Recontagem de votos e reforço na bancada de Wladimir

CASSAÇÃO DE VEREADORES – Justiça Eleitoral faz nova totalização de votos na próxima quinta-feira e semana será movimentada no Legislativo campista




01/04/2024, 07h53, Fotomontagem: Campos 24 Horas.


Postado por Fabiano Venancio - A Justiça Eleitoral realiza na próxima quinta-feira, dia 4, nova totalização dos votos da eleição de vereador de 2020, e seis novos vereadores serão empossados na sexta-feira, dia 5, pelo presidente da Câmara Municipal, Marquinho Bacellar (União). A recontagem acontece em virtude da decisão da ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Isabel Gallotti, que cassou o mandato de seis vereadores de Campos no último dia 20. Ela reconheceu a fraude na cota de gênero nas eleições de 2020 (Aqui), ou seja, entendeu que houve fraude eleitoral, visto que alguns partidos usaram mulheres como 'laranjas', violando a cota de gênero. Com a entrada dos seis novos vereadores, ocorre também mudanças nas bancadas do governo e da oposição.  (Leia mais abaixo)


O prefeito Wladimir Garotinho (PP) vai ampliar sua base de apoio na Câmara nestes nove meses que restam da atual legislatura, ao acumular mais um voto na nova correlação de forças no Legislativo, após a cassação dos vereadores Nildo Cardoso (União Brasil), Marcione da Farmácia (União Brasil), Pastor Marcos Elias (PSC), Bruno Vianna (PSD), Maicon Cruz (sem partido) e Rogério Matoso (União Brasil). (Leia mais abaixo)


SEIS NOVOS - Os novos vereadores Beto Abençoado (SD), Fabinho Almeida, (PSB), Álvaro César (PRTB) e André Oliveira (Avante) deverão compor a base de apoio ao governo na Câmara. (Leia mais abaixo)


Já os outros dois novos vereadores,  Jorginho Virgílio (DC) e Tôny Siqueira (Cidadania), possivelmente estarão na oposição.