Em primeira mão, C24H anunciou Luciano Viana na FME

Ex-presidente do Americano será presidente da Fundação de Esportes




21/06/2021, 18h41, Foto: Divulgação.

(Atualização às 21h58) - Conforme o Campos 24 Horas anunciou em primeira mão no início da noite desta segunda-feira (21), o ex-presidente do Americano, Luciano Viana, será o novo presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), dentro dos ajustes que o prefeito Wladimir Garotinho (PSD) faz na administração municipal. Na noite desta segunda-feira (21), Viana esteve no Cesec (Centro Administrativo José Alves Azevedo, sede da prefeitura) onde acertou os últimos detalhes para começar a gestão. (leia mais abaixo).


Além de presidente do Americano, Luciano Viana também já foi gerente de futebol do clube alvinegro, além de atleta profissional do Goytacaz, Fluminense, Santos, Americano, Vasco, Clube do Remo, Paraná, Ituano, Santa Cruz e Boavista (Portugal), entre outros clubes. Atualmente, Viana é empresário do ramo de cerâmica na Baixada Campista.  O nome do vice da FME ainda não foi informado. (leia mais abaixo)


O agora ex-presidente da FME, Fábio Gonçalves Coboski, ligado ao vereador Raphael de Thuin, foi exonerado na semana passada de acordo com informação publicada no Diário Oficial. O rol de exonerações ainda alcançaram indicações do vereador Bruno Vianna (PSL). Tanto Thuin como Bruno tornaram-se dissidentes da base de apoio ao governo após a votação de mudanças no Código Tributário Municipal.  Thuin foi criticado pelo líder do Governo na Câmara, vereador Álvaro Oliveira (Aqui).  (Saiba mais sobre a trajetória de Luciano Viana abaixo)


Luciano começou a carreira rival campista, mas foi no Americano que conseguiu projeção na brilhante campanha no Brasileiro da Série B em 1991. Na primeira fase, a equipe alvinegra foi campeã do grupo 4, conquistando 19 pontos em 14 jogos, classificando-se para as oitavas de final, desclassificando o CSA(AL) nas oitavas e o Santa Cruz(PE) nas quartas de final.  (leia mais abaixo)


Contudo, na semifinal da competição acabou desclassificado pelo campeão da temporada, o Paysandu. No Remo, Luciano foi campeão paraense e ídolo da torcida. (leia mais abaixo)



De volta a Campos, com a camisa do Americano, Luciano Viana foi figura fundamental nas conquistas da Taça Guanabara e na Taça Rio de 2002. Viana tornou-se o maior ídolo da torcida nas últimas três décadas, com dois gols no jogo do título contra o Vasco de Romário e Cia, na maior conquista do clube em nível estadual.  (leia mais abaixo)


Naquele ano, o Americano conquistou os dois turnos do Campeonato Estadual e seria campeão, mas a Federação de Futebol do Rio de Janeiro cedeu as pressões do Fluminense no ano de seu centenário e no meio da competição realizou mais um turno para o tricolor se tornar “campeão” naquele ano. (leia mais abaixo)