Subsecretaria de Políticas para Mulheres: live com especialista em Direito Penal

A subsecretária de Políticas para Mulheres, Josiane Viana, chama a atenção para os casos de feminicídio no Brasil




21/06/2021, 14h06, Foto: Divulgação.

A subsecretária de Políticas para Mulheres, Josiane Viana, recebe na próxima quinta-feira (24), às 19h, a doutora em Direito Penal pela PUC-SP, Alice Bianchini, em uma transmissão ao vivo na página da Prefeitura de Campos, no Instagram @campos.pmcg.  O tema da live será Feminicídio: uma violência cultural ou histórica?  A live é uma prévia da Semana de Combate ao Feminicídio, que será realizada em julho. (leia mais abaixo)


Doutora Alice Bianchini é especialista em Direito das Mulheres e Violência de Gênero. Além de doutora em Direito Penal, ela é conselheira federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); vice-presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada e vice-presidente da Associação Brasileira de Mulheres Jurídicas.  “Convidamos doutora Alice por toda experiência que ela possui nesta área e para que possamos ampliar a discussão de modo a encontrar possíveis soluções para frear esta violência”, explica Josiane Viana.(leia mais abaixo)


Segundo a subsecretária, o número de casos de violência contra a mulher vem crescendo e o feminicídio faz parte de uma triste realidade. “São estatísticas que, infelizmente, crescem no país e que também assustam no nosso município e na região. Só este ano, em seis meses, tivemos casos de feminicídio e duas tentativas, sendo uma envolvendo uma grávida e outra que deixou a vítima paraplégica. No ano passado todo, foram quatro feminicídios. Então, precisamos estar alertas, debater o tema, acabar com essa cultura machista que faz o homem se considerar proprietário de uma mulher e, deste modo, reverter esta situação”, afirma Josiane Viana, se referindo aos casos de violência envolvendo a questão do gênero.(leia mais abaixo)


As denúncias podem ser feitas através do Disque 100, serviço de atendimento telefônico gratuito, sigiloso e que funciona 24h, todos os dias, inclusive, aos sábados, domingos e feriados, além dos conselhos tutelares divididos por territórios, onde devem ser feitas denúncias de violação de direito das crianças e adolescentes. (leia mais abaixo)


A rede de proteção à mulher em Campos é composta por: Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, Casa Benta Pereira, Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), Patrulha Maria da Penha e Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam).