Corrente do Bem, que existe há 20 anos, com sede em Campos para receber doações




03/12/2019 | 15h26 | Foto: Divulgação.

O que já era bom, agora ficou melhor e a tendência, se as mãos estiverem unidas como estão até hoje, é crescer e não mais parar. Assim é a Corrente do Bem, vinda de Belo Horizonte e trazida para Campos pelo morador da terra, Paulo Cothé, que inaugurou recentemente a sede da ONG local, na rua Boa Esperança, no Parque São José, em Guarus.


Não é de hoje que Paulo Cothé acompanha o desenvolvimento da ONG de Belo Horizonte, a Movimento Educart, que tem como um dos braços o projeto Corrente do Bem. "A intenção da ONG e minha é ajudar e é isso que estou fazendo, trazendo para Campos o que já existe há 20 anos. Sou o coordenador local da Corrente do Bem, que tem feito a alegria de centenas de pessoas, especialmente moradores da área de Guarus", explica Paulo Cothé.


A nova sede da Corrente do Bem servirá para guardar doações - roupas, calçados, brinquedos, móveis, eletrodomésticos, entre outros, usados ou não -, além de ser um espaço ideal para realização de diferentes ações sociais, como aulas de informática básica, de inglês, de capoeira, entre outras. E, ainda, medição de pressão, glicose, palestras educativas e muito mais. Tudo isso, explica o coordenador, contando com ajuda da comunidade para colaborar com o que puder.


Paulo Cothé lembra que as pessoas que tiverem algo para doar não precisam levar o produto até à sede. Basta de segunda à sexta-feira, das 13 às 17h, ir ao local e fornecer o endereço para que o caminhão da Corrente do Bem vá buscar. "O que mais as pessoas pedem e estão precisando é de alimento. Mas nós recebemos qualquer tipo de doação, seja roupa, sapato, entre outros. Tudo é muito útil e necessário para muitos que não têm nada", esclarece o coordenador.


CORRENTE DO BEM - O Movimento Educart, onde está inserida a Corrente do Bem, existe há 20 anos, presidida por Alan Madureira, com três braços: "Brincando Para Valer", "Pintando o Sete", "Bom de bola, Bom de Escola", tudo isso com objetivo de formar cidadãos. A Corrente do Bem, em Campos, coordenada por Paulo Cothé, tem o apoio do pastor Leandro, da Igreja Jová Rafá, na comunidade do Sapo, em Guarus, além de dezenas de amigos que fazem a corrente crescer.


A ONG fica na Rua Boa Esperança, nº 34, no Parque São José.