Carla retira pré-candidatura à prefeitura de Campos




26/06/2024, 19h55, Foto: Divulgação.


A deputada estadual Carla Machado (PT) decidiu retirar sua pré-candidatura à Prefeitura  de Campos. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira (26),  uma semana após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reafirmar a tese dos “prefeitos itinerantes”, ou seja, confirmando que a deputada não pode concorrer a um terceiro mandato consecutivo ao Executivo, em razão de ter sido eleita e reeleita prefeita de São João da Barra. Com a decisão, o prefeito Wladimir Garotinho tem seu favoritismo confirmado, com chances de vencer no primeiro turno, conforme a última pesquisa, visto que Carla era considerada vital para que a oposição tivesse condições de tentar levar a disputa para o segundo turno.  (leia mais abaixo)


“É uma questão que de certa forma se adequa ao caso específico. Gostaria de agradecer a cada cidadão campista que torceu pela nossa possível candidatura. Sempre deixei claro internamente que só seria candidata se tivesse essa questão resolvida, para evitar que dentro do processo eleitoral existisse polêmicas sobre uma possível inelegibilidade. Essa tese é feita com o intuito de que políticos se perpetuem no poder. O que de fato não é o meu caso. Poderia me manter na corrida e posteriormente levar ao Supremo (STF), mas não trabalho em cima de hipótese. Não vou ingressar no pleito com a possibilidade de ter que ser substituída durante o período. Não me sentiria verdadeira com as pessoas. Então, hoje me manifesto publicamente para afirmar eu não serei candidata a prefeita de Campos neste ano”, anunciou a deputada em suas redes sociais. (leia mais abaixo)


O Partido dos Trabalhadores (PT) tem ainda o professor Jefferson Manhães, ex-reitor do IFF, e sindicalista Hélio Anomal como pré-candidatos a prefeito de Campos.