Mecânico internado há três meses no HFM precisa de doação de sangue urgente

Marco Aurélio sofreu uma queda de 7 metros de altura e foi internado em estado grave




10/06/2021, 09h24, Foto: Divulgação.

Internado no Hospital Ferreira Machado (HFM) desde 15 de março, o mecânico Marco Aurélio de Souza Pinto, de 55 anos, conhecido como “Moléia”, sofreu um acidente, caindo de uma altura de 7 metros com a cabeça no chão. Foi internado em estado grave e ficou desacordado por mais de 20 dias.(leia mais abaixo)


De acordo com a família, a recuperação tem sido lenta porém milagrosa. Ele não sofreu nenhuma lesão na coluna, o que era uma preocupação da família. Voltou a consciência, a falar normalmente, e na última semana ficou de pé. Porém, há três dias, os médicos identificaram uma anemia acima do normal no mecânico, fazendo com que a família se mobilizasse para pedir doação de sangue.(leia mais abaixo)


“Precisamos muito da mobilização de todos para essa doação, porque desejamos que meu tio tenha alta o mais rápido possível e fique com a família.”, afirmou Fabiano Silva, sobrinho de Marco.(leia mais abaixo)


PARA DOAR - O Hemocentro funciona diariamente, das 7h às 18h, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Para doar é preciso levar um documento original de identidade com foto, ter peso superior a 50 Kg, idade entre 16 e 69 anos, não estar em jejum e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas.(leia mais abaixo)


Doadores com 16 e 17 anos devem preencher formulário próprio fornecido pelo Hemocentro Regional de Campos, com o consentimento formal do responsável legal para cada doação, e com cópia da identidade oficial do responsável anexada. Candidatos com idade superior a 60 anos só poderão doar se realizaram doações de sangue anteriormente.