TRE: 11 detidos com placas e dinheiro de Pezão

Justiça encaminhou material apreendido para a Uenf e segue investigando caso




24/09/2014 15h03.


Atualizado: quarta-feira, 24 de setembro de 2014     -    Foto: Filipe Lemos/ Campos 24 Horas -  15h10
GEDSC DIGITAL CAMERA GEDSC DIGITAL CAMERAGEDSC DIGITAL CAMERA GEDSC DIGITAL CAMERA GEDSC DIGITAL CAMERA(Atualizado em 24/09)

Uma candidata a deputada federal e mais 10 pessoas também foram detidas  durante a operação, em Campos, realizada por  fiscais do Tribunal Regional Eleitoral(TRE-RJ), que resultou na apreensão, na tarde de ontem, de dinheiro e  600 placas sem nota fiscal da campanha do candidato a reeleição pelo PMDB, Luiz Fernando Pezão. A candidata não teve o nome revelado. Ela teria se apresentado como responsável pela carga. Além da investigação eleitoral, a Justiça ainda apura a questão fiscal. A informação foi  obtida na tarde desta quarta-feira(24) pelo Campos 24 Horas.

Nesta tarde, o TRE emitiu uma nota sobre o caso. "Na operação desta terça-feira (23), foram apreendidas 600 placas do candidato Pezão, segundo informação da equipe de fiscalização de Campos. Também foram apreendidos quatro caminhões e cinco carros, além da quantia de R$3.500,00".

A Justiça encaminhou os veículos e o material apreendido para a Uenf.

Como aconteceu

Fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) apreenderam uma grande quantidade de dinheiro(quantia ainda não revelada) e mais  de 500 placas de propaganda eleitoral irregular do candidato do PMDB ao governo do Rio, Luiz Fernando Pezão. A apreensão ocorreu no início da tarde desta terça-feira(23), na BR-356, trecho Campos-Itaperuna), em Campos. A ação teve apoio da Polícia Rodoviária Federal(PRF).

As placas e o dinheiro estavam em quatro caminhões(três com carroceira aberta e um tipo baú), todos com placa do Rio. Em dois caminhões havia 460 placas, sendo 230 em cada um. Não foi informada a quantidade existente nos outros dois veículos.

As informações são de que não há nota fiscal com a origem do material, que, segundo os motoristas, seria entregue em Itaperuna e em outros municípios do Noroeste Fluminense.

O dinheiro e o material irregular foram levados para a Justiça Eleitoral, em Campos, para formalizar a apreensão. Em seguida, o material foi levado para o pátio da Uenf.

O Campos 24 Horas fez contato, via e-mail, com a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral. Até o fechamento desta matéria, não havia sido enviado um posicionamento oficial sobre o desfecho do caso.