Intolerância religiosa em Campos tem CPI na Alerj

Comissão Parlamentar de Inquérito se reúne nesta terça-feira




21/06/2021, 17h55, Foto: Reprodução.

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que investiga atos de intolerância religiosa, presidida pela deputada Martha Rocha (PDT), realiza audiência pública, nesta terça-feira (22/06), para falar sobre casos de intolerância na Baixada Fluminense e no município de Campos dos Goytacazes, no Norte do estado. A reunião será às 10h30 e poderá ser acompanhada pela TV Alerj. (leia mais abaixo)


Além dos membros da comissão, foram convidados para a audiência o subsecretário municipal de Igualdade Racial e Direitos Humanos de Campos dos Goytacazes, Gilberto Firmino Coutinho Júnior; o presidente da Comissão de Matrizes Africanas do Município de São Gonçalo, Gilmar Hugues; e Mãe Torody, liderança religiosa da Baixada Fluminense. (leia mais abaixo)


DELEGADO FALA SOBRE CASOS - O grande foco da Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) sempre foi na Baixada Fluminense, mas tem crescido a demanda na região de Campos. A distância do município com a capital também dificulta as denúncias, por isso a urgência de uma unidade no município". a afirmação é do delegado Gilbert Stivanello, que foi titular da Decradi  e atualmente está na subsecretaria de Planejamento e Integração Operacional da Polícia Civil, nesta terça-feira (15/06), durante oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj)