Varizes: saiba o que são e como evitá-las

Varizes são vasos venosos de pequeno, médio ou grande porte que se desenvolvem devido à má circulação sanguínea




26/02/2022, 00h20, Foto: Reprodução.


Muitas pessoas sofrem com constantes dores nas pernas após algum tempo de pé, bem como sensação de peso e queimação. (leia mais abaixo)


Isso pode ser indício das varizes, vasos venosos de pequeno, médio ou grande porte que se desenvolvem – e ficam aparentes – na pele devido à má circulação sanguínea, dificultando o trabalho do organismo no deslocamento do sangue pelas veias, podendo provocar o seu rompimento. (leia mais abaixo)


As partes do corpo mais acometidas por esse fenômeno são as inferiores, especialmente as pernas, pés e coxas. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), 38% da população brasileira convive com o diagnóstico, sendo mais frequente em mulheres (45%) do que nos homens (30%). 


Principais sintomas

Entre os principais sintomas que sinalizam a presença das varizes estão: as telangiectasias – popularmente conhecidos como "vasinhos" –, pequenos vasos sanguíneos dilatados na pele ou nas mucosas e varizes de origem safênica, ou seja, que aparecem por machucados e são de calibres maiores e mais visíveis.


Segundo a médica cirurgiã vascular Alane Leite, do Hospital Anchieta, a sensação de dor e cansaço nas pernas, principalmente no fim do dia, também é frequente em pessoas que apresentam a condição. 


Quando e por que elas aparecem?

Não existe uma idade pré-definida para o aparecimento das varizes. A evolução dos sintomas também depende e varia de acordo com cada organismo por ser uma doença multifatorial diretamente associada a hormônios, genética e estilo de vida. 


Em relação à alta prevalência entre as mulheres, a especialista explica que, por conta do ciclo hormonal feminino ser mais forte, isso faz com que elas sejam as principais vítimas das varizes. Além disso, ao engravidar, as chances são ainda maiores devido ao aumento do volume uterino, que provoca a compressão das veias da pelve e dificulta o retorno venoso convencional.  


Como é o tratamento?

Para veias menores, a principal forma de tratamento são pequenos procedimentos feitos no próprio consultório, como a escleroterapia – que consiste na aplicação localizada de medicamentos nos vasos dilatados – ou laser. 


No caso das veias maiores, a indicação é a realização do tratamento cirúrgico convencional ou escleroterapia em pacientes que apresentam alguma contraindicação de realizar a cirurgia. Para safenas, é recomendado a remoção total.  


Pessoas que convivem com as varizes, mas não realizam o tratamento adequado, apresentam uma tendência maior de elas aumentarem de tamanho e em quantidade nas áreas afetadas. Além disso, de acordo com Alane, não tratar, a longo prazo, põe o indivíduo em risco de ter uma insuficiência venosa não controlada, evoluindo para dermatite, edemas crônicos e, em alguns casos, até úlceras em membros. 


Dá para prevenir?

Para prevenir o aparecimento das varizes não existe segredo e o caminho é basicamente um: ter um estilo de vida saudável. Em outras palavras, é:



  • Praticar atividades físicas de forma regular e respeitar os limites do próprio corpo;

  • Ter uma alimentação saudável para manter o peso ideal;

  • Evitar ficar longas horas de pé ou sentado;

  • Prestar atenção ao uso excessivo de salto alto ou de sapatos muito apertados por longos períodos;

  • No caso das mulheres que fazem uso de anticoncepcional, é importante contar com o acompanhamento de um ginecologista e angiologista para exames e manutenção das dosagens.


Quando procurar ajuda?

Segundo Alane, não há um momento certo para buscar ajuda, sendo o mais importante manter um acompanhamento contínuo da saúde vascular: 


!Não há um momento ideal para procurar o médico. Mas, as mulheres que querem engravidar, por exemplo, devem procurar ajuda antes para, caso já exista alguma doença venosa, tratar primeiro. Atualmente se fala muito em saúde vascular e prevenção, ou seja, o paciente deve procurar e ser avaliado pelo cirurgião vascular a qualquer momento da vida e de maneira constante para prevenção e promoção de saúde vascular. Não apenas em relação às varizes, mas também de outras doenças", alerta. 


Fonte: Doutor Jairo Bouer


Warning: Use of undefined constant php - assumed 'php' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /mnt/volume_sfo3_02/www/campos24horas/www/noticia/index.php on line 1339