Homem descobre traição e mata mulher a facadas

Caso ocorreu na Região dos Lagos




28/11/2020 01:01:19.

Uma mulher de 37 anos foi assassinada a facadas pelo marido, na tarde desta sexta-feira (27), em Arraial do Cabo. Daniele Souza Gomes foi atingida diversas vezes no peito. O ataque aconteceu na frente de uma das três filhas do casal, de 15 anos, dentro de casa, no Centro da cidade. A vítima foi socorrida, mas não resistiu e morreu no hospital. (leia mais abaixo)


Oslan Oliveira de Almeida, de 38 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar e levado para a delegacia de Arraial do Cabo. Ele confessou o crime e disse que perdeu o controle porque descobriu que tinha sido traído. 


Ele já tinha duas passagens pela polícia por violência doméstica e já tinha sido preso em flagrante, no dia 24 de outubro, ter descumprido medida protetiva, mas foi solto pela Justiça no dia seguinte.


Segundo familiares, o casal estava em processo de separação.


— Mais um crime bárbaro de feminicídio foi registrado em Arraial do Cabo. Um homem, que estava inconformado com o processo de separação, matou a facadas a esposa, dentro de casa, na frente de uma das filhas, adolescente. Ele foi preso em flagrante e, em conversa com nossos policiais civis aqui na delegacia de Arraial do Caboconfessou o crime. Em nenhum momento ele demonstrou arrependimento. Pelo contrário, permaneceu tranquilo e frio durante todo o tempo —, relatou a delegada de Arraial do Cabo, Patrícia Aguiar.


Ele foi levado para a delegacia de Cabo Frio, que é a Central de Flagrantes nesta sexta-feira.


Fonte: Extra




Operação do MP e Justiça contra envolvidos em fake news na eleição de Campos

Ministério Público Eleitoral fez investigações que contaram com dados fornecidos pelo Facebook e pede inegibilidade de Wladimir




27/11/2020 18:06:27.

(Veja vídeo ao final  informações) - Uma operação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e da Justiça Eleitoral, com a participação de agentes do GAP e das Polícias Civil e Militar, denominada "Propaganda Limpa", apreendeu na tarde desta sexta-feira (27) computadores, celulares e notebooks de 12 pessoas suspeitas de envolvimento em fake news (notícias falsas) na eleição de Campos. A operação foi deflagrada a partir de uma "Ação Cautelar de Busca e Apreensão" do Ministério Público Eleitoral. Em função das investigações de fake news, o MPE também entrou com uma ação de inegibilidade contra a chapa Wladimir Garotinho/Frederico Paes por abuso de poder econômico. Por sua vez, a coligação encabeçada por Wladimir nega que o candidato esteja ligado à uma rede de notícias falsas. (leia mais abaixo)


Os 12 suspeitos que foram alvos da operação desta sexta-feira são ligados, segundo o MPE, a perfis nas redes sociais e outros endereços na internet e fazem parte de "uma rede de apoiadores do candidato Wladimir Garotinho". Seis deles e os materiais apreendidos foram encaminhados para a 134ª DP/Centro. Após depoimento, os denunciados assinaram um termo e foram liberados. (leia mais abaixo)


AÇÃO DO MPE CONTRA CHAPA - Em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), na tarde desta sexta-feira, o MPE entrou contra a chapa Wladimir/Frederico por abuso de poder econômico. De acordo com o MPE, Wladimir se utilizou de recursos de campanha para fazer impulsionamento ilícito em sua própria página pessoal do Facebook. Por isso,  pede a condenação à inelegibilidade de oito anos. (leia mais abaixo)


De acordo ainda com o pedido apresentado pelo Ministério Público ao juízo da 75ª Zona Eleitoral, "foi verificado haver uma rede de apoiadores do candidato Wladimir Garotinho que estariam publicando, ou melhor, divulgando, como propaganda eleitoral, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado, mesmo depois de admoestados pelo Juiz competente". (Leia mais abaixo)


Em nota, a coligação "Um Governo de Verdade", encabeçada por Wladimir Garotinho (PSD) e Frederico Paes (MDB), negou qualquer participação no esquema de fake news" (nota abaixo)


INVESTIGAÇÃO DO MPE TEVE INFORMAÇÕES INTERNACIONAIS- Segundo o Ministério Público Eleitoral, a partir de informações internacionais, prestadas pelo Facebook, com sede nos Estados Unidos, identificou perfis e sites que publicavam notícias favoráveis a um candidato e desfavoráveis ao oponente. A partir desses dados, conseguiu identificar as pessoas de Campos que faziam a propagação de notícias falsas em vários endereços na internet. (leia mais abaixo)


NOTA DA COLIGAÇÃO DE WLADIMIR - "A coligação Um Governo de Verdade refuta a tentativa de vincular o candidato Wladimir Garotinho com campanhas de Fakes News. Verifica-se em Campos uma tentativa de criminalizar o debate eleitoral, bem como a livre manifestação de internautas na rede social.

Wladimir Garotinho recebeu mais de 106 mil votos no primeiro turno e lidera as pesquisas de intenção de votos no 2º turno. Portanto, todos os seus eleitores e admiradores são livres para expressar suas opiniões, bem como compartilhar conteúdos em suas respectivas plataformas virtuais. Foi o compartilhamento de um post que afirma que Rafael Diniz apoia o Candidato Caio Vianna, dito pelo Vereador José Carlos que foi considerado fake news, o que toda cidade sabe que não é.


O Brasil vive sob uma democracia, amparada pela Constituição Federal, que assegura o direito de livre manifestação do pensamento e veda a censura. (leia mais abaixo)


O que o adversário postula com essas medidas, pouco antes de um debate que será transmitido pela TV, é criar agendas negativas para desequilibrar o pleito, só que a vontade popular é soberana e mais uma vez triunfará nas urnas no domingo".


FAKE - Os suspeitos de fake news respondem a processo por crime eleitoral. Uma resolução TSE  prevê prisão ou multa para quem divulgar informações falsas ou promover calúnia. Também responde por crime eleitoral aquele que contrata direta ou indiretamente um grupo de pessoas para emitir mensagens ou comentários para ofender a honra ou prejudicar a imagem de um candidato, partido ou coligação.


(*)Texto teve várias atualizações para acréscimo de informações.





Nova pesquisa aponta empate técnico entre Wladimir e Caio




27/11/2020 16:04:33.

Levantamento feito pelo Instituto GERP de Pesquisas aponta Caio Vianna (PDT) e Wladimir Garotinho (PSD) empatados na disputa pela Prefeitura de Campos dos Goytacazes. (leia mais abaixo)


Realizada entre os dias 23 e 26 de novembro, a pesquisa ouviu 1.000 eleitores. Caio Viana e Wladimir aparecem com 50% da preferência dos eleitores campistas. A margem de erro para projeção dos dados é estimada em +/- 3,16 pontos percentuais.


Dentre os ouvidos, 11% declararam não votar em nenhum dos candidatos e 15% se disseram indecisos. 


