MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado

Cerca de 5,1 milhões de pessoas estão inscritas para o exame




22/10/2019 17:05:21.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (22) orientações sobre o horário das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios. Como a aplicação segue o horário de Brasília, dependendo do local, os relógios podem estar até duas horas atrasados, e os participantes devem ficar atentos. Cerca de 5,1 milhões de pessoas estão inscritas para o exame. 


Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos e fechados em horários diferentes nos estados, isso porque, pela extensão territorial do país, existem diferentes fusos horários. Os estudantes que chegarem após o fechamento dos portões não poderão fazer o exame.


No dia 3 de novembro, os estudantes terão cinco horas e meia para fazer a prova. No segundo domingo de prova, 10 de novembro, o tempo será mais curto: cinco horas.


O acesso à sala de provas só será permitido com a apresentação de documento oficial de identificação com foto, conforme previsto em edital. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recomenda que o participante imprima e leve o cartão de confirmação da inscrição, que já está disponível na Página do Participante e no aplicativo do Enem.


Veja o horário das provas do Enem em cada estado:

Acre e 13 municípios do Amazonas (Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença, Tabatinga): abertura dos portões às 10h, fechamento dos portões, 11h, término das provas, 17.


Amazonas (com exceção dos 13 municípios descritos acima), Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul: abertura dos portões, às 11h, fechamento dos portões, 12h, início das provas, 12h30, término das provas, 18h.


Demais estados: abertura dos portões, às 12h, fechamento dos portões, 13h, início das provas,13h30, término das provas, 19h.


O horário de término das provas é válido para o primeiro domingo do Enem. No segundo domingo, a prova terminará meia hora mais cedo.


Fonte: Agência Brasil




MEC pretende começar a implementar política de alfabetização em 2020

Hoje (22) teve início, em Brasília a 1ª Conferência Nacional de Alfabetização Baseada em Evidência (Conabe), que reúne especialistas, autoridades e professores




22/10/2019 17:05:01.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse hoje (22) que pretende começar a implementar a Política Nacional de Alfabetização (PNA) em 2020. “A gente quer começar [a implementar] ano que vem. Assim que as crianças voltarem às aulas, elas vão ter uma surpresa”, disse à imprensa. 


Hoje (22) teve início, em Brasília a 1ª Conferência Nacional de Alfabetização Baseada em Evidência (Conabe), que reúne especialistas, autoridades e professores. O evento, que segue até sexta-feira (25), servirá de subsídio para a elaboração do chamado Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências que, por sua vez, servirá de base para a nova política do governo. 


A PNA foi lançada em abril deste ano. Era uma das metas estipuladas para os 100 primeiros dias do governo Bolsonaro. A Conabe é, segundo o MEC, um dos passos para tirar a política do papel. “A Secretaria [de Afabetização] está desenhando programas e anunciaremos em momento oportuno”, disse o secretário da pasta do MEC, Carlos Nadalim. 


Segundo Weintraub, uma das primeiras medidas para pôr em prática o PNA será anunciada no mês que vem e será relacionada à literacia familiar (conjunto de práticas e experiências relacionadas com a linguagem, a leitura e a escrita, as quais a criança vivencia com seus pais ou cuidadores). O ministro não detalhou o que será feito pelo governo, mas adiantou, que pais e responsáveis receberão capacitação para ajudar na alfabetização das crianças. 


A literacia familiar consta no documento divulgado em agosto pelo MEC para detalhar a política. De acordo com o texto, o êxito das crianças na aprendizagem da leitura e da escrita está relacionada a experiências que têm no ambiente familiar, como leitura de histórias em voz alta pelos adultos, manuseio de lápis, contato com livros, entre outras. A intenção é implementar programas e ações para encorajarem pais e cuidadores e terem um papel mais ativo nesse aprendizado. 


Discussão 

A PNA foi estabelecida por decreto publicado em abril deste ano. Entre outras coisas, prevê ajuda financeira e assistência técnica da União para os municípios que aderirem ao programa, a elaboração de materiais didático-pedagógicos para serem usados nas escolas e o aumento da participação das famílias no processo de alfabetização dos estudantes. Prevê ainda a priorização da alfabetização no primeiro ano do ensino fundamental, ou seja, geralmente aos 6 anos de idade. 


Presente na Conabe, o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Martins Garcia, pondera que a PNA ainda precisa ser melhor discutida. 


“É impossível pensar em políticas estruturais que aconteçam desgarradas de um planejamento de médio e longo prazo. Estamos em um processo de conhecer [a PNA]”, disse Garcia. “Nossa preocupação é como essa política chega no chão da escola, no município. A alfabetização está nas mãos dos municípios”, disse. 


Garcia ressaltou ainda que é importante que a PNA respeite outros dispositivos que já estão instituídos no país, como o Plano Nacional de Educação (PNE) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que estabelece o que deve ser ensinado a cada etapa da educação. 


