Buscar:

Envie textos e fotos: WhatsApp (22) 9 9709-9308

Envie WhatsApp para (22) 9 9709-9308

Foi realizado mais uma ação do projeto “A Criança Pede” com alunos e professores da Escola Municipal Professora Olga Linhares Corrêa, no bairro do Calabouço realizado em parceria entre a Guarda Civil Municipal e secretaria municipal de Educação, Cultura e Esportes (Smece), nesta quinta-feira (8).  Criado há 14 anos, o projeto discute temas relacionados à Constituição Federal; Estatuto da Criança e do Adolescente; Lei de Contravenções Penais; Código Penal Brasileiro; Guia de atuação frente a maus tratos na infância e adolescência; Crimes Virtuais; e Negligência e maus tratos contra crianças e adolescentes.



No evento, o professor universitário e delegado titular da Delegacia de Bom Jesus do Itabapoana, Márcio Caldas, explicou a diferença da Lei 13.718/18, de importunação sexual também conhecido como “importunação ofensiva ao pudor” com o crime de estupro. Além de alertar os alunos sobre o Art. 245 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) com o objetivo de atingir adolescentes e responsáveis para tomarem conhecimento sobre o assunto que é de suma importância e interesse de todos.


— Pela lei, os alunos são protegidos e ficam sob responsabilidade dos professores e diretores das escolas. Caso isto não aconteça os profissionais podem ser punidos, no âmbito criminal, por omissão de socorro no Código Penal — enfatizou Márcio.


O idealizador do projeto, o Guarda Ivan de Souza, falou sobre a Lei do bullying, 13.185/15.


— São temas importantes e atuais, que acontecem diariamente entre os jovens. Passamos informações das leis aos adolescentes para que eles aprendam a se proteger destes tipos de violência. Eliminar ou reduzir as ocorrências de situações específicas de bullying tornou-se um grande desafio nas escolas brasileiras — disse Ivan.


Também participam da campanha "Violência doméstica contra criança e adolescente para além dos muros", a Psicóloga Nádia Paes, o Delegado de Polícia Civil, titular da Delegacia de São João da Barra, Carlos Augusto Guimarães e a Médica Pediatra Ângela Sarmet. O projeto social é desenvolvido em escolas das redes municipal, estadual e particular. O trabalho periódico é requisitado por profissionais da Educação para colaborar com as iniciativas sociais em unidades escolares. As instituições que desejarem agendar palestras podem entrar em contato pelo (22) 99710 7168.

Compartilhe

Leia matéria completa

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail:

VerboTec Desenvolvimento e Tecnologia.