Prefeitura reabre Centro de Educação Ambiental Prata Tavares nesta quarta-feira

O endereço do Centro de Educação Ambiental é Avenida José Carlos Pereira Pinto, nº 300, no Parque Calabouço, Guarus




30/11/2021, 10h22, Foto: Divulgação.


Com o objetivo de levar a educação ambiental para os campistas, a Secretaria de Planejamento Urbano, Mobilidade e Meio Ambiente (Subsecretaria de Meio Ambiente) irá promover nesta quarta-feira (1º), às 10h, a reabertura oficial do Centro de Educação Ambiental (CEA) Prata Tavares. O local conta com espaço para visitação e piquenique; videoteca infantil; área verde para visitação guiada, eco-pontos Desapego Literário para troca e doação de revistas e livros usados; de entrega e troca de óleo de cozinha usado por detergente; de resíduos eletrônicos e de resíduos recicláveis, gincanas ambientais, entre outros. O endereço do CEA é Avenida José Carlos Pereira Pinto, nº 300, no Parque Calabouço. (leia mais abaixo)


- A Educação Ambiental é uma das principais ferramentas para termos um Meio Ambiente sadio e uma boa qualidade de vida. Daí a importância de termos um Centro de Educação Ambiental ativo em nossa cidade. No CEA, temos áreas verdes, que compreendem bosque e pomar, que também servem como área de caminhada, área para visitação e estudo, área de piquenique, viveiro de produção de mudas arbóreas, biblioteca e auditório, além de um belo jardim. O CEA ainda permite seus visitantes a praticarem pesca artesanal no canal Vigário que corta a área de proteção - informa o coordenador técnico do CEA, Wilson Duarte.(leia mais abaixo)


Entre as atividades realizadas no CEA estão gincanas ambientais; aula técnica de campo e urbana; palestras ambientais, minicursos; exposições e oficinas, como a de sabão ecológico, feito com óleo de cozinha usado, além do Jardim Sensorial.  “O CEA é um espaço de muito aprendizado e inclusão. Através das oficinas de sabão ecológico, mostramos a importância de não descartar indevidamente óleo de cozinha e, ainda, como pode ser útil. No Jardim Sensorial, através das visitas guiadas, pessoas com deficiência reconhecem as espécies, explorando outros sentidos”, informa o coordenador de Educação Ambiental, Júlio Carlos Junior. (leia mais abaixo)


No CEA também são desenvolvidos projetos como Reutilizando com Arte; Repensando Hábitos; Plantando Educação, com o plantio nas escolas municipais e estaduais; Viveiro Municipal Prata Tavares, com produção de mudas nativas e frutíferas para atendimento da população e arborização da cidade; Adote uma Árvore, com a troca de materiais recicláveis por uma muda de árvore, que tem o objetivo de incentivar a prática da reciclagem e a arborização da cidade. O CEA também promove visitas técnicas.