O presidente científico da Conabe, Renan Sargiani, disse que a PNA não pretende “reinventar a roda”, mas ser um “compromisso de política de estado que seja duradoura”. Segundo Nadalim, a adesão aos programas do MEC será voluntária: “Não vamos impor nada às redes”. 


Relatório 

A partir das discussões que começam nesta terça-feira, será elaborado o Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. De acordo com Nadalim, esse relatório servirá de fundamentação teórica para as ações da Secretaria de Alfabetização.  


Doze especialistas serão responsáveis por consolidar o texto, de acordo com portaria do MEC, de agosto. Segundo o secretário, o relatório será lançado em abril de 2020.


A PNA, de acordo com o MEC, pretende melhorar o cenário da alfabetização no Brasil. De acordo com os últimos dados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), aplicada em 2016, mais da metade dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental apresentaram nível insuficiente de leitura e em matemática para a idade, ou seja, dificuldade em interpretar um texto e fazer contas.


Fonte: Agência Brasil




Ivald Granato em exposição na Emugle

A exposição reúne trabalhos do artista campista e estará aberta ao público das 9h às 16h, até o dia 01 de novembro




22/10/2019 16:04:27.

A Escola Municipal de Gestão do Legislativo (Emugle) da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes inaugurou, nesta segunda-feira (21), a Mostra Artística Gente Nossa: Ivald Granato. A exposição reúne trabalhos do artista campista e estará aberta ao público das 9h às 16h, até o dia 01 de novembro.


Nascido em 1949, Ivald Granato Filho frequentou a Escola de Belas Artes e realizou intervenções artísticas recorrendo ao audiovisual para documentação. Reconhecido como artista multimídia, foi pintor, gravador e desenhista.


Iniciando a trajetória na arte sob inspiração cubista, Ivald Granato produziu obras com traços autobiográficos. O campista realizou a exposição Ivald Granato: Desenhos 1964 - 2000 no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, e no Museu Brasileiro da Escultura, em São Paulo.


As peças expostas fazem parte do acervo pessoal de Benedito Marques e a entrada para a Mostra é gratuita. A Emugle está localizada na Rua Baronesa da lagoa Dourada, 160. O telefone para contato é (22) 2725-8821.


Fonte: Ascom - Câmara Campos




Usuários de abrigos recebem atendimento odontológico na FOC

Nesta segunda-feira (21), cerca de 20 alunos da Faculdade, orientados pelo professor responsável da disciplina de Odontologia Comunitária, William Barbosa, iniciaram o atendimento dos assistidos




22/10/2019 16:04:48.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - Uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social e a Faculdade de Odontologia de Campos (FOC) está garantindo atendimento odontológico aos usuários da Casa de Passagem e do Abrigo Lar Cidadão. "As duas unidades ofertam o serviço socioassistencial na modalidade de  acolhimento institucional provisório para população em situação de rua", informou o secretário da pasta, Marcão Gomes.


Nesta segunda-feira (21), cerca de 20 alunos da Faculdade, orientados pelo professor responsável da disciplina de Odontologia Comunitária, William Barbosa, iniciaram o atendimento dos assistidos na Clínica Escola da FOC, de acordo com a coordenadora da Casa de Passagem, Verônica Oliveira.


— Será um atendimento integral, ou seja, vai desde a limpeza até o tratamento mais complexo, como prótese e implante. Já temos agendamento para a próxima segunda-feira novamente. Estávamos em diálogo com a Faculdade e eles abriram 20 vagas. Nossos demais usuários estão em tratamento no CAOPE, pela Secretaria de Saúde, pois requerem um tratamento mais especial por estarem com transtorno mental — explicou Verônica.


A diretora da Proteção Social Especial (PSE), Anne Caroline Cardoso, afirma que os acolhimentos institucionais da Secretaria trabalham com o objetivo de reintegração social dos usuários, "por meio do desenvolvimento da autonomia, empoderamento e resgate da cidadania", disse.


Caope - O Centro de Atendimento Odontológico a Pacientes Especiais (Caope) funciona na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Guarus. O trabalho é desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que conta com assistente social, fonoaudiólogo, psicólogo, além de cinco dentistas e outros profissionais de saúde.




WhatsApp começa a liberar ajuste de privacidade em grupos; saiba usar

Recurso bastante aguardado pelos usuários está disponível na versão beta do mensageiro para iPhone e Android




22/10/2019 16:04:39.

O WhatsApp começou a liberar nesta segunda-feira (21) um recurso de privacidade que permite definir quem pode adicioná-lo a grupos de bate-papo no mensageiro. O recurso, que estava em testes há alguns meses, permite autorizar qualquer pessoa (padrão), apenas contatos e incluir exceções. A novidade, que era bastante aguardada pelos usuários, está disponível a partir das versões 2.19.110.20 e 2.19.298 do WhatsApp Beta no iPhone (iOS) e Android, respectivamente.


No tutorial a seguir, confira como configurar a privacidade em grupos do WhatsApp. O procedimento foi realizado em um iPhone XR com o iOS 13, mas as dicas também valem para usuários de aparelhos com o sistema do Google. É necessário ter a versão mais recente do aplicativo instalada no celular.