A pesquisa foi registrada no TRE-RJ sob o protocolo 07207/2020 (https://pesqele.tse.jus.br/pesqele-publico/app/pesquisa/detalhar.xhtml)




PF: operação contra grupo que pede intervenção militar no STF

Um dos alvos é Renan Silva Sena, demitido do Ministério dos Direitos Humanos após divulgar vídeo com ofensas a autoridades




27/11/2020 10:10:40.

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (27), uma operação para investigar um grupo que fazia propaganda, em redes sociais, para pedir a intervenção militar e a prisão de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Um dos alvos é Renan Silva Pena, ex-funcionário do Ministério dos Direitos Humanos, demitido após divulgar vídeo com ofensas a autoridades. (leia mais abaixo)


A operação Estabilidade cumpre três mandados de busca e apreensão em Brasília (DF), Uberlândia (MG) e Taboão da Serra (SP).


Segundo a PF, a força-tarefa teve início após a publicação de um vídeo realizado na frente do prédio do STF, por dois dos investigados. Na internet, os alvos incitavam a "animosidade entre as Forças Armadas e as instituições civis".


"Com o aprofundamento das análises, foi possível constatar a participação deles em diversos atos do tipo, inclusive com a arrecadação de fundos para financiar o movimento", disse a PF.


O processo tramita na 15ª Vara Federal de Brasília. Os envolvidos são investigados por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional, como fazer, em público, propaganda de processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social, distribuição ou redistribuição de fundos destinados a realizar propagandas violentas, e incitar à animosidade entre as Forças Armadas e classes sociais e instituições. As penas variam de 1 a 4 anos de detenção ou reclusão.


Fonte: G1




Agenda dos candidatos a prefeito nesta sexta-feira




27/11/2020 09:09:21.

Agenda de campanha dos candidatos a prefeito de Campos nesta sexta-feira (27), por ordem alfabética; leia abaixo:


Caio Vianna - Ainda não divulgou agenda


Wladimir Garotinho

11h — Reunião com lideranças políticas

14h — Reunião com coordenação de campanha

18h — Reunião com lideranças comunitárias

22h30 — Debate Inter TV




Momentos mais quentes entre Caio e Wladimir nos dois debates; confira

Debates da TV Record e do Grupo Folha foram acalorados




27/11/2020 08:08:07.

Os dois candidatos a prefeito de Campos, Wladimir Garotinho (PDS) e Caio Vianna (PDT), partiram para o ataque com acusações mútuas aos pais de ambos nos dois debates nesta quinta-feira (26) à tarde, na TV Record, no da noite pela Plena TV (Grupo Folha da Manhã).  (leia mais abaixo)


 As famílias estiveram presentes no tiroteio verbal dos dois debates desta quinta. A cada resposta dos dois candidatos às questões formuladas em torno de propostas não havia uma só vez em que ambos não acionavam suas baterias contra os pais. (leia mais abaixo)


O alvo preferencial de Caio foi a mãe do adversário, a ex-prefeita Rosinha Garotinho. Vez por outra Caio incluía o pai do concorrente, Anthony Garotinho, também no pacote, e fazia referência às prisões e os processos contra o casal.  


 Wladimir buscava colar a imagem de Caio ao prefeito Rafael Diniz (Cidadania), ressaltando que um vereador gravou um vídeo onde diz que Diniz determinou a seus aliados que entrem na campanha de Caio para desestabilizar a campanha de Wladimir. (leia mais abaixo)


Caio devolveu lembrando que alguns vereadores eleitos que estiveram na campanha de Diniz, agora aderiram a Wladimir no segundo turno. “São meus amigos, vereadores eleitos pelo povo de Campos com quem eu tenho que dialogar”, disse Wladimir.  


Wladimir aproveitou para disparar contra o ex-aliado Abdu Neme, vereador eleito com 5.574 votos, que está na campanha de Caio Vianna. “Eu só não aceito dialogar com dr. Abdu Neme que como secretário de Saúde matou a saúde de Campos, fechando UBS, deixando o HGG cair aos pedaços e o Ferreira Machado sem material para as pessoas trabalharem. E Brand Arenari, secretário de Educação de Rafael que deixou Campos sem nota no Ideb, faz parte da campanha de sua campanha, Caio”.    


Caio queria saber qual a razão para Wladimir não mostrar na campanha o pai, o ex-governador Anthony Garotinho, e o espaço que ele teria no seu governo. O pedetista também inquiriu Wladimir sobre o faria para recuperar R$ 400 milhões que teriam sido desviados do PreviCampos. (leia mais abaixo)


O candidato do PSD respondeu que não houve desvio, mas transferência do dinheiro para o caixa do tesouro municipal. E se comprometeu a realizar eleições diretas para o órgão previdenciário a fim de fazer com que só os servidores tenham autonomia para gerir os recursos do fundo.  


Wladimir acusou a oposição de criar uma cortina de fumaça com a CPI da PreviCampos às vésperas da eleição. “A oposição comandada por Rafael Diniz e seu amigo, vereador Genásio, tentaram criar uma cortina de fumaça em cima da eleição”.  


PROPOSTAS - Mas sobrou espaço para propostas nos debates. Ambos concordam com a necessidade de reativar a Ceasa (Central de Abastecimento), em Guarus, a fim de escoar a produção de alimentos de Campos para outros mercados.  


Se eleito, Caio se comprometeu a realizar programas de apoio a moradores de rua. “Vamos implantar um programa de hotéis urbanos, com cursos de instrução e qualificação com  acompanhamento de psicólogos, a fim de que estas pessoas venham se inserir na sociedade”. (leia mais abaixo) 


No final, Wladimir reclamou do adversário. “Caio, não adianta atacar minha família. A eleição não é entre famílias, mas eu e você. Apresenta duas ideias e propostas para tirar Campos do lugar onde seu aliado Rafael colocou”, disse.  


Após o debate na Record, eleitores dos dois candidatos gritavam palavras de ordem e cânticos com bandeiras do lado de fora da emissora. 


Nesta sexta-feira à noite, na InterTv Planície, um novo e último debate entre os dois candidatos à prefeitura de Campos. O confronto de ideias e propostas entre ambos será às 21:30h, logo após a novela Força do Querer.




Saiba o que acontece após a confirmação do voto

Urna eletrônica não é conectada à internet




27/11/2020 08:08:08.

O Brasil vota por meio da urna eletrônica desde 1996 e, desde então, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atesta a segurança e inviolabilidade desse método de votação. Mas você sabe exatamente o que acontece após confirmar o seu voto e deixar a seção eleitoral? Com base nas informações do TSE, a gente explica pra você.


A “zerésima”

No dia da eleição, antes mesmo de os eleitores começarem a votar, os mesários imprimem a “zerésima”. Trata-se de um comprovante de que não há nenhum voto na urna. Esse procedimento é acompanhado por fiscais dos partidos. Em seguida, a urna é lacrada, para que tenha início o processo de votação.


