Desaprovação ao governo Lula cresce 8 pontos em 7 meses

No levantamento de agosto de 2023 em relação à avaliação da administração do petista, a opção “desaprova” foi dita por 40,1% dos entrevistados




29/03/2024, 09h12, Foto: Divulgação.


De agosto do ano passado para março de 2024, a desaprovação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva saltou mais de oito pontos porcentuais. Os dados partem do instituto Paraná Pesquisas.(Leia mais abaixo)


No levantamento de agosto de 2023 em relação à avaliação da administração do petista, a opção “desaprova” foi dita por 40,1% dos entrevistados. Na ocasião, a gestão tinha a aprovação de 54,3%. Não souberam ou não responderam foram 5,1%.(Leia mais abaixo)


Em janeiro, outro levantamento do Paraná Pesquisas já apresentava números mais negativos para Lula. No começo do ano, a aprovação seguia com maior porcentual, mas já havia caído para 48%. A desaprovação, por outro lado, tinha subido mais de sete pontos porcentuais, indo para 47,8%. Entre os respondentes, 4,1% não souberam ou preferiram não opinar.(Leia mais abaixo)


Já no levantamento divulgado nesta quinta-feira, 28, a desaprovação ao governo Lula avançou mais, chegando a 48,8%. A aprovação, contudo, recuou e foi para 46,6%. Ou seja, numericamente, o “desaprova” ultrapassou o “aprova”. Não sabem ou não opinaram representaram 4,6%.(Leia mais abaixo)


Dessa forma, o Paraná Pesquisas constata que no decorrer dos últimos sete meses — de agosto a março —, a desaprovação ao governo Lula cresceu 8,7 pontos porcentuais. Entretanto, a aprovação fez o caminho inverso: caiu 6,3 pontos porcentuais.(Leia mais abaixo)


Dados da pesquisa sobre o governo Lula

Para apresentar a percepção do povo brasileiro em relação ao governo Lula, a equipe do Paraná Pesquisas entrevistou 2.024 pessoas, em 162 municípios espalhados por todas as 27 unidades da Federação. As entrevistas da edição deste mês ocorreram, a saber, de 22 a 27 de março. De acordo com os organizadores, a margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais. O nível de confiança, por fim, é de 95%.(Leia mais abaixo)


Além da avaliação da gestão petista, o Paraná Pesquisa se propôs, no mesmo levantamento, a entender o cenário atual para a disputa pela Presidência da República, que se dará em 2026. No confronto contra o ex-presidente Jair Bolsonaro, Lula aparece atrás nos dois cenários apresentados.


Fonte: Revista Oeste