Americano vence, mas o Pérolas comemora classificação

Alvinegro faz 3 a 1, perde pênalti, carimba a trave, desperdiça outras chances e vê o adversário na final da Copa Rio




13/10/2021 18h06.

O Americano venceu o Pérolas Negras, por 3 a 1, nesta quarta-feira(13), em Cardoso Moreira, perdeu um pênalti, mandou uma bola na trave e desperdiçou outras tantas oportunidades. No entanto, o resultado a soma de esforços não foi suficiente e a equipe de Resende está na final da Copa Rio, em face da vitória, por 3 a 0, obtida no primeiro confronto das seminais na cidade do Sul do Estado.  (leia mais abaixo).


O Querido Glorioso começou o jogo com vontade e disposição de quem precisava fazer três gols de diferença sobre o adversário. Tanto que com um minuto de jogo, Gean Miller fez 1 a 0 para o alvinegro, para alegria de quase 150 torcedores alvinegros que pela primeira vez nesta pandemia foram ao estádio. (leia mais abaixo).


O Americano tinha pressa e insistia em atacar, mas campo pesado do Estádio Antônio Ferreira de Medeiros prejudicou a equipe campista no toque de bola nas saídas de bola e nas manobras ofensivas.   


O gol, no entanto, não fez o Pérolas perder tranquilidade. Bem taticamente no objetivo de manter a vantagem do placar agregado, a equipe de Resende se defendia bem, marcava a saída de bola a partir da intermediária do Americano que começou a encontrar dificuldades na saída de bola.


Nos minutos finais da primeira etapa, entretanto, Paulinho conseguiu escapar da marcação adversária em bolas longas, já que o gramado dificultava o jogo de passes curtos.  


Aos 37 minutos, Willian Amendoim também foi à rede, mas a arbitragem apontou impedimento anulando o gol. Aos 43, Paulinho também marcou, mas o tento foi também anulado pela arbitragem pelo mesmo motivo.


Até que, aos 43 minutos, em bola cruzada sobre a área, a zaga do Americano parou reclamando marcação de impedimento e Hudson empatou.


No inicio do segundo tempo, aos 5 minutos, susto na torcida do Americano com o gol do zagueiro Cesão que subiu escorando cruzamento de cabeça, tocando para as redes, mas a arbitragem invalidou o lance anotando impedimento.


O Perolas buscava se defender e fechar os espaços, mas o Americano trabalhava bem a bola e chegava com perigo a frente do gol de Luís Felipe. Até que aos oito, Aloísio cobrou falta de forma precisa, virando para 2 a 1, dando novo ânimo ao alvinegro no jogo.


Aos 26, ânimos renovados com novo lance perigoso de ataque do Americano. Dioguinho cruzou, Vitão fez falta na área em Ramon Costa, cometendo pênalti. Gean Miller foi para a cobrança, mas bateu muito mal, para o goleiro Luis Felipe fazer a defesa.


O Americano não esmoreceu, pelo contrário. Buscava o gol, até que, aos 37 minutos, Di Maria limpou o lance e disparou de canhota, mas a bola carimbou o travessão.


Aos 44, Amendoim completou cruzamento rasteiro e fez 3 a 1. Um minuto depois, a placa foi levantada pela arbitragem informando dramáticos sete minutos de acréscimos, que não foram suficientes para o Americano pelo menos levar o jogo para as penalidades máximas. No final, o placar agregado indicava vantagem favorável ao Pérolas Negras, por 4 a 3.  


INDEFINIÇÃO -A outra semifinal está parada devida a disputa no TJD entre Maricá e Sampaio Corrêa, e a convocação de retorno do Volta Redonda. O Madureira já está na semifinal mas precisa que esse impasse chegue ao fim para também disputar uma vaga na decisão. (leia mais abaixo)


A partida que estava marcada para a quinta-feira (30/09) pelas quartas de finais da Copa Rio, foi suspensa. O TJD-RJ publicou, uma decisão que favoreceu o Maricá FC, o clube denunciou o atacante do Sampaio Corrêa o Marcudinho, que jogou na quarta-feira (22/09), de forma irregular. A denúncia informa que o jogador foi punido e não poderia jogar em seis partidas. O TJD por unanimidade puniu o Sampaio, e convocou o Volta Redonda para o seu lugar, mas o Sampaio recorreu e a competição segue aguardando essa definição.


O Americano jogou com Patrick; Paulinho, Lucas Rex (Dioguinho), Anderson Pena (Vinicinho) e Patrick Capixaba (Pepeu); Gean Miller(Romário), Lira (Ramon Costa), Willian Amendoim; Aloísio, Di Maria e Junior Araujo.


O Pérolas Negras com Luis Felipe; Belarmino, Joel, Cesão (Calu), Magrão, Davi (Leandrinho ),Vitão (Léo Garcia), Matheus Carioca, Josimar, Andinho e Hudson (Vitinho).


Arbitro: Daniel Wilson Barbosa de Castro


Público: 147 pagantes – Renda: 4.730,00