Voto embaralhado

Assim que o eleitor aperta o botão verde, o “confirma”, seu voto é mandado para uma tabela, onde é embaralhado junto com os demais. Segundo o TSE, esse procedimento dificulta ainda mais caso alguém tente descobrir em quais candidatos o eleitor votou. A urna eletrônica não é conectada à internet.


Todos os votos registrados ficam salvos em duas memórias, uma interna e outra externa. Com isso, caso a urna precise ser trocada durante o dia, os votos já armazenados continuam preservados. Ao final, com o encerramento da votação, os votos são apurados. É gerado o Boletim de Urna (BU). O BU é um extrato dos votos registrados para cada candidato/legenda, contendo também os votos nulos e brancos, além da seção eleitoral daquela urna e quantos eleitores votaram, embora não haja registro associando o eleitor ao voto.


Transmissão

Uma versão digital do BU é levada a um centro de transmissão, que pode ser no próprio cartório eleitoral, no local de votação ou na sede dos Tribunais regionais eleitorais (TREs). Essa etapa também contém mecanismos de segurança, uma vez que o BU é criptografado e só pode ser lido pelo Sistema de Totalização da Justiça Eleitoral. Os votos são transmitidos por um canal exclusivo e protegido, e só a Justiça Eleitoral tem acesso.


Nas eleições anteriores, os votos foram totalizados nos TREs. Este ano, porém, a contagem e a soma dos votos foram feitas, de forma centralizada, no TSE.


Versões impressas do BU são afixadas nas seções eleitorais e entregues aos fiscais dos partidos. O boletim também é divulgado na internet, para dar publicidade ao resultado. A partir da confirmação do voto, todo o processo de apuração é digital e criptografado, não havendo intervenção humana.


Mais de 147,9 milhões de eleitores estavam aptos a participar do primeiro turno das eleições municipais deste ano. Cerca de 113 milhões exerceram o direito ao voto no último dia 15. Em 57 cidades do país haverá segundo turno para o cargo de prefeito.


Fonte: TSE




Propaganda eleitoral no rádio e TV só pode ser feita até hoje

É também o último dia para a realização de debates




27/11/2020 08:08:39.

A propaganda eleitoral gratuita em rádio e televisão dos candidatos que concorrem ao segundo turno nas eleições municipais deste ano termina nesta sexta-feira (27). Hoje é também o último dia para a realização de debates no rádio e na televisão. (leia mais abaixo)


Ao todo, 57 municípios brasileiros com mais de 200 mil eleitores terão segundo turno no próximo domingo (29). A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão para a eleição de prefeitos teve início no dia 16 de novembro.


Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 38.284.410 eleitores estão aptos a votar no segundo turno das eleições municipais de 2020. Das cidades que vão definir os prefeitos em segundo turno, 18 são capitais. 


A Região Nordeste tem a maior quantidade de capitais (sete) que ainda não definiram o chefe do Poder Executivo local: Maceió, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Recife, Teresina e Aracaju. Na sequência, vem a Região Norte, com cinco capitais no segundo turno: Rio Branco, Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista.


Os eleitores de Vitória, do Rio de Janeiro e de São Paulo (SP) também terão de comparecer às urnas no próximo dia 29. Cuiabá e Goiânia são as duas únicas capitais do Centro-Oeste brasileiro a disputar o segundo turno. No Sul, apenas Porto Alegre (RS) terá disputa.


Segurança sanitária

Em decorrência da pandemia de covid-19, o horário de votação foi estendido e será realizado das 7h às 17h (horário local). O horário das 7h às 10h é preferencial para maiores de 60 anos. Os demais eleitores não serão proibidos de votar nesse horário, mas devem, se possível, comparecer a partir das 10h, respeitando a preferência.


Também em virtude da pandemia, o uso de máscaras é obrigatório. Sem ela, o eleitor não poderá votar. Caso seja necessário, o mesário pode pedir que o eleitor se afaste e abaixe a máscara para conferir a foto na identidade.


Entre os protocolos de segurança está a exigência do distanciamento mínimo de um metro. Não será permitido comer ou beber na fila de espera. A medida é para evitar que as pessoas tirem a máscara.


O TSE recomenda que os eleitores levem sua própria caneta para assinar presença no caderno de votação.


Proibições

No dia da votação, a legislação eleitoral proíbe a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos. Também são vedados, até o término do horário de votação, com ou sem utilização de veículos: aglomeração de pessoas com vestuário padronizado ou instrumentos de propaganda; caracterização de manifestação coletiva e/ou ruidosa; abordagem, aliciamento, utilização de métodos de persuasão ou convencimento; e distribuição de camisetas.


A legislação proíbe ainda o uso de alto-falantes, amplificadores de som, a realização de comícios, carreatas e qualquer veículo com jingles; a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna; o derrame de santinhos e outros impressos no local de votação ou nas vias próximas, ainda que realizado na véspera da eleição; e a publicação de novos conteúdos ou a intensificação de conteúdo na internet, podendo ser mantidos em funcionamento as aplicações e os conteúdos publicados anteriormente.


Fonte: Agência Brasil




Diretório do Partido da Mulher declara apoio a Caio




26/11/2020 21:09:35.

Com a presença da presidente do diretório de Campos, Edna Adriana Caldas,  e de lideranças municipais, o  PMB (Partido da Mulher Brasileira) formalizou nas últimas horas o apoio ao candidato a prefeito Caio Viana (PDT)  no segundo turno das eleições para a prefeitura de Campos. (leia mais abaixo).


A decisão do diretório local foi anunciada durante uma reunião no comitê do  PDT, após declaração de apoio de nomes do PMB, como a presidente n acional da legenda, Suêd Haidar, e do presidente estadual Sidicley Bernardo.




TSE: medidas para evitar novos problemas no 2º turno

De acordo com o TSE, o atraso na divulgação dos resultados ocorreu por uma série de fatores




26/11/2020 15:03:15.

O primeiro turno das eleições municipais de 2020, em 15 de novembro, ficou marcado por problemas inéditos: a divulgação dos resultados atrasou em quase três horas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi alvo de uma tentativa de ataque cibernético no dia do pleito e vários eleitores reclamaram de instabilidade no e-Título, o aplicativo do tribunal que ganhou novas funções neste ano. (leia mais abaixo)


No dia seguinte à eleição, o presidente da Corte, Luís Roberto Barroso, reconheceu que houve transtornos e pediu desculpas. 


“Peço desculpas aos colegas e à sociedade brasileira por essa dificuldade que enfrentamos, mas esclareço que não houve nenhum tipo de comprometimento para a fidedignidade do voto, para a fidelidade da manifestação da vontade popular", disse ele durante sessão. 


O que podemos esperar para o segundo turno, marcado para este domingo (29)? De acordo com o TSE, algumas medidas foram tomadas para que os problemas não se repitam. Veja:


Calibragem dos sistemas


Este foi o primeiro ano em que todos os votos foram somados na sede do TSE, em Brasília, por um supercomputador.


Antes, cada Tribunal Regional Eleitoral (TRE) totalizava os votos do seu estado e encaminhava ao tribunal central. A mudança ocorreu por orientação da Polícia Federal, que, em relatório, disse que o método seria mais seguro. 


