Advogada tem joias e dólar furtados por doméstica; receptador foi preso

Advogada moradora no Parque Rodoviário procurou a Polícia Civil, que conseguiu prender autora e receptador




13/09/2021, 23h55, Foto: Campos 24 Horas.

Policiais civis da 134ª DP/Centro prenderam, nesta segunda-feira (13), uma empregada doméstica que furtou joias e 3 mil dólares na casa de uma advogada de Campos e também localizaram o homem que comprou os objetos furtados. As joias foram avaliadas em torno de R$ 250 mil. (leia mais abaixo)


A doméstica foi identificada como Aline, moradora no bairro da Penha. Já o receptador foi identificado como Luiz Carlos e reside no Parque Santa Rosa, em Guarus. Os dois confessaram o crime durante depoimentos na 134ª DP/Centro. (leia mais abaixo)


Segundo a advogada que reside no Parque Rodoviário, a doméstica trabalha em sua casa há vários anos, inclusive tomava conta de sua filha de 8 anos.  Ela contou à polícia que suas joias eram guardadas em uma caixa dentro de seu quarto, onde Aline tinha acesso livre, visto que ‘era uma pessoa que gozava da sua confiança'. (leia mais abaixo)


Na última vez que Aline esteve em sua casa, a advogada chegou a indagar sobre o desparecimento das joias, tendo Aline negado o furto. Mas, nesta segunda-feira, agentes da 134ª DP, comandados pela delegada Natália Patrão, detiveram a doméstica quando esta fazia faxina no escritório do irmão da advogada, no Centro de Campos. (leia mais abaixo)


Posteriormente, os agentes foram à casa do receptador Luiz Carlos, no Parque Santa Rosa, onde localizaram uma pequena barra de outro, que foi feita após as joias furtadas terem sido derretidas, assim como encontraram um comprovante do Sedex, comprovado que as outras joias furtadas foram enviadas pelos Correios para um endereço na cidade do Rio de Janeiro. (leia mais abaixo)


Luiz Carlos disse que Aline, no momento da venda, alegou que as jóias eram de uma colega.