Subsecretaria de Políticas para Mulheres e GCM unidos no enfrentamento à mulher

A Subsecretaria de Políticas para Mulheres vem fortalecendo a luta pelos direitos das mulheres e ampliando a rede de proteção




21/07/2021, 13h10, Foto: Divulgação.

A Subsecretaria Municipal de Políticas para Mulheres se reuniu com a Guarda Civil Municipal (GCM) de Campos para estreitar a interlocução entre a GCM e a rede de enfrentamento à Violência contra Mulheres e Meninas. Na ocasião, o comandante Wellington Levino percorreu as dependências da GCM e apresentou à subsecretária Josiane Viana, a Sala de Operações (SOP), onde são acolhidas todas as solicitações do município, além de ser importante equipamento para atender às demandas da sociedade. O encontro também contou com a participação do subsecretário de Segurança Pública, Marcos Moreira. (leia mais abaixo)




“O objetivo desse encontro foi dialogar com a rede de proteção que participa do atendimento a mulheres e meninas, a fim de dar sequência à parceria entre os órgãos e discutir possíveis ampliações de atendimentos de forma conjunta”, afirma a subsecretária de Políticas para Mulheres. (leia mais abaixo)




A Sala de Operações conta com Rádio de Telecomunicação com Sistema Digital e GPS, que garante mais agilidade em cada atendimento recebido pela  central , através do número 153. O GPS do aparelho ajuda na identificação da viatura mais próxima ao chamado, funcionando de forma ininterrupta.  (leia mais abaixo)




“Durante o encontro, foi enfatizada a importância de produzir e sistematizar dados e informações sobre a violência contra as mulheres, pois são através de estatísticas que se fomentam políticas públicas voltadas para o enfrentamento da violência”, esclarece a coordenadora do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), Hellen Mesquita.  (leia mais abaixo)




A Subsecretaria Municipal de Políticas para Mulheres está ligada à Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social. A atual gestão vem fortalecendo a luta pelos direitos das mulheres e ampliando a rede de proteção com a criação de uma subsecretaria específica, inclusão no calendário do Dia Laranja, que lembra a luta contra a violência contra as mulheres no dia 25 de cada mês, e, através de parceria com o Governo do Estado, criou o Ceam. A rede de proteção conta, ainda, com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam); Patrulha Maria da Penha, da Polícia Militar; Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) e Casa Benta Pereira, abrigo sigiloso que acolhe mulheres em situação de risco pelo agressor.



Fonte: Ascom