Os resultados, que costumavam sair logo após o fechamento das urnas, só foram conhecidos no fim da noite do domingo. 


De acordo com o TSE, o atraso na divulgação dos resultados ocorreu por uma série de fatores. Em função da pandemia, o equipamento para totalização foi entregue com atraso e só foram feitos dois dos cinco testes planejados. Com isso, a máquina não estava programada para a quantidade de votos que foram inseridos de uma só vez no sistema.


Em nota técnica, o TSE disse que o sistema já foi calibrado para processar um volume maior de informações de maneira ágil.


"Equipes técnicas do TSE e da Oracle entendem que a falha no plano de  execução no primeiro  turno não se repetirá no segundo turno".


"No entanto, até o dia  29 de novembro, toda a equipe está focada na definição de providências para evitar incidentes semelhantes na apuração e totalização dos resultados do segundo turno".


Além do problema no software, houve outro no hardware do supercomputador do TSE. Um dos oito núcleos de processamento parou de funcionar no meio do processo de apuração, mas, segundo o Tribunal, isso não afetou de forma direta a contagem. 


Na nota, eles dizem que a equipe supôs que essa falha fosse o motivo da demora e dedicou todo o esforço para recuperar a peça. Isso teria atrasado a identificação do real problema.


"Por isso, a STI [Secretaria de Tecnologia de Informação do TSE] entende que, de forma indireta, o episódio contribuiu para o atraso na divulgação dos resultados".


Sobrecarga do e-Título


O primeiro turno também foi o primeiro teste das novas funcionalidades do aplicativo e-Título, que, além de identificar o eleitor na hora da votação, poderia mostrar qual é o local do voto e justificar ausências. 


No entanto, o termo "e-Título" ficou entre os assuntos mais comentados nas redes sociais, em função da instabilidade do sistema. Muitos usuários não conseguiam completar operações. 


O ministro Barroso disse que a origem da falha estava sendo estudada pela equipe de TI do Tribunal, que considerava duas possibilidades: um erro no desenvolvimento do aplicativo ou sobrecarga devido ao grande volume de acessos.


Até a publicação desta reportagem, o TSE não informou se conseguiu identificar e resolver o problema.


Barroso informou que, só no dia do pleito, foram recebidas mais de 12 milhões de solicitações de cadastro no e-Título, o que teria gerado uma fila de atendimento.


Mesmo assim, ele afirma que só as funções do mapa e de justificativa foram afetadas. A função de identificação continuou operando normalmente. 460 mil justificativas foram feitas pelo aplicativo, de acordo com dados do TSE. 


Quem não conseguir acessar a funcionalidade no domingo (29), pode usar os outros métodos, como o site Justifica ou a entrega em cartório eleitoral, em até 60 dias depois da eleição. 


Segurança cibernética 


No dia do primeiro turno, o TSE disse ter sofrido uma tentativa de ataque DdoS — em que hackers sobrecarregam um domínio com múltiplos acessos simultâneos para tentar derrubar o sistema.


Entretanto, no mesmo dia, Barroso informou que a ação foi neutralizada pela equipe da Corte e por operadoras de telefonia. 


Em apuração, a equipe descobriu que as tentativas partiram de servidores no Brasil, Estados Unidos e Nova Zelândia. 


Mesmo se fosse bem-sucedida, a invasão não afetaria a segurança das urnas, que funcionam fora de rede. A apuração dos votos também ocorre em uma rede fechada do Tribunal.


Foram divulgados dados pessoais de ex-ministros e ex-servidores do TSE. O presidente da Corte disse não considerar essa publicação um problema de segurança, pois os dados são antigos e teriam sido liberados na internet para colocar em dúvida a segurança da eleição. 


“Os dados vazados tinham mais de dez anos de antiguidade e a divulgação foi feita no dia das eleições para procurar causar impacto e trazer a impressão de fragilidade no sistema", disse ele. 


Em discurso no Insper na última segunda (23), Barroso disse que, mesmo com os problemas do primeiro turno, a eleição foi bem-sucedida.


"Conseguimos fazer uma eleição, conseguimos que o plano de segurança fosse observado e que não houvesse disseminação da doença, conseguirmos uma abstenção bem baixa, de 23%, conseguimos controlar as fake news, divulgar o resultado no mesmo dia, e as pessoas só falam que teve um problema operacional no computador e atrasou duas horas e cinquenta minutos. Portanto, a gente precisa se libertar de uma visão negativa e celebrar as coisas boas", declarou.


Fonte: CNN




Caio Vianna recebe apoio de Waldeck Carneiro




26/11/2020 10:10:03.

(Texto da assessoria do candidato) - Caio Vianna (PDT), candidato à Prefeitura de Campos dos Goytacazes pela coligação Reviva Campos, participou de um encontro com o deputado estadual Waldeck Carneiro (PT) e com parte da comunidade científica da cidade. O parlamentar veio especialmente ao município apoiar a candidatura de Caio Vianna. (leia mais abaixo)


Além do deputado e do prefeitável, também estiveram presentes o ex-prefeito de Campos, Arnaldo Vianna; a presidenta do diretório municipal do PSB, Roberta Barcellos, e representantes das seguintes instituições educacionais: Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf); Universidade Federal Rural (UFFRJ); Escola Técnica Agrícola Antônio Sarlo; Instituto Federal Fluminense (IFF); Diretório Central dos Estudantes da Uenf.


Waldeck Carneiro destacou o comprometimento de Caio Vianna com a educação de Campos. “Caio Vianna é compromissado com a educação pública. É o único candidato que quer realizar uma parceria estratégica e orgânica entre a Prefeitura de Campos e a comunidade científica para forjar um projeto de desenvolvimento econômico e social que passe pela formação de quadros, pela ciência e pela inovação tecnológica”, frisou


Durante o encontro, Caio Vianna enfatizou as propostas voltadas para esta pasta. “Educação é um dos pilares históricos do PDT, partido de Leonel Brizola e Darcy Ribeiro, ao qual eu sempre fui filiado, por isso é prioridade para o nosso governo. Vamos retomar o programa Bolsa Universitária para possibilitar a formação técnica e acadêmica a todos, ampliar o projeto de educação em tempo integral, colocar internet banda larga nas escolas para promover a inclusão digital dos alunos e aumentar a qualidade da merenda com alimentos dos nossos pequenos produtores e da agricultura familiar. Além disso, vamos manter as eleições diretas para diretores e diretoras das escolas da rede municipal e garantir a valorização e capacitação profissional para os professores”, afirmou.


SAÚDE E EDUCAÇÃO JUNTAS


Caio Vianna aderiu ao Programa Saúde na Escola. O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.


Caio Vianna falou sobre a importância da iniciativa para os estudantes da rede municipal. “Educação e saúde são prioridades para o nosso governo. Vamos levar maior qualidade de vida e bem-estar para nossas crianças e adolescentes por meio do Programa Saúde na Escola”, afirmou.


