Comandante do Exército anuncia golpe de Estado na Bolívia

General Juan José Zúñiga, comandante do Exército, anunciou golpe de Estado na Bolívia nesta quarta-feira (26/6)




26/06/2024, 18h20, Foto: Divulgação.


O general Juan José Zúñiga anunciou, nesta quarta-feira (26/6), golpe de Estado na Bolívia.(Leia mais abaixo)


A decisão aconteceu após militares cercarem o Palacio Quemado, sede do governo boliviano. O comandante do Exército se deslocou para o local em um tanque de guerra.(Leia mais abaixo)


Quando chegou à sede do governo, o militar exigiu “mudança de gabinete” e tentou entrar no local em um veículo blindado.(Leia mais abaixo)


“O país não pode mais seguir assim”, disse Zúñiga a repórteres na Praça Murillo, próximo ao palácio presidencial em La Paz.(Leia mais abaixo)


Pouco antes da movimentação, o presidente da Bolívia, Luis Arce, denunciou “movimentação irregular” do Exército e pediu que a democracia no país seja respeitada.(Leia mais abaixo)


“Denunciamos mobilizações irregulares de algumas unidades do Exército Boliviano. A democracia deve ser respeitada”, afirmou Arce em publicação no X, antigo Twitter.(Leia mais abaixo)


O ex-presidente da Bolívia Evo Morales foi mais firme nas palavras e afirmou que o Exército estaria “gestando” um golpe no país.(Leia mais abaixo)


“Gesta-se o golpe de Estado”, escreveu Morales em seu perfil no X, antigo Twitter. “Neste momento, pessoal das Forças Armadas e tanques se mobilizam na Praça Murillo”, afirmou em uma postagem com um vídeo mostrando soldados se movendo na capital La Paz.(Leia mais abaixo)


A tentativa de golpe liderada pelo general Juan José Zúñiga acontece um dia após o ex-comandante do Exército ter sido destituído do cargo.


Fonte: Metropoles