Famosos lamentam tragédia com Kathlen Romeu, grávida morta no Rio

Nomes como Preta Gil, Ícaro Silva, Grazi Massafera e Ingrid Guimarães e mais usaram web para lamentar tragédia




09/06/2021, 16h20, Foto: Reprodução.

A morte da designer de interiores Kathlen Romeu, de 24 anos, causou forte comoção, na noite de terça-feira (8). Grávida de 4 meses, a jovem levou um tiro durante uma operação policial na comunidade Lins do Vasconcelos, na zona norte do Rio de Janeiro. (leia mais abaixo)


Kathlen chegou a ser levada para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu. A assessoria da Secretaria de Estado de Polícia Militar disse que, após uma troca de tiros com criminosos na localidade conhecida como Beco da Catorze, PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Lins encontraram uma mulher baleada. Os policiais alegam que foram atacados a tiros pelos bandidos. (leia mais abaixo)


Marcelo Ramos, namorado de Kathlen, lamentou a morte da amada e do bebê que os dois esperavam. "Nunca será esquecida, meu amor, você, a Maya/Zayon sempre irão morar dentro de mim, estou completamente sem chão, às vezes é difícil entender a vontade de Deus, mas sei que você está melhor que nós. Aqui só vai ficar saudades e as lembranças de você, a pessoa mais radiante e animada que eu conheci na minha vida, vou vencer por você. Que Deus me dê forças. Eu te amo eternamente", postou ele. (leia mais abaixo)


Na web, famosos também lamentaram a morte de Kathlen, como o ator Ícaro Silva, a cantora Preta Gil e a jornalista da Globo News Flávia Oliveira. (leia mais abaixo)


Flávia Oliveira, jornalista

"Aqui está um sonho de família abatido a tiros numa terça-feira banal no Rio de Janeiro, Brasil. Kathlen Romeu, 24 anos, grávida de quatro meses. Ia parir Maya ou Zayon. Não vai mais. Uma bala do confronto entre policiais e criminosos encontrou seu corpo no Complexo do Lins, comunidade da Zona Norte carioca. Ela ia com a avó ao encontro da tia. Não chegou. A bala perdida encontra sempre um corpo negro no Rio de Janejro, Brasil. Sempre na mesma guerra às drogas, que não diminui o crime, não traz sensação de segurança, não prende, não julga, não condena. Só mata. Mata grávidas como Kathlen. Desde 2017, segundo o @fogocruzadorj, 15 gestantes foram baleadas, oito morreram. Mata bebês antes do nascimento, como Maya ou Zayon. Mata policiais. Mata inocentes. Mata suspeitos. Mata criminosos. E continua matando, porque o Rio de Janeiro, Brasil, permite" (leia mais abaixo)


Preta Gil, cantora

"Eu tentei, mas não consegui postar foto da Kathlen, não tive coragem, olhar sua beleza, olhar sua barriga carregando uma vida faz minha cabeça quase explodir de dor!!!! Que tristeza meu Deus, até quando vamos aguentar isso?? Meus sentimentos a família, sinto muito muito!!!" (leia mais abaixo)


Ícaro Silva, ator

"Essa foto acabou comigo. Kathlen Romeu, 24 anos, grávida de 4 meses, morta durante operação policial no Rio de Janeiro. Uma notícia que se repete com tanta frequência que dá náusea. Inocentes. Pretos. Mortos. Operação policial. O Estado brasileiro não está em guerra contra as drogas. Está, desde sua formação, servindo ao extermínio da população preta e periférica. Não dá mais pra fingir que não. Luz e amor para a família e os amigos de Kathlen. Vidas Negras Importam. E é um absurdo e um inferno ter que dizer isso" (leia mais abaixo)


Angélica Ramos, ex-BBB e ex-No Limite

"Até quando esse sistema de segurança falido continua encontrando nossos corpos pretos com suas balas perdidas?"


Maria Rita, cantora

"'Quem cala / sobre teu corpo consente / na tua morte / talhada a ferro e fogo / nas profundezas do corte / que a bala riscou no peito'. @alafiaoficial canta que 'SP não é sopa: na beirada esquenta'. Mas essa é a realidade de todo um país: a nossa beirada toda, esquenta. Duas vidas perdidas e mais quantas dilaceradas… traumatizadas…" (leia mais abaixo)


Mônica Martelli, atriz e apresentadora

"Muita tristeza"


Mariana Ximenes, atriz

"Acabou comigo também. Que tristeza"


Carlo Porto, ator

"A gente não aguenta mais esse tipo de notícia. Quando as autoridades desse país vão nos levar a sério?!" (leia mais abaixo)


Aline Fanju, atriz

"Que desespero"


Tiê, cantora

"Que tristeza"


Fonte: Revista QUEM