MELHORIAS NO SANEAMENTO BÁSICO


Segundo um levantamento feito pelo Instituto Trata Brasil, baseado no Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento, Campos despencou na lista das 100 melhores cidades no ranking do saneamento básico. Em 2018, o município estava na 34ª colocação. Caiu para 39ª posição, em 2019, e hoje se encontra na 47ª colocação. Caio Vianna comentou o assunto e prometeu rever as políticas públicas voltadas para o saneamento básico durante o mandato.


“Apesar de ter uma das tarifas de água e esgoto mais caras do país, Campos ocupa hoje a 47ª posição no ranking de saneamento básico. Em meu governo, irei rever o contrato com a Águas do Paraíba, para que haja investimentos necessários para melhorar o saneamento da nossa cidade. Campos voltará a ser destaque no nosso estado”, enfatizou.




PF faz operação em Angra dos Reis e Araruama e apura crimes na diretoria da Petrobras

O principal investigado, um ex-funcionário da estatal, já foi alvo na Operação Sem Limites, a 57ª fase da Lava Jato, em dezembro de 2018




26/11/2020 10:10:00.

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (26) a Operação Sem Limites V, a 78ª fase da Lava Jato. Os agentes cumprem dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Angra dos Reis e Araruama, no Rio de Janeiro. A ação conta com o apoio do Ministério Público Federal (MPF). (leia mais abaixo)


Os policiais investigam supostas "práticas criminosas cometidas na Diretoria de Abastecimento da Petrobras, especificamente na Gerência Executiva de Marketing e Comercialização", segundo a corporação.


O principal investigado, um ex-funcionário da estatal, já foi alvo na Operação Sem Limites, a 57ª fase da Lava Jato, em dezembro de 2018. A ação visava o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão de membros de um grupo suspeito de praticar crimes envolvendo a negociação de óleos combustíveis e outros derivados entre a Petrobras e trading companies (intermediárias) estrangeiras.


A partir de acordos de colaboração premiada de executivos da empresa, estabelecidos com o MPF na ocasião, os agentes descobriram que o então funcionário da estatal teria recebido cerca de R$ 2,2 milhões entre 2009 e 2015. O objetivo era "favorecer a trading company em negociações de compra de combustíveis marítimos fornecidos pela Petrobras".


Em troca, ele receberia valores em espécie no Brasil, os quais depois seriam divididos com outros funcionários da estatal que também participavam do esquema.


As investigações apontam ainda indícios de que "outras empresas estrangeiras também teriam pago vantagens indevidas ao ex-agente público relacionadas a operações de compra e venda de combustíveis marítimos com a estatal brasileira".


Os suspeitos podem responder pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.


Demais fases da Operação Sem Limites

Na Operação Sem Limites II, a 71ª fase da Lava Jato, em junho de 2020, a PF identificou novos indivíduos que auxiliavam e faziam parte da organização criminosa criada com o intuito de lesar a Petrobras, principalmente na área de trading, junto a empresas estrangeiras e destinadas às atividades comerciais da estatal. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços da cidade do Rio de Janeiro, Petrópolis e Cabo Frio.


Já na Operação Sem Limites III, 76ª fase da Lava Jato, os agentes investigaram o suposto pagamento de vantagens indevidas a funcionários da Petrobras entre 2009 e 2013. Elas seriam uma "contrapartida ao favorecimento a empresas que atuavam no ramo de compra e venda de combustíveis marítimos (bunker e diesel marítimo), com as quais a estatal negociava para abastecimento de navios de sua frota no exterior", segundo a PF.


A Operação Sem Limites IV, por sua vez, a 77ª fase da Lava Jato, focou em investigar indivíduos acusados de práticas criminosas na antiga diretoria de abastecimento da Petrobras. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na capital fluminense e em Niterói. Os crimes teriam sido cometidos durante a negociação de óleos combustíveis e derivados entre a estatal e trading companies estrangeiras.


Fonte: CNN




Pesquisa Ibope em Campos: Wladimir lidera com 14 pontos de vantagem

Wladimir aparece com 57% e Caio, 43%. Levantamento foi feito entre os dias 22 e 24 de novembro




26/11/2020 09:09:08.

Pesquisa de intenção de voto sobre o segundo turno da eleição para prefeito de Campos, divulgada nesta quarta-feira (25), realizada pelo instituto IBOPE Inteligência entre os dias 22 e 24 de novembro, mostra Wladimir Garotinho (PSD) liderando a disputa com 57% das intenções de voto, enquanto seu adversário, Caio Vianna (PDT), aparece com 43% das menções (pesquisa estimulada). A pesquisa também mostra que 9% dos eleitores declaram a intenção de votar em branco ou anular o voto e 3% não sabem ou preferem não responder à pergunta. Com nível de confiança de 95%, a pesquisa tem margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 09178/2020. (leia abaixo)


Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. Solicitante: pesquisa contratada pela SOCIEDADE RADIO EMISSORA METROPOLITANA LIMITADA. Registro Eleitoral: registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro sob o protocolo Nº RJ-09178/2020.




Agenda dos candidatos a prefeito nesta quinta-feira




26/11/2020 08:08:33.

Agenda de campanha dos candidatos a prefeito de Campos nesta quinta-feira (26), por ordem alfabética; leia abaixo:


Caio Vianna - Ainda não divulgou agenda


Wladimir Garotinho

10h- Reunião com lideranças políticas

13h- DebateTV Record

16h- Gravação para programa eleitoral

20h- Debate Folha da Manhã


 




Difusora-850 e Campos 24 Horas se unem para cobertura da eleição

Rádio e Site confirmam parceria vitoriosa na cobertura das eleições de Campos e do país




26/11/2020 01:01:27.

No próximo domingo, dia 29, os campistas e eleitores de outros municípios do país vão às urnas para eleger os prefeitos em segundo turno. Para marcar novamente mais esta relevante página de nossa democracia, o Site Campos 24 Horas e a Rádio Difusora-850, que são líderes em seus segmentos, anunciaram a renovação da parceria para a cobertura a exemplo do que ocorreu no primeiro turno das eleições, com recorde de pessoas alcançadas. (Leia abaixo) 


O diretor da Difusora, o empresário Barbosa Lemos, disse que a confirmação da cobertura conjunta entre os dois veículos representa a manutenção de uma “dobradinha” produtiva que deu certo nas últimas eleições. (leia mais abaixo)


— Foi um marco para a história jornalística dos dois veículos, uma dobradinha que deu certo no último dia 15, com uma cobertura bastante produtiva e bem sincronizada entre as duas equipes, quando os ambos divulgaram em primeira mão os resultados do primeiro turno. As nossas equipes já vêm de várias coberturas desta natureza — analisou Barbosa Lemos.


Ao contrário do primeiro turno, que envolveu a disputa da eleição para a Câmara de Vereadores e a Prefeitura, esta será uma cobertura mais ágil, mas também de amplitude. “Não podermos deixar de informar a disputa em outras cidades, especialmente nas grandes capitais, onde haverá também segundo turno, mas nosso QG vai estar instalado em Campos, nossa base operacional e área de cobertura”, explicou o diretor do site, Fabiano Venancio. (LEIA MAIS ABAIXO)


Fabiano destaca que a produção de notícias e distribuição de conteúdo entre os veículos durante 20 horas de cobertura envolve repórteres, fotógrafos, apuradores, plantonistas, locutores e profissionais de multimídia.  