Passo 1. Abra o WhatsApp e acesse as configurações do mensageiro. Em seguida, toque em "Conta" e vá em "Privacidade";


Passo 2. Agora, toque sobre a nova opção "Grupos". Selecione "Apenas Contatos" para permitir que apenas pessoas conhecidas o adicionem em grupos;


Passo 3. Para configurar exceções, escolha "Apenas contatos, exceto..." e selecione os contatos desejados. Se você quiser impedir que qualquer pessoa o adicione em grupos, toque em "Selecionar tudo" e pressione "OK" para salvar. Neste caso, a única forma de entrar em grupos será recebendo o link de convite.


Pronto! Aproveite as dicas para evitar ser adicionado em grupos do WhatsApp.


Fonte: Techtudo




Lei Orçamentária Anual debatida com a sociedade em Audiência Pública

As audiências visam assegurar a participação da comunidade no processo de elaboração e execução do orçamento




22/10/2019 16:04:33.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - A Prefeitura de Campos participou nesta segunda-feira (21) de audiência pública na Câmara para apresentação, a representantes da sociedade civil organizada, da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. Estiveram representadas a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), a Associação de Proteção e Orientação aos Excepcionais (Apoe), a Associação de Pais de Pessoas Especiais (Apape) e a Associação Raízes. As audiências visam assegurar a participação da comunidade no processo de elaboração e execução do orçamento.


A proposta orçamentária apresentada pela secretária da Transparência e Controle de Campos, Marcilene Daflon, é baseada em estudos que apontam que a arrecadação do próximo ano será menor que a de 2019. O orçamento previsto para o município é de R$ 1.985.340.533,88. Entre as representantes da sociedade Civil organizadas a se manifestar, esteve a presidente da Apape, Naira Peçanha.


— Estudamos a peça orçamentária e vimos que permaneceu o mesmo valor de repasse às instituições em 2020 que foi em 2019. Isso é um alívio porque, assim, podemos garantir a continuidade das assistências oferecidas. A perda dessa continuidade seria um grande prejuízo para a prefeitura. Vemos que, com nosso trabalho, estamos tirando dos ombros da prefeitura problemas futuros — comentou Naira.


Os principais direcionamentos de verba serão Saúde e Educação, como nos últimos anos, com previsão de R$ 747.035.304,94 e 366.466.016,01, respectivamente. Entre as destinações está também o Urbanismo, com a previsão de R$ 109.678.256,58 e saneamento, R$ 6.334.761,52, entre outros.


— Recentemente, estivemos nesta casa para apresentar a proposta de orçamento. Estamos aqui novamente, com a intenção de assegurar o direito da população participar do processo de elaboração da proposta. Enquanto município, estamos fazendo nossa parte, cumprindo os trâmites e prazos. Ainda temos que esperar o julgamento do STF quanto à redistribuição dos royalties, mas enquanto isso, continuamos o trabalho — disse Marcilene.


O orçamento do município ainda pode passar por transformações. Em novembro será realizado julgamento sobre a Lei nº 12.734/2012, que prevê mudanças na partilha dos royalties, pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A possível aprovação da lei pode gerar perda de, aproximadamente, 78% na arrecadação de royalties e participações especiais em Campos. 




Guarda Mirim: mais de 50 inscritos no primeiro dia

A relação com os nomes dos adolescentes selecionados para as 70 vagas oferecidas será divulgada no dia 4 de dezembro




22/10/2019 16:04:14.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - O primeiro dia de inscrições para o programa Guarda Mirim foi de grande movimentação na sede da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), na Lapa. Mais de 50 jovens, acompanhados de seus responsáveis, entregaram a documentação exigida para concorrer as 70 vagas oferecidas pelo programa para 2020. O atendimento segue até o dia 7 de novembro, sempre das 8h às 16h, em dias úteis, à exceção das sextas-feiras.


São requisitos para concorrer às vagas: ter nascido entre 1º de julho de 2004 e 30 de junho de 2005; e estar cursando, no mínimo, o 8º ano do Ensino Fundamental em 2020. O adolescente irá participar das atividades da Guarda Mirim no contraturno escolar. Para isso, as vagas oferecidas serão distribuídas: 35 para o turno da manhã e 35 para a tarde.


No ato da inscrição, realizada na sede da FMIJ, situação à Avenida Rui Barbosa, 553, Lapa, é obrigatória a presença do candidato acompanhado de um responsável, munido da seguinte documentação com original e cópia: RG, CPF e comprovante de renda do responsável; RG e CPF do candidato; comprovante de residência; declaração escolar constando o ano de escolaridade (série); e o Registro no Centro de Referência da Assistência Social (NIS).


A seleção dos jovens será feita com base em avaliação socioeconômica. A relação com os nomes dos adolescentes selecionados para as 70 vagas oferecidas será divulgada no dia 4 de dezembro, no Diário Oficial do Município. Todos os listados serão convocados para a realização da matrícula, que deverá ser feita entre os dias 9 e 20 de dezembro, também na sede da FMIJ. Neste segundo momento será necessário apresentar um atestado médico que autorize o adolescente a praticar atividades físicas.




