Conselho Tutelar: Comissão analisa documentação de candidatos

A publicação da relação preliminar dos candidatos, que tiveram suas inscrições deferidas ou indeferidas, será no dia 17 deste mês




11/06/2019 15h21 Foto: SupCom.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - Oitenta candidatos entregaram na última sexta-feira (7) os documentos exigidos para o processo seletivo de Conselheiros Tutelares para a gestão 2020/2023. A próxima fase é a análise e averiguação dos documentos apresentados pelos candidatos pela comissão responsável formada por membros do Conselho Municipal de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMPDCA). Os que foram considerados aptos farão a prova objetiva e escrita no dia 14 de julho, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF campus Centro).


A publicação da relação preliminar dos candidatos, que tiveram suas inscrições deferidas ou indeferidas, será no dia 17 deste mês. Após isso, haverá prazo para recurso ou impugnação entre os dias 18 e 24. Já a publicação da relação final dos candidatos aptos a participarem da prova por decisão da comissão será em 8 de julho. 


O processo seletivo consiste de três etapas: prova escrita e objetiva com 50 questões, processo eleitoral e capacitação. Estarão aptos a segunda fase apenas os candidatos que obtiverem no mínimo 60% da pontuação da prova. Mais informações, o candidato pode acessar o edital 018-2019 (AQUI), com itens modificados no edital 020-2019 (AQUI). 


— É imprescindível que os prazos estabelecidos sejam cumpridos. Ao todo, são 25 vagas de conselheiros titulares e 25 suplentes que só serão remunerados se assumirem a titularidade. O salário é de R$ 2.887,63, além de benefícios, para os que estiverem no exercício da função — informou a presidenta do CMPDCA, Sana Gimenes.