Obras do Camelódromo e Mercado: Wladimir cita promessa e provoca comemoração

Anúncio foi feito nesta sexta durante a inauguração do Restaurante do Povo




07/05/2021, 17h53, Foto: Campos 24 Horas.

Após cumprir uma de suas promessas de campanha e reabrir o Restaurante do Povo, o prefeito Wladimir Garotinho (PSD) causou comemoração entre feirantes do Mercado Municipal e permissionários do Camelódromo. O prefeito disse que está focado no reinício das obras dos dois locais ainda em 2021. Assim que a declaração foi divulgada pelo Campos 24 Horas, feirantes e camelôs comemoraram em postagens nas redes sociais. "O governo anterior nos virou as costas. Estamos passando pelos piores momentos de nossa atividade. Acreditamos que até o final do ano tudo vai mudar  com a conclusão das obras prometidas por Wladimir", disse uma permissionária em rede social.  (leia abaixo os principais pontos do que Wladimir disse na inauguração do restaurante)


— Hoje é um dia de muita alegria. Esse restaurante tem muita história e todas as vezes que foi aberto estava aqui. Em 2002, pela primeira vez, eu era um adolescente, mas estava aqui. Depois, foi fechado. Quando foi reaberto, com Rosinha já prefeita, eu também estava. Depois, articulando com o deputado Bruno Dauaire, como seu chefe de gabinete, reabrimos junto com um governador que era oposição na época, eu também estava aqui. Depois covardemente fechado pelo ex-prefeito sem justificativa financeira alguma porque o custo dele é muito barato, para o bem social que gera ao povo, eu estava também aqui. Foi assim que o prefeito Wladimir Garotinho (PSD) iniciou seu discurso na inauguração do Restaurante do Povo, reaberto nesta sexta-feira (07), na Rua Lacerda Sobrinho, no Centro.  (leia mais abaixo)


Além do governador Cláudio Castro (PSC) e do secretário de Promoção Social, Bruno Bauaire, a solenidade contou ainda com as emblemáticas presenças dos ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho, pais do prefeito e inspiradores do programa social de segurança alimentar quando estiveram no Palácio Guanabara. Deputados estaduais, federais, vereadores e prefeitos também estiveram no ato. (leia mais abaixo)


Wladimir lembrou o período em que a população buscava o endereço do restaurante, mas encontrava o local fechado com um cadeado no governo do ex-prefeito Rafael Diniz (Cidadania). (leia mais abaixo)


— Eu queria agradecer, os amigos e parceiros que estiveram conosco aqui no restaurante no dia em que ele foi fechado. Obrigado às muitas pessoas do povo que nos ajudavam a dar café da manhã e comida as pessoas que precisavam de alimentação durante quatro anos. As pessoas vinham pra cá encontravam a porta fechada com cadeado. Mas nos estávamos aqui não deixamos o povo sair daqui sem comer. Eles já não tinham esperança que o antigo governo fosse reabrir o local, mas eu disse: “Isso vai passar, outros tempos virão vocês terão de novo comida” — afirmou o prefeito. (leia mais abaixo)


O chefe do Executivo destacou a gravidade da situação do país diante da pandemia do novo coronavirus e criticou a insensibilidade de alguns. “Está na bíblia, no livro de Matheus que diz: Dai comida a quem tem fome dizendo. (leia mais abaixo)


 — Não adianta esse discurso: “Ah, mas vocês precisam ensinar a pescar antes de dar o peixe”.  Ora, vai dizer isso pra quem tem fome. A pandemia tem revelado o lado mais cruel da fome — constatou Wladimir. (leia mais abaixo)


O prefeito expressou gratidão as instituições filantrópicas do município pela contribuição neste momento de crise agravada pela pandemia. “Agradeço todas as instituições de Campos que durante quatro anos que se doaram para dar comida ao povo. Basta ver o convento das freiras no Jardim São Benedito, que vive todo dia lotado porque o restaurante foi covardemente fechado pelo governo anterior. As igrejas, independente de denominações religiosas, tem dado comida rua ao povo todo dia”, afirmou ainda. (leia mais abaixo)


Wladimir fez um apelo as mesmas entidades filantrópicas para que as ações de solidariedade continue e se estenda agora aos abrigos públicos. “Faço aqui um convite público a essas instituições, agora que conseguimos reabrir esse restaurante com esta parceria. E vamos nos unir para dar comida porque tem gente passando fome nos abrigos. Não vamos deixar de dar comida ao povo, não”, apelou. (leia mais abaixo)


Ao se dirigir pessoalmente ao governador Cláudio de Castro, Wladimir reiterou as dificuldades neste inicio de governo e pediu ajuda ao chefe do Executivo estadual “Tem sido muito difícil, governador, esses primeiros dias. Pegamos uma cidade arrasada. Mas eu não gosto de ficar olhando para trás no retrovisor. A gente pontua o que deve pontuar e segue frente. Neste primeiro ano de governo eu tenho algumas metas como pagar o servidor em dia, reabrir Restaurante do Povo, retomar a obra do Mercado Municipal no camelódromo do Shopping Popular. Vamos fazer isso este ano de qualquer maneira e sei que governador vai me ajudar — declarou. (leia mais abaixo)


Na busca de soluções para os problemas, Wladimir ressaltou a sobrecarga de trabalho que lhe tem custado enfrentar uma longa jornada de trabalho e renúncia aos afazeres na vida particular. “Não tem sido fácil, tenho saído da prefeitura tarde, não tenho conseguido ter tempo para dar atenção aos meus amigos como gostaria porque tenho trabalhado muito para colocar esta cidade no lugar. Muitas vezes tenho renunciado a minha vida pessoal de estar com minha família para resolver problemas na prefeitura todos os dias, não tem sido fácil. Mas tenho certeza que povo esta vendo o governo caminhar e estamos lutando para levar futuro melhor para nossa cidade”. (leia mais abaixo)


O prefeito aproveitou para agradecer ao governador a parceria e apoio para superação das dificuldades neste início de governo. (leia mais abaixo)


— Se o servidor está com salário em dia e começou esse mês receber o 13º atrasado, nós aqui, povo de Campos, devemos ao governador. Assim que assumi fui até ele e disse: “Governador, me ajuda a devolver a alegria pro meu povo. A cidade está largada, e sozinho e impossível qualquer pessoa resolver”, continuou Wladimir. (leia mais abaixo)


Por fim, o prefeito reiterou um apelo à união entre as correntes políticas do município . “Disse depois de eleito e volto repetir: todas as lideranças políticas desta cidade devem esquecer o problema eleitoral e vamos dar as mãos, seguir em frente porque todos nos moramos aqui. E se esta cidade der errado todos vamos sucumbir. O momento é difícil, vamos dar mãos e seguir em frente”. (leia mais abaixo)


SONHO REALIZADO – “Muito é falado no período eleitoral, mas quando concretiza sonho em ação é certeza que o povo tem sobre caminho que o governo quer seguir. Porque hoje, quando a primeira refeição for servida aqui dentro, a população vai ter certeza de que tem o governo com seu coração voltado pro seu povo”, finalizou.