Sábado será dia de caminhada do Outubro Rosa em Morro do Coco

O evento é aberto a alunas do projeto e a todas as mulheres da localidade que receber orientações da técnica de enfermagem do Programa de Assistência Domiciliar (PAD)




22/10/2019 16:04:58.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - O esporte é uma ferramenta para qualidade de vida. Desta forma, a professora da Fundação Municipal de Esportes (FME) de funcional e futebol no distrito de Morro Coco, Karoliny Tavares, vai realizar neste sábado (26), a partir das 7h, a Caminhada do Outubro Rosa. O evento é aberto a alunas do projeto e a todas as mulheres da localidade que receber orientações da técnica de enfermagem do Programa de Assistência Domiciliar (PAD), da Secretaria Municipal de Saúde, Amanda Alves. 


A concentração será nas escadarias da Igreja Nossa Senhora da Penha em direção ao Sitio Recanto Feliz, num percurso de ida e volta de 5km. As 50 primeiras inscritas vão receber uma camisa na cor da campanha Outubro Rosa que faz um  alerta às mulheres sobre o câncer de mama. As participantes vão ter aula de dança com o professor Jonatas Coutinho, além de sorteio de brindes, banho de piscina e mesa de frutas. 


As irmãs Rosileia e Aldileia Ângelo da Silva, 49 e 51 anos, respectivamente, vão participar da caminhada. "Eu acho muito importante esse movimento que será aberto não só para nós alunas do projeto, mas todas as mulheres aqui de Morro do Coco. Precisamos nos informar sobre essa doença que vem causando tanto sofrimento e essa troca de informações é muito importantes para nós. Nós fazemos a aula de funcional há dois anos, desde que começou aqui e além de fazer bem para o corpo, formamos uma família onde buscamos nos ajudar uma as outras”, destacou Aldileia.


— A Fundação Municipal de Esporte vem sempre abraçando ações que visem o bem-estar da população e a atividade esportiva tem esse papel fundamental que é a interação entre as pessoas. Poder incentivar a caminhada do Outubro Rosa é muito positivo, mostra que as atletas não estão só preocupadas com a aparência física, mas com todo o corpo. Este mês já apoiamos e ajudamos a Federação dos Delegados da Polícia Federal do Rio de Janeiro na realização da ação social contra a pedofilia. Quanto mais pessoas pudermos envolver em ações de conscientização, melhor para todos, pois teremos uma geração mais consciente e saudável — destacou o presidente da FME, Raphael Thuin.




CCZ Convida: 120 vagas de castração de cães e gatos

Ação será no dia 30 de outubro, a partir das 8h, na sede do órgão no bairro Pecuária




22/10/2019 16:04:47.

Mais uma oportunidade para aqueles que desejam agendar a castração do seu animalzinho. No próximo dia 30, a partir das 8h será realizada a 25ª edição do CCZ Convida, com a disponibilidade de 120 vagas para gatos e 50 para cães, ambos machos. Além disso, 30 animais entre eles, filhotes e adultos estão à espera de uma adoção responsável. A ação é uma realização do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que está localizado no espaço da Fundação Norte Fluminense de Desenvolvimento Regional (Fudenor), na Avenida Presidente Cargas, 180, Pecuária.


Para o agendamento da castração e adoção é necessário apresentar carteira de identidade, comprovante de residência e ser maior de 18 anos. No ato da adoção, o responsável recebe informações sobre a posse responsável, criação e demais orientações. Também é necessário assinar um termo de declaração de posse e responsabilidade para a guarda, saúde e bem-estar do animal. Devido ao desabastecimento da vacina antirrábica, comunicada pela Secretaria Estadual de Saúde, não haverá a imunização nesta edição.


— Nas outras edições, realizamos a vacinação antirrábica com o estoque remanescente da ação do último ano, devido ao adiamento da distribuição de doses de vacinas pelo Ministério da Saúde. A Secretaria Estadual de Saúde emitiu no mês de julho uma circular informando sobre o atraso na entrega de doses e cancelamento da programação que havia sido feita para vacinação. Por esse motivo, não estaremos realizando a vacinação nesta edição do CCZ Convida — informou o coordenador do Canil do CCZ, Marcelo Maeda.


O projeto “CCZ Convida” tem a participação da equipe do setor Informação, Educação e Comunicação (IEC) com orientações sobre todas as repartições do órgão, como: combate ao mosquito Aedes aegypti, animais peçonhentos, roedores e o controle de pombos e de morcegos.




Estado sanciona lei do cartão da pessoa com deficiência

ação garante a emissão gratuita do documento pelo Detran.RJ, comprovando a condição para pessoas que possuem moléstia degenerativa de difícil percepção ou comprovação




22/10/2019 15:03:20.

