Participação Especial: Campos amarga redução de 51,5%

Campos irá receber R$ 16,98 milhões, enquanto a participação anterior foi de R$ 34,98 milhões




08/11/2019 15h24 Foto: Divulgação.

As participações especiais serão depositadas nas contas do municípios produtores de petróleo nesta sexta-feira (08), um dia após o Supremo Tribunal Federal (STF) anunciar a prorrogação do julgamento da sessão de 20 de novembro para abril de 2020 sobre a redistribuição dos royalties. Campos, por exemplo, irá receber R$ 16,98 milhões, -51,5% em relação à participação anterior de R$ 34,98 milhões.


Para algumas cidades do Norte do Estado do Rio de Janeiro, sob impacto da produção em decréscimo dos poços maduros de pós-sal, o comportamento é de perda forte, como Cabo Frio que vai receber R$ 6,13 milhões contra R$ 9,37 milhões (-34,6%), São João da Barra que vai receber R$ 3,70 milhões contra R$ 8,29 milhões (-55,4%) e Rio das Ostras R$ 2,57 milhões contra R$4,79 milhões (-46,4%).


Para as cidades da área de influência do pré-sal, há alta sobre repasses anteriores, com as cidades do eixo metropolitano do Rio de Janeiro continuando a exercer o seu novo protagonismo na arrecadação de receitas petrolíferas. É o caso de Maricá, que recebe R$ 245,23 milhões, com alta de 6,8% sobre os R$ 229,54 milhões do repasse anterior, Niterói com R$ 215,33 milhões, alta de 6,6% contra R$ 201,91 milhões do último repasse, e até o Rio de Janeiro, com R$ 41,56 milhões, alta de 9,3% sobre R$ 38,04 milhões.


Fonte: Fator Econômico