Saúde libera atualização dos dados epidemiológicos da dengue e chikungunya

De janeiro a 6 de julho foram contabilizadas 15.869 notificações para dengue e 1.020 para chikungunya




09/07/2024, 10h50, Foto: Divulgação.


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) liberou mais um boletim semanal de dengue e outras arboviroses, nessa segunda-feira (8). Da 1ª a 27ª Semana Epidemiológica, ou seja, de 01/01/2024 a 06/07/2024, foram contabilizadas 15.869 notificações para dengue e 1.020 para chikungunya. Os dados são monitorados pela Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SUBVS). (Leia mais abaixo)


O município registrou no mesmo período três óbitos por dengue, sendo um paciente de 25 anos, morador do Parque Guarus; um de 64 anos, morador de Donana; e um de 62 anos, de Travessão. Esse último foi coinfecção dengue/leptospirose. Já chikungunya foi um óbito de paciente de 72 anos, morador de Tocos. (Leia mais abaixo)


A estratificação mensal para dengue ficou da seguinte forma: julho, até o momento, com 38 notificações; junho, 971; maio, 2.510; abril, 3.497; março, 4.680; fevereiro, 3.304; e janeiro, 869. Para chikungunya, até o momento, não houve nenhuma notificação em julho; em junho foram 106; maio, 323; abril, 316; março, 159; fevereiro, 68; e janeiro, 48. (Leia mais abaixo)


‌Com a nova atualização, observa-se a queda no número de notificações para as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, entretanto, as recomendações à população pela manutenção das medidas preventivas, como evitar água parada, permanecem. (Leia mais abaixo)


Também estão mantidas as ações do Faxinão da Dengue, que acontece sempre às quintas-feiras, e as visitas domiciliares diárias realizadas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).