O governador Wilson Witzel sancionou, nesta segunda-feira (21/10), a lei do cartão da pessoa com deficiência (PCD). A ação garante a emissão gratuita do documento pelo Detran.RJ, comprovando a condição para pessoas que possuem moléstia degenerativa de difícil percepção ou comprovação. O projeto de lei 746/15, de autoria do deputado estadual Marcos Muller, estabelece que a solicitação possa ser feita pelo deficiente ou por seu representante legal mediante a apresentação de laudo, carteira de identidade e comprovante de residência. Na assinatura da sanção da lei, no Palácio Guanabara, Witzel lembrou que não serão mais necessários os inúmeros documentos comprobatórios da deficiência para que a pessoa tenha acesso aos serviços públicos.


– A Constituição estabelece, no artigo quinto, que todos são iguais perante a lei. Mas a lei precisa tornar iguais os desiguais. Esta é a missão do Parlamento e do Poder Executivo, que, com esta sanção, garante o direito de ir e vir dos deficientes em nosso estado, sem precisar carregar diversos documentos. O cartão, que será emitido gratuitamente pelo Detran.RJ, terá um QR Code, o que também vai impedir a falsificação – disse o governador.


O parlamentar fluminense teve a iniciativa da lei ao observar a dificuldade enfrentada por um amigo, o advogado Marcelo Costa de Souza, em virtude de uma doença degenerativa que afetou sua visão. 


– Quando fiz 38 anos, fui perdendo a minha visão periférica. Acompanhado dessa doença degenerativa, tenho também cegueira noturna, o que me causou situações desconfortáveis por precisar de atendimento preferencial e não aparentar ter essa deficiência. Houve uma sensibilidade ao tema, o que resultou na sanção desta importante lei – contou o advogado.


Ações para PCDs


Por meio da Superintendência de Políticas para Pessoas com Deficiência, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos realiza uma série de atividades visando à garantia dos direitos dos deficientes e atua também junto a outras instituições e instâncias governamentais.


Durante o ano de 2019, a superintendência realizou 78 atendimentos, sendo 73 relativos ao Vale Social, que dá direito ao acesso gratuito nos transportes, e 5 denúncias, a maior parte sobre dificuldades no acesso a transportes e falta de acessibilidade nos órgãos públicos. Outro importante avanço foi a criação de um polo de atendimento do Vale Social na sede da Subsecretaria de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos, no sétimo andar do prédio da Central do Brasil, no Centro do Rio de Janeiro. 


A superintendência atua ainda em conjunto com o Detro-RJ e com a Secretaria de Estado de Transportes na fiscalização dos transportes públicos do Estado do Rio de Janeiro, uma das principais queixas das pessoas com deficiência.


Também é de responsabilidade da Superintendência de Políticas para Pessoas com Deficiência a elaboração de pareceres técnicos sobre projetos de lei enviados pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que beneficiam os PCDs, além de participar de audiências públicas sobre temas que possam garantir a acessibilidade e demais direitos deste público.


A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos possui cinco abrigos para PCDs vinculados e beneficia em torno de 230 pessoas. Destes, três são instituições próprias do Governo do Estado e estão localizadas nos municípios de Conceição de Macabu (Abrigo Rêgo Barros), Araruama (Abrigo Protogenes Guimarães) e Barra do Piraí (Abrigo Oswaldo Aranha). Duas instituições são conveniadas e ficam nas cidades do Rio de Janeiro (Lar Mangueira) e de Duque de Caxias (Lar Betel). 




RJ: Homicídio doloso tem queda de 21% no acumulado do ano

De janeiro a setembro foram registradas 3.025 vítimas, contra 3.843 no ano passado




22/10/2019 15:03:43.

O índice de homicídios dolosos no estado do Rio de Janeiro caiu 21% nos nove primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2018, o que representa 818 mortes a menos. De janeiro a setembro foram registradas 3.025 vítimas, contra 3.843 no ano passado. Esse é o menor número de vítimas para o acumulado do ano desde 1991. Na comparação entre os meses de setembro, a redução foi de 19% (308 em 2019 e 382 em 2018), a menor quantidade de vítimas para o mês desde 1991.


O indicador estratégico crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte) também declinou: uma queda de 20% tanto em relação a setembro de 2018 como se comparado o trimestre (julho, agosto e setembro) com igual período do ano passado.


No acumulado deste ano, houve uma redução de 34% no índice de roubos seguidos de morte (latrocínio) na comparação com os nove primeiros meses de 2018. Com o registro de sete casos em setembro, o número de vítimas chegou a 91 este ano, 47 a menos do que no mesmo período do ano passado. É a menor quantidade de registros para o mês desde 2012. As mortes por intervenção de agente do Estado aumentaram 19% entre janeiro e setembro deste ano em relação ao mesmo período de 2018.


Apreensão de fuzis bate recorde


Neste ano, as polícias Civil e Militar apreenderam 6.588 armas de fogo no estado, o que significa a retirada das ruas de uma média de 24 armas por dia. Desse total, 438 foram fuzis – ou seja, mais de um armamento desse tipo foi apreendido a cada dia no estado – maior número recolhido no período nos últimos 12 anos.