“Vamos acrescentar análises e entrevistas à informação pura e simples dos resultados. Nosso compromisso é, acima de tudo, transmitir a informação de qualidade com agilidade e dinamismo, mas ao mesmo tempo com segurança. Por tudo isto, estamos mobilizando uma grande equipe durante este período" concluiu.   




Agenda dos candidatos a prefeito nesta quarta-feira




25/11/2020 08:08:32.

Agenda de campanha dos candidatos a prefeito de Campos nesta quarta-feira (25), por ordem alfabética; leia abaixo:


Caio Vianna - Ainda não divulgou agenda


Wladimir Garotinho

09h- Reunião com lideranças comunitárias

11h- Reunião com equipe de governo

14h- Gravação para programa eleitoral

19h- Reunião com lideranças políticas




Marquinho: 'Um Marcos Bacellar com 36 anos, com mais saúde, disposição e coragem'

Vereador eleito com 4.836 votos é o entrevistado do Campos 24 Horas




25/11/2020 07:07:14.

Filho do ex-presidente da Câmara, Marcos Bacellar, e irmão do deputado Rodrigo Bacellar, o vereador eleito Marquinho Bacellar (SD), o terceiro mais votado em Campos com 4.836 votos, é o entrevistado desta quarta-feira (25) do Campos 24 Horas. Entre outros assuntos, ele fala sobre temas que pretende priorizar nos debates do Legislativo, como o criticado sistema de transporte implantado no governo Diniz, a limpeza da cidade e o calçamento das ruas do Parque Saraiva. A respeito do segundo turno entre Caio e Wladimir, já decidiu: vai ficar neutro. Sobre sua postura na Câmara, avisa: será "um Marcos Bacellar com 36 anos, com mais saúde, disposição e coragem! E ainda comenta sobre o médico Bruno Calil, que foi candidato a prefeito do seu grupo político: "Ganhou minha admiração e respeito por ser um cara puro, de coração gigante e com uma capacidade e vontade de fazer o bem sempre". (Veja a entrevista completa abaixo)


Campos 24 Horas - Como analisa sua campanha e a responsabilidade diante da votação expressiva alcançada nas urnas?

Marquinho Bacellar - Nossa campanha foi incrível, como todas em que nosso grupo participa, nos doamos e fizemos com alegria. O resultado foi o que se viu nas ruas e urnas. A responsabilidade será a mesma, independentemente da quantidade de votos. Vou honrar toda a história do meu pai, dos meus irmãos e eleitores, dando o meu melhor para ajudar na reconstrução de nossa cidade. (leia mais abaixo)


C24H- Logo assim que tomar posse e começar o seu mandato, quais seus principais projetos e propostas que pretende debater e aprovar na Câmara?

MB - Teremos pela frente o pior momento de nossa cidade, então qualquer projeto e proposta precisa ser muito responsável e coerente. Em primeiro lugar, vamos quebrar a distância entre o político com o povo. As prioridades serão encontrar uma forma de ajudar o prefeito de forma urgente na limpeza de nossa cidade, no fim da baldeação do transporte, na solução para os atrasos de salários dos funcionários e no calçamento das ruas do Parque Saraiva. (leia mais abaixo)


C24H-  Diante da crise financeira que o município atravessa, qual será a principal contribuição que a Câmara pode dar neste momento Independentemente do prefeito eleito, como deve ser a postura dos vereadores, na sua avaliação?

MB- Nossa postura, como citei acima, será de muita responsabilidade, união e empenho. Temos que ajudar a buscar recursos fora, fiscalizar como nunca para evitar qualquer tipo de exagero e saber usar os recursos nos problemas mais urgentes.


C24H - Qual sua expectativa e a de seu grupo com relação ao segundo turno?

MB -A maioria dos eleitores escolheu essas duas opções, e acima de tudo está o respeito à democracia, apesar de me sentir decepcionado. Não concordo e não me adaptei em 2016 com a forma que o grupo de Caio trabalha e com o grupo de Wladimir já temos uma discordância política histórica. Prefiro, então, ficar neutro caso ocorra a eleição no dia 29. (leia mais abaixo)


C24H - Como avalia o desempenho nas urnas do candidato Bruno Calil, do seu grupo político? Qual o balanço que o senhor faria da campanha neste primeiro turno?

MB -O Dr. Bruno se tornou um amigo, ganhou minha admiração e respeito por ser um cara puro, de coração gigante e com uma capacidade e vontade de fazer o bem sempre. Ele mostrou coragem e muita disposição nessa eleição. Tanto o Dr. Bruno quanto eu aceitamos esse desafio a pouco mais de 40 dias da eleição, e fomos pra rua nos apresentar pois nunca tínhamos disputado um pleito. Fizemos o possível e o impossível sob sol e chuva, e com uma incrível receptividade das pessoas fizemos uma campanha leve, alegre e que acredito que ainda não acabou.


C24H- Já analisou a futura composição na Câmara, com 4 vereadores do PSD, 2 do PROS, do grupo de Garotinho; 2 do PDT e 2 do PSL, do grupo de Caio Vianna; mais 2 do SD e 2 do DEM, do grupo de Rodrigo Bacellar, seu irmão? Como antevê esses embates a partir de 2021?

MB- Qualquer que seja o prefeito, farei uma oposição inteligente, coerente e com responsabilidade. O que for para o bem de toda Campos estarei firme ajudando, mas o que for bom apenas para alguns serei duro. (leia mais abaixo)


C24H- Seu pai era um vereador combativo, de oposição firme e contundente na Câmara. Qual será a sua postura?

MB- Para ter essa resposta, basta imaginar um Marcos Bacellar com 36 anos, com mais saúde, disposição e coragem!


C24H - A que se deve o elevado percentual de renovação na Câmara nestas eleições?

MB - Acredito que pelo momento de maior crise financeira do município.


C24H-  Qual sua avaliação sobre o elevado percentual de abstenção nestas eleições?

MB - Cada eleição, os eleitores se mostram mais descrentes, pois suas escolhas não dão o resultado esperado. Porém, acredito que o Covid foi o maior vilão das urnas nesse ano atípico que vivemos.




Wladimir afirma que não vai permitir a politização no IMTT




25/11/2020 07:07:13.

(Da assessoria do candidato) - Convidado a participar de uma reunião com os permissionários do transporte alternativo, realizada na noite desta terça feira (24), o candidato à Prefeitura de Campos Wladimir Garotinho (PSD) afirmou que não vai permitir a partidarização no Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT). (leia mais abaixo)


Para ele, o órgão deve ser tratado de maneira profissional e técnica. "Vamos ouvir os representantes do transporte alternativo e regulares para que juntos possamos tomar decisões e desenvolvermos um modelo eficiente, que atenda, primeiramente a população, e também os permissionários do transporte alternativo e os rodoviários, para que tenham condições de garantirem os sustentos de suas famílias", disse Wladimir. (leia mais abaixo)


De acordo com Wladimir, uma das primeiras ações caso seja eleito é acabar com os terminais de baldeação, implantados pela atual gestão, através do sistema alimentador.

