Jovem é atingida por bala perdida no pescoço, na Linha Vermelha

Uma jovem de 17 anos foi atingida por uma bala perdida na manhã deste domingo




14/01/2020, 16h48, Foto: Reprodução.

Uma jovem de 17 anos foi atingida por uma bala perdida quando passava de carro pela Linha Vermelha, na altura de Vigário Geral, na Zona Norte do Rio, na manhã deste domingo. A garota, que é namorada do filho do subsecretário estadual de saúde, Bruno Marini, viajava em um Chevrolet Spin, no banco traseiro do lado direito, quando foi atingida no pescoço por uma bala perdida, neste domingo, na Linha Vermelha.



O disparo ocorreu na pista sentido Rio, na altura da Favela do Lixão, em Duque de Caxias. O veículo era dirigido por Cyntia dos Santos Ragge Marini, esposa do subsecretário. A jovem foi levada para o Hospital Federal de Bonsucesso e passou por uma cirurgia. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade, ela está no CTI, em estado estável.

Informações preliminares recebidas pela 59ª DP (Caxias) revelam que não houve tentativa de assalto e de abordagem ao veículo. Cynthia teria ouvido apenas o barulho do vidro traseiro estilhaçando, e em seguida, percebeu que a jovem estava ferida. Ela parou a Spin alguns metros adiante, próximo a um viaduto, na altura de Vigário Geral, onde pediu ajuda a outros motoristas.

PMs que estavam em uma patrulha, que passou pelo local pouco depois do fato, ajudaram as vítimas e levaram a adolescente para o Hospital federal de Bonsucesso. O caso ocorreu por volta das 11h30.

Outras duas pessoas, que seriam filhos do subsecretário de saúde Bruno Marini, também estavam na Spin, mas não se feriram. Apesar da não existência de relatos de tiroteios ou de uma tentativa de assalto, o delegado André Leiras, da 59ª DP, preferiu não trabalhar apenas com a hipótese de bala perdida.

– Por enquanto não descartamos qualquer hipótese. Assim que for possível, ouviremos as vítimas para saber exatamente como tudo aconteceu – disse o delegado.

Já sabe que um projétil foi arrecadado pela polícia no interior do veículo. O carro deverá passar por uma perícia, ainda nesta segunda-feira, no pátio da 59ª DP. Somente após exames periciais é que os policiais definirão se o tiro que atingiu a adolescente partiu de um fuzil, pistola ou de um revólver.


Fonte: Extra