Roubos continuam em queda


Setembro apresentou uma queda de 36% nos roubos de veículos em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram registrados 2.613 casos. Pela primeira vez desde novembro de 2015, o indicador ficou abaixo de 3 mil roubos. No acumulado do ano, o recuo foi de 23%, o menor para o período desde 2017.


Os roubos de carga diminuíram 19% em setembro em relação ao mesmo mês de 2018, com 467 casos, o menor valor para o período desde 2014. Em comparação a agosto de 2019, a queda foi de 20%. Já os roubos de rua (roubo a transeunte, roubo em coletivo e roubo de aparelho celular) caíram 13% no mês se comparado com setembro de 2018 (foram 1.356 casos a menos) e de 11% em relação a agosto.


Comparação trimestral por Área Integrada de Segurança Pública (AISP)


Na comparação entre julho e setembro deste ano com o mesmo período de 2018, quatro Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) apresentaram resultados importantes. Na Baixada Fluminense, a AISP 15 (Duque de Caxias) registrou a maior redução nos índices de morte por intervenção de agente do estado e o segundo maior recuo no de roubos de rua. O município de São Gonçalo (AISP 7) teve a maior queda nos roubos de rua e nos roubos de veículos, a segunda maior diminuição nos roubos de carga e a terceira maior redução em homicídio doloso. Na capital, a maior retração do indicador roubo de cargas ocorreu na AISP 16 (Olaria e adjacências). Já no interior do estado, a área da AISP 33 (Angra dos Reis e adjacências) teve o maior recuo nos homicídios dolosos.


Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) são referentes aos Registros de Ocorrência (ROs) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de setembro.




Homem sem documentos está internado no CTI do Ferreira Machado há quatro dias

Serviço Social da unidade pede que amigos, parente e familiares possam entrar em contato




22/10/2019 15:03:03.

Um homem identificado supostamente como José Carlos Santos Souza, aparentando ter 35 anos, cor negra, cabelo com corte baixo, está internado no CTI do Hospital Ferreira Machado desde o último dia 18, após levar uma queda em via pública. Antes, no dia 17, ele passou pelo PU de Guarus, mas devido seu estado grave, foi transferido e levado para o Ferreira Machado.


O Serviço Social do CTI do Hospital Ferreira Machado solicita que familiares, amigos e conhecidos, possam identificá-lo, e confirmar nome e outros dados, pois o mesmo se encontra sem documentos. Basta entrar em contato, urgentemente, com o Serviço Social do CTI do HFM, através dos números (22) 981750568 ou (22) 981750150.




Repasse dos royalties: Campos recebe mais de R$ 25 milhões

10,5% menor em relação ao depositado em setembro (R$ 28.301.397,01)




22/10/2019 10:10:10.

Campos e outros municípios produtores de petróleo recebem nesta terça-feira (22), o repasse de royalties de outubro, referente à produção do mês de agosto. Para Campos serão depositados R$ 25.325.940,30 é 10,5% menor em relação ao depositado em setembro (R$ 28.301.397,01).


São João da Barra é o município que registra a maior queda neste mês, de 11,7% e irá receber R$ 7.553.114,16, enquanto em setembro foram depositados R$ 8.550.080,22.


Quissamã, Macaé e Carapebus recebem o valor com alta.


Quissamã - R$ 7.706.177,43 - 5% maior que o do mês passado (R$ 7.341.756,84)

Macaé - R$ 50.546.297,52, enquanto no mês passado o valor foi de R$ 50.353.664,50

Carapebus - R$ 3.157.485,22, enquanto em setembro foram depositados R$ 3.103.520,43




“Silêncio do Makhoul”

“Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro”




22/10/2019 09:09:36.

Venho a público esclarecer uma questão que povoa a imaginação de algumas pessoas que não me conhecem. Saber trabalhar em silêncio é privilégio de poucos e me dou a este luxo, já que tenho credibilidade e fé pública pelo que já realizei. A saber:

Presidi a SFMC de 1975 a 1979. Nos idos de 1976, trabalhei em silêncio quando planejei e montei o primeiro Pronto Socorro de Campos, na Santa Casa de Misericórdia, junto com o então prefeito Wilson Paes, José Maria Ferraz – secretário de Saúde – e Dib Abdala Chacur, chefe do Serviço de Medicina Social do Inamps.


Naquele tempo havia indigentes e o Pronto Socorro os atendia em igualdade de condições com os previdenciários e particulares. Ou seja: 12 anos antes de ser implantado o SUS, nós já tínhamos feito em Campos o seu precursor e colocado em prática.


Institui e realizei o primeiro e o segundo Congresso Médico Cidade de Campos, que já está na 18 edição. Fundei o Sindicato Médico de Campos, como, também, planejei e fundei a Unimed Campos – reconhecida, à época como empresa cidadã.


