Sistema delivery aumentou 30% em 10 dias em Campos por causa do coronavírus

Motoboys estão entregando desde medicamentos, passando por comida, até documentos




25/03/2020, 19h50, Foto: Divulgação.

Com a determinação do Ministério da Saúde para que a população fique em casa, como forma de evitar a proliferação do coronavírus, as pessoas estão saindo cada vez menos, até mesmo para comprar produtos essenciais, desta forma, aumentando em mais de 50% a procura pelos deliverys. Em Campos a situação não é diferente e, de acordo com uma empresa que presta serviço com motoboys, em apenas 10 dias a procura por este serviço aumentou mais de 30%.


O proprietário da empresa Elite Express Motoboys Transportes, Alexandre Rezende, explica que o ramo de farmácia, por exemplo, em que ele também atua, cresceu muito. Segundo ele, a média de entregas era de 40/dia e, neste período, subiu para 80/dia, ou seja, dobrando a demanda. Ele afirma que aos seus colaboradores são fornecidas máscaras, luvas e álcool gel.


Ele explica que, embora não exista uma determinação do Ministério da Saúde para que essa categoria esteja usando esses materiais em serviço, como medida de precaução e seguindo orientações de autoridades no assunto distribui para os colaboradores. “A gente fornece para eles e esperamos que no rua eles usem”, finaliza Alexandre Rezende.


Outros ramos também registraram aumento significativo, como é o caso do ramo de alimentos, especialmente lanches rápidos. "Graças a Deus aumentou bem a nossa entrega. Pra nós que vivemos de comissão, está sendo bom. Estamos nos protegendo sim, com luvas, máscaras e álcool gel", acrescenta um dos motoboys da cidade.