a eleição da prefeitura de Campos, que vai acontecer em outubro deste ano. No entanto, a ex-prefeita de São João da Barra tem contra si um parecer contrário da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), confirmando o entendimento de que um político não pode ser candidato a um terceiro mandato num município da mesma região, mesmo que tenha trocado seu domicílio eleitoral. (Leia mais abaixo)


O ex-vereador Jorge Magal, com reduto eleitoral em Guarus, também lançou sua pré-candidatura à prefeitura de Campos e deverá contar com o apoio do grupo Bacellar. Leia também: Deputado Thiago Rangel pode ser candidato a prefeito e lança nominata forte à Câmara de Vereadores