Em silêncio, também, assumi a presidência da Fundação Benedito Pereira Nunes em dois mandatos, de três anos cada, e aumentei seu faturamento de R$ 5 milhões para R$ 30 milhões por ano. Neste período implantei o Hospital Escola Álvaro Alvin e o certifiquei como hospital de ensino – à época, o único do interior do Estado do Rio de Janeiro – pelo Ministério da Educação e pelo da Saúde.


Implantei junto com Dr. Gualter Larry Alves a primeira UTI do interior do Estado do Rio de Janeiro, na Beneficência Portuguesa.


Operei mais de cinco mil pacientes durante os 27 anos que fui neurocirurgião e parei de operar em 2002, devido a um acidente sofrido.


Cuidei de mais de 60 mil pacientes ambulatoriais, entre indigentes e pacientes do SUS, no ambulatório da Santa Casa. No meu consultório particular tenho cadastrados 25 mil pacientes.


Fui professor da FMC por 30 anos, onde formei vários neurocirurgiões, que atualmente são top de linha no Estado do Rio de Janeiro e no Brasil, por ordem alfabética Jânio Nogueira, Orlando Maia e Rui Monteiro. Motivo pelo qual fui homenageado no dia 15 de março deste ano pela Sociedade de Neurocirurgia do Estado do Rio de Janeiro.


Em 2002, na audiência pública para o orçamento de 2003 em Campos, apresentei proposta para complementar o atendimento médico realizado pelo SUS, tanto de hospitais quanto de profissionais, tendo sido aprovada por unanimidade e que salvou os hospitais da falência.


Vou parar por aqui, senão fica cansativo, mesmo em silêncio, expor por escrito os meus feitos. Mas não posso deixar de informar, que fui por 25 anos, conselheiro do Conselho de Ética, que é o Cremerj. Em relação a minha assessoria ao prefeito Rafael Diniz, aceitei a incumbência porque tenho a pretensão e intenção de mudar radicalmente a rede de atenção à Saúde na região Norte e Noroeste Fluminense, iniciando pela atenção primária e culminando com a quaternária, onde se insere o atendimento na primeira hora do infarto e do AVC.


Estou trabalhando desde que assumi, em 6 de julho deste ano. E os projetos aos quais me referi, já estão prontos e serão colocados em prática pelo Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf). Com esta finalidade, realizamos o Fórum da Saúde do Norte e Noroeste Fluminense, no dia 10/10/2019, na Faculdade de Medicina de Campos (FMC) e um dos nossos convidados foi o professor Eugênio Vilaça Mendes, consultor do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e autor de mais de 100 artigos publicados e 16 livros. Veio, também, o professor Renê Santos, especialista em formação de Consórcios e legislação sobre eles. Para quem não sabe, a melhor forma de angariar recursos na área de Saúde é através de consórcios.


O exposto é público e notório, os meus feitos estão documentados nas instituições que presidi e nas quais trabalhei. E, em relação aos projetos atuais, foram mostrados e discutidos no fórum. Está claro que trabalhamos estes 46 anos em prol da comunidade e da sua saúde. Em silêncio, como disse Cristo: “a tua mão direita não deve saber o que a esquerda está fazendo”.


E aos críticos desinformados, vale a máxima: “Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro”.




Agentes do Degase podem entrar em greve

Sindicato da categoria vai decidir em assembleia geral, no dia 31, se os servidores vão entrar em greve ou não




22/10/2019 08:08:27.

Após a reunião desta segunda-feira, dia 21, ter sido considerada frustrante para os agentes de segurança socioeducativos do Departamento Geral de Ações Socioeducativa (Degase), o sindicato da categoria — Sind-Degase — vai decidir em assembleia geral se os servidores vão entrar em greve ou não. O debate está marcado par ao próximo dia 31, às 17h, na Ilha do Governador.


"A gente agora vai convocar a categoria e decidir o que será feito. Estamos há meses lutando por tudo e tentando resolver da melhor forma possível. Cansamos de esperar. Agora, vamos deliberar sobre a greve, que o próprio Executivo empurrou para acontecer, visto a total falta de atenção com o Degase", afirmou o presidente do sindicato, João Rodrigues.


O secretário da Casa Civil, André Moura, não compareceu ao encontro desta segunda e enviou Guilherme Piunti para representar a pasta. Em nota, a assessoria do governo informou que "é procedimento normal o chefe de gabinete realizar alguns atendimentos, em nome do secretário, quando há incompatibilidade de horário em agendas".


A reunião entre a categoria e o governo estadual foi anunciada na última quinta-feira, durante uma audiência pública da Comissão de Servidores da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para tratar das principais reivindicações como o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) — a hora extra dos agentes —, a liberação do porte de armas, a realização de concurso público para suprir os cargos vagos e as progressões funcionais.


Para João Rodrigues, o posicionamento do governo foi desrespeitoso. O representante do governo informou aos servidores que a Casa Civil vai tratar do tema diretamente com o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, já que o Degase é vinculado à pasta.


