Morre Luiz Alberto, um dos heróis do enea do Americano

Ex-jogador e treinador morreu aos 77 anos




22/05/2020, 10h18, Foto: reprodução-Campos 24 Horas.

O Americano está de luto. Morreu nesta quinta-feira, em Bangu, na zona oeste do Rio, o ex-zagueiro Luiz Alberto, de 77 anos, um dos grandes pilares da defesa alvinegra na conquista do Eneacampeonato Campista, em 1975. Ele estava internado desde o dia 13 de abril num hospital no bairro de Campo Grande. O corpo será velado e sepultado nesta sexta-feira no cemitério do Irará, na zona norte da capital. leia mais abaixo


Segundo os familiares, Luiz Alberto foi internado após apresentar complicações respiratórias causadas pelo Mal de Alzheimer, doença contra a qual lutava há sete anos. O quadro piorou e o ex-jogador não resistiu.


A carreira de Luiz Alberto começou no Bangu, nos anos 60, quando da conquista do histórico título de campeão carioca, em 1966, com uma vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo, no Maracanã, em uma final que terminou em briga quase generalizada entre os dois times após a partida. O time campeão era Ubirajara; Fidélis, Mário Tito, Luiz Alberto e Ari Clemente; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Parada, Cabralzinho e Aladim. 


Como treinador, Luiz Alberto dirigiu o Bangu por três vezes, nas décadas de 70 e 90. Em Campos, depois da conquista do eneacampeonato, o profissional também dirigiu o alvinegro e também o Goytacaz. O time do enea conquistou o titulo com uma vitória sobre o Goytacaz, por 1 a 0, gol de Paulo Roberto, de pênalti, no Estádio Godofredo Cruz. A equipe alvinegra foi Dorival; Nei Dias, Luisinho, Luiz Alberto e Capetinha; Ico e Didinho; Luis Carlos, Rangel, Dionísio e Paulo Roberto.


Luiz Alberto também treinou o Tupi-MG, de Juiz de Fora, onde conquistou duas vezes o titulo de campeão mineiro do interior, em 1985/87.