Morre Alamir Figueiredo, ex-supervisor do Americano

No início do mês ele se submeteu uma cirurgia no estomago, mas teve depois complicações




30/11/2021, 16h07, Foto: Reprodução.


O futebol de Campos perdeu uma de suas figuras mais emblemáticas e atuantes nas décadas de 1970/80 com a morte de Alamir Ribeiro de Figueiredo, aos 72 anos. No início do mês ele se submeteu uma cirurgia no estomago, no Hospital Alvaro Alvim, mas teve depois complicações. (leia mais abaixo)


No Americano e no Rio Branco, Alamir se destacou como supervisor de futebol onde realizou trabalho elogiado pela imprensa pelo elevado nível profissional, tanto na parte de campo quanto na área administrativa. Alamir também foi vice-presidente do Goytacaz, entre 2004 e 2007, quando o clube era presidido por Valtair Almeida. (leia mais abaixo)


“Ele era um profissional de muita competência. Sabia como poucos fazer aquele elo entre o clube e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj). Nas mãos dele, as coisas funcionavam bem, e cuidada também com eficiência da parte de logística. FomFoi mais um bom companheiro que se foi. Uma grande perda”, disse o professor Raul Arenari, que foi treinador do Rio Branco, em 1984,quando Alamir foi supervisor do róseo-negro campeão estadual da terceira divisão.     (leia mais abaixo)


“Eu não o via há tempos, mas sempre quando ele estava no Centro a gente conversava sobre futebol, onde sempre foi um profissional de primeira linha. Começou como goleiro na base do Goytacaz, depois foi supervisor. Era uma grande figura, excelente profissional e ser humano, que já está deixando uma lacuna muito grande entre nós”, disse o radialista Amaro Lírio.  (leia mais abaixo)


Alamir era torcedor do Goytacaz, onde foi também atleta, diretor e vice-presidente. Nas redes sociais, o clube manifestou pesar pelo falecimento do profissional, que trabalhava também na Faculdade de Odontologia de Campos. O sepultamento está sendo no Cemitério Campo da Paz, às 16h.