"Viemos à Casa Civil e esperamos por três horas. Nenhum representante do Degasenem da Seeduc (Secretaria estadual de Educação) esteve na audiência na Alerj nem hoje. Além de não termos essa reunião com o secretário, fomos recebidos pelo chefe de gabinete, Cássio Rodrigues, mas saímos de lá com a única resposta de que o secretário da Casa Civil iria despachar com o secretário de Educação, Pedro Fernandes. Havia um compromisso de campanha do governador, e só pedimos o que foi acordado e o que já é lei. Hoje, viemos à reunião, e nada foi resolvido. Não estão nos levando a sério", afirmou.


Na semana passada, o diretor do Degase, Márcio Rocha, contou ao EXTRA que o órgão tem um estudo para pagar por 50 horas extras por dia com os recursos que estava pagando 204 agentes temporários. Na ocasião, Rocha afirmou já havia entregue um parecer à Procuradoria-Geral do Estado (PGE) analisar o caso. No entanto, a assessoria do Degase informou, por meio de nota, que o documento em questão foi entregue nesta segunda-feira à PGE.


Segundo o Sind-Degase, são 25 unidades do departamento, sendo nove em regime fechado e 16 em regime semiaberto com cerca de 1.500 agentes e uma vacância de 1/4 do quadro efetivo.


Fonte: Extra




CCJ vota parecer por soltura de deputados presos

Só votaram contra a resolução os deputados Luiz Paulo (PSDB) e Dr Serginho, líder do PSL




21/10/2019 17:05:02.

Depois de mais de quatro horas de reunião a portas fechadas, os deputados da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alerj elaboraram um projeto para que o plenário vote pela soltura dos parlamentares presos na Operação Furna da Onça.


Só votaram contra a resolução os deputados Luiz Paulo (PSDB) e Dr Serginho, líder do PSL. O presidente da comissão, Márcio Pacheco (PSC), o vice, Rodrigo Bacellar (SDD), Max (MDB), Jorge Felippe Neto (PSD) e até Carlos Minc (PSB) foram favoráveis ao texto.


O projeto que vai ser votado em plentário nesta terça-feira (22) vai propor a libertação dos cinco parlamentares sem que eles assumam o mandato.


Fonte: Extra




Campos sedia capacitação para o turismo regional

Integrantes da Diretoria de Turismo de Campos e de municípios vizinhos participam. Iniciativa do TCE e Turisrio envolve cinco polos em todo o estado




21/10/2019 17:05:46.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - Com participação da equipe da Diretoria de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), começou nesta segunda-feira (21), em Campos, o Programa de Capacitação para Excelência em Gestão do Turismo Fluminense. A iniciativa é do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Turisrio) e, além de Campos, reúne mais quatro polos regionais: Rio, Macaé, Volta Redonda e Teresópolis.


Com aulas todas as segundas-feiras, de manhã e à tarde, na Universidade Candido Mendes, participam também profissionais e gestores do Turismo de São Fidélis, Bom Jesus do Itabapoana e Itaperuna. A capacitação em Campos cerca de 40 pessoas e vai até dezembro, nos cinco polos.


— É urgente promover essa capacitação, com ênfase no planejamento das atividades. A proposta é termos como produto final, um “desenho” do plano de cada um dos municípios — destaca a mestra em Turismo Isabela Fogaça. Ela trouxe para o primeiro dia, os temas “Metodologia para Elaboração do Plano Integrado do Turismo Local” e “Metodologia e Aplicação de Inventariação da Oferta Turística”.


Um dos inscritos na capacitação é o diretor de Turismo da Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic), Marcelo Oliveira. “Temos que pensar o turismo de maneira cada vez mais profissional e envolvendo todos os municípios da região. E é importante que os planos e projetos tenham continuidade”, destacou.


— Estamos fazendo algo inédito em nosso estado e, principalmente, para o desenvolvimento do interior. Com a parceria firmada entre a Setur e o TCE, estamos colocando Campos e as Regiões da Costa Doce e Águas do Noroeste no Mapa do Turismo Brasileiro. Essa Capacitação proporciona o debate e aprendizagem em implantação, operacionalização e execução em projetos turísticos — ressaltou o diretor de Turismo da Prefeitura de Campos, Hans Muylaert.




Professora da Uerj ministra palestra no PGM Capacita

Vânia Siciliano Aieta também é presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB/RJ




21/10/2019 17:05:48.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - Nesta segunda-feira (21), foi realizado o terceiro encontro do “PGM Capacita” — ciclo de palestras e mini cursos destinados à complementação da formação profissional dos estagiários e servidores da Procuradoria Geral do Município. A palestrante do dia foi a professora do PPFD da Uerj e presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB/RJ, Vânia Siciliano Aieta, que falou sobre o tema "Cidade inteligentes e o pacto dos prefeitos: uma proposta de inclusão dos cidadãos rumo à ideia de "cidade humana". 


A palestrante destacou que a ideia de cidades inteligentes significa se referir a um modelo de cidade no qual, antes de tudo, se modificam as relações entre os cidadãos e as instituições, o mundo da economia e, sobretudo, entre