"Um sistema que só funciona na cabeça do prefeito. E esses terminais são humilhantes. Se até dia 31 de dezembro o prefeito não tirar aqueles terminais, no dia dois de fevereiro nós vamos acabar com esses terminais e permitir que as vans voltem a circular na área central", adiantou.


Representante do transporte alternativo, Cláudia Andrade lembrou que o primeiro governador a reconhecer o transporte alternativo foi Anthony Garotinho.


"Depois a então prefeita Rosinha Garotinho legalizou a nossa atividade em Campos. Nos últimos quatro anos, nos fomos humilhados pela atual gestão. Mas tenho certeza que seremos exaltados votando e elegendo Wladimir prefeito", ressaltou.


Também representando a categoria, o motorista de van Bruno Santana lembrou que aqueles que tentaram destruir os permissionários saem no dia 31 de dezembro.

"Agora, no domingo, vamos transformar as nossas dores em poder decisório para concretizar a vitória de Wladimir”, disse.




Caio se reúne com dirigentes da rede municipal




25/11/2020 06:06:23.

(Da assessoria do candidato) - Caio Vianna (PDT), candidato a prefeito de Campos dos Goytacazes pela coligação Reviva Campos, único com a chapa deferida pela Justiça Eleitoral, esteve reunido nesta terça-feira, 24/11, com diretores e diretoras de escolas e creches municipais. Durante o evento, realizado em um almoço, no Centro, o pedetista ouviu as reivindicações dos profissionais de ensino e reafirmou o compromisso do PDT com a educação a partir das referências de Leonel Brizola e Darcy Ribeiro. (leia mais abaixo)


“No nosso governo, a educação será prioridade. Vou manter as eleições diretas para diretores e diretoras das escolas da rede municipal, ampliar o projeto de educação em tempo integral de forma gradual e estruturada, colocar internet banda larga nas escolas para promover a inclusão digital dos alunos e aumentar a qualidade da merenda com alimentos dos nossos agricultores familiares”, enfatizou. (leia mais abaixo)


PAZ NAS ESCOLAS


Caio Vianna se comprometeu com o projeto Living Peace International, iniciativa que incentiva a cultura de paz no ambiente escolar e vai além de uma disciplina. Promove o desenvolvimento da criatividade e autonomia da infância e da juventude para superar conflitos por meio do diálogo e da paz.


“É importante ter uma educação baseada na prática de princípios e valores que promovam um clima de paz entre nossas crianças e adolescentes e garantam um ambiente escolar mais seguro e harmonioso”, avaliou Caio Vianna.


ENCONTRO COM DOM ROBERTO


Caio Vianna foi recebido por Dom Roberto Francisco, bispo da Diocese de Campos dos Goytacazes, na Mitra Diocesiana de Campos. O candidato pelo PDT assinou uma carta-compromisso com o “Pacto pela Vida e pelo Brasil”.


O pacto foi formulado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns, Academia Brasileira de Ciência (ABC), Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e a Sociedade Brasileira para o progresso da Ciência (SBPC). A carta pretende impulsionar o compromisso de governantes para trabalhar em prol da superação da crise atual.


“O ‘Pacto pela Vida e pelo Brasil’ nos chama à responsabilidade com a sociedade. É necessário nos unirmos em prol desta causa. Cada um deve fazer a sua parte para superarmos esta crise mundial que estamos passando”, ressaltou Caio Vianna.




Eleitor deve ficar atento às orientações sanitárias na hora de votar no 2º turno

Eleitor deve levar sua própria caneta para assinar o caderno de votação




24/11/2020 15:03:16.

O segundo turno já é no próximo domingo (29), e eleitores de 57 cidades vão novamente às urnas para escolher seus prefeitos. Para que todos possam votar de forma tranquila, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reforça os cuidados a serem adotados na hora da votação, dentro da seção eleitoral. (leia mais abaixo)


Os protocolos sanitários são os mesmos adotados no primeiro turno. O uso da máscara é obrigatório.  Todos devem higienizar as mãos antes e depois de digitar os números de seus candidatos na urna eletrônica. Vote tranquilo. Toda seção tem álcool em gel disponível para os eleitores e para os mesários, disponibilizado pela Justiça Eleitoral. Deve ser respeitada também a distância mínima de um metro para outras pessoas.


A recomendação para que o eleitor leve a sua própria caneta continua no segundo turno. Mas o uso da caneta é apenas para o eleitor assinar o caderno de votação. Ela não deve ser utilizada na cabine de votação, diante da urna. A recomendação da Justiça Eleitoral, específica para as eleições deste ano, visa evitar o compartilhamento de objetos e diminuir o contato dos eleitores com superfícies que outras pessoas possam ter tocado. Em tempos de pandemia de Covid-19, melhor se prevenir: leve a sua para assinar o caderno.


Para que o eleitor vote na urna, não é preciso o auxílio da caneta. Uma das preocupações dos criadores da urna eletrônica era que qualquer pessoa pudesse usar o aparelho, e, por isso, o teclado é de fácil identificação e de manuseio simples, funcionando apenas com o leve toque do dedo, lembrando inclusive o teclado de um telefone.


Até as cores do teclado foram pensadas para serem intuitivas: laranja para corrigir, branco para votar em branco, e verde para confirmar o voto. No visor, o eleitor vai acompanhando se digitou corretamente os números dos seus candidatos. Após votar, o eleitor terá álcool em gel para fazer a higienização das mãos novamente.


Finalizando, como última orientação, o eleitor deve ficar atento, pois não é permitido usar o aparelho celular dentro da cabine de votação. A proibição tem por intuito proteger o sigilo do voto.  A Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) proíbe expressamente o ingresso, na cabine de votação, com celular, máquina fotográfica e filmadora. Por sua vez, a Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral) tipifica como crime eleitoral “violar ou tentar violar o sigilo do voto”. A pena para esse ilícito é de até dois anos de detenção. Por isso, se for mesmo necessária, o melhor é levar a cola com os números do seu candidato em papel.


Fonte: TSE




Covid-19: Operação Octopus na Região dos Lagos

Operação Octopus investiga possíveis ilícitos cometidos por sociedades empresárias no fornecimento de medicamentos e insumos hospitalares




24/11/2020 15:03:59.

A Controladoria-Geral da União (CGU) participa, nesta terça-feira (24/11), no Rio de Janeiro, da Operação Octopus. O trabalho é realizado em parceria com a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF). O objetivo é apurar possíveis irregularidades de sociedades empresárias no fornecimento de medicamentos e insumos hospitalares em municípios da Baixada Litorânea (Região dos Lagos). Dentre os processos investigados estão contratações realizadas para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. (leia mais abaixo)


Investigação

O trabalho se originou a partir de documentos apreendidos na deflagração da Operação Scepticus, em junho deste ano, na qual se verificou que as empresas envolvidas também mantinham contratos com os municípios de Armação de Búzios (RJ), Araruama (RJ), Iguaba Grande (RJ), São Pedro da Aldeia (RJ) e Saquarema (RJ), replicando a mesma forma de atuação identificada em Carapebus (RJ).


Os municípios envolvidos firmaram diversos contratos com as empresas investigadas no montante de R$ 30.464.340,80, no período de 2015 a 2020, para a aquisição de diversos bens e serviços, incluindo contratações realizadas para o enfrentamento à pandemia da Covid-19.


Em levantamentos realizados pela CGU, verificou-se, entre os indícios de irregularidades, empresas sem empregados e com a sede em endereços com características de imóveis residenciais, além da existência ligação entre os sócios das citadas empresas contratadas.


Impacto social 

O desvio de recursos públicos da saúde impacta diretamente a qualidade de vida da população local, prejudicando a implementação de políticas públicas e a prestação do serviço de saúde ofertado aos cidadãos. Seus efeitos tornam ainda mais desafiadora a implementação das ações de combate à pandemia da Covid-19.


Diligências

A Operação Octopus consiste no cumprimento de 5 mandados de busca e apreensão, abrangendo os municípios de Armação de Búzios (RJ), Araruama (RJ), Iguaba Grande (RJ), São Pedro da Aldeia (RJ) e Saquarema (RJ). O trabalho conta com a participação de 11 auditores da CGU, integrantes do MPF e policiais federais.


A CGU, por meio da Ouvidoria-Geral da União (OGU), mantém o canal Fala.BR para o recebimento de denúncias. Quem tiver informações sobre esta operação ou sobre quaisquer outras irregularidades, pode enviá-las por meio de formulário eletrônico. A denúncia pode ser anônima, para isso, basta escolher a opção “Não identificado”.


Fonte: CGU




Mulheres são maioria no eleitorado de cidades que terão segundo turno

Maceió é o município com maior número de eleitoras




24/11/2020 14:02:53.

As mulheres são maioria entre os mais de 38 milhões de eleitores aptos a votar nos 57 municípios em que haverá segundo turno para escolha de novos prefeitos, no próximo dia 29. Juntas, elas somam quase 54% desses eleitores. O retrato dos eleitores consta das estatísticas eleitorais disponíveis no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). (leia mais abaixo)


Ainda segundo a corte eleitoral, Maceió é a cidade com maior número de eleitoras (55,46%). Já Joinville, em Santa Catarina, é o município com mais eleitores homens (48,08%).


Segundo o perfil do eleitorado nas cidades com segundo turno, a maioria dos eleitores completou o ensino médio (32,05%). O município com maior número de eleitores com esse grau de instrução é São Luís (42,78%). A capital do Espírito Santo, Vitória, tem o maior número de eleitores com nível superior completo (31%).


Capitais

Entre os municípios que terão segunda rodada de votação para definir o vencedor da eleição para prefeito no segundo turno, 18 são capitais, das quais sete estão na Região Nordeste: Maceió, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Recife, Teresina e Aracaju. Na sequência, com prefeituras ainda definição nas capitais estão capitais da Região Norte: Rio Branco, Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista.


No Sudeste, eleitores de Vitória, do Rio de Janeiro e de São Paulo também terão de comparecer às urnas no próximo dia 29. No Centro-Oeste, haverá segundo turno nas capitais de Mato Grosso e de Goiás, Cuiabá e Goiânia, respectivamente. Na Região Sul, somente a capital gaúcha, Porto Alegre, terá segundo turno eleitoral.


Fonte: Agência Brasil




Prefeita Francimara declara apoio a Wladimir Garotinho




24/11/2020 10:10:46.

Na manhã desta terça-feira (24), a prefeita reeleita de São Francisco de Itabapoana, Francimara Barbosa Lemos, declarou nesta terça-feira (24), em suas redes sociais seu apoio a Wladimir Garotinho. Confira a nota abaixo:


'Olá meus amigos e amigas da minha terra natal Campos dos Goytacazes, sou a primeira mulher eleita e reeleita Prefeita aqui em nossa São Francisco de Itabapoana. Quero aqui manifestar meu apoio a Wladimir, Campos precisa de um Prefeito comprometido com a Cidade. Como Deputado Federal Wladimir já provou que tem competência e ama Campos dos Goytacazes. Nossa região vai desenvolver ainda mais e Campos vai voltar a sorrir, vamos juntos votar em Wladimir 5️⃣5️⃣.'




Alerj publica repúdio à ação que quer impor ideologia de gênero nas escolas

*Moção de repúdio foi apresentada pela deputada estadual Rosane Felix*




24/11/2020 09:09:25.

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) publicou em Diário Oficial, nesta segunda-feira (23/11), moção de repúdio à Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5668, em tramitação no Supremo Tribunal Federal (SFT), que trata da ideologia de gênero nas escolas. A moção de repúdio foi apresentada pela deputada estadual Rosane Felix (PSD). (leia mais abaixo)


A votação da ADI, apresentada pelo partido PSOL, foi suspensa pelo ministro Luiz Fux no último dia 11, após críticas da sociedade civil, das frentes parlamentares evangélica, católica e da Juventude. 


Rosane Felix afirma ser uma grande vitória para a família a retirada de pauta da ADI 5668. A deputada afirma que é direito dos pais educar seus filhos, assim não deve ser permitido que as escolas tenham o papel de sugerir a identidade sexual das crianças. 


“Esse tema de ideologia de gênero nas escolas já não tinha sido aprovado, quando foi discutido em 2014 pelo Congresso Nacional, pelos Estados e Municípios. Apesar disso, a esquerda tentou novamente e levou a pauta para o Judiciário. A ADI 5668 foi retirada de pauta, mas o STF precisa de uma vez por todas entender que essa função é do Legislativo e já foi decidida. Respeito a todos, mas sempre defenderei a família e os valores cristãos. Não à ideologia de gênero”, afirma Rosane Felix. 


Fonte: Ascom




Eleitor não pode ser preso a partir desta terça-feira

RestrIção a detenções vai até 48 horas após o segundo turno




24/11/2020 08:08:48.

Os eleitores que moram nas cidades que terão segundo turno das eleições municipais não podem ser presos a partir desta terça-feira (24). A restrição é válida no período de cinco dias antes do pleito e 48 horas depois da votação. A segunda rodada de votação será realizada no próximo domingo (29). 


De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), há exceções sobre a impossibilidade de prisão. As regras não se aplicam aos casos de crime em flagrante e de sentença condenatória por crime inafiançável, como racismo, tortura e tráfico de drogas. 


Criada pela Lei 4.727/1965, a restrição das prisões no período eleitoral está prevista no Artigo 236 do Código Eleitoral. Pelo dispositivo,“nenhuma autoridade poderá, desde cinco dias antes e até 48 horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito”. 


No domingo, cerca de 38 milhões de pessoas estão aptas a votar no segundo turno, que ocorrerá em 57 cidades do país, das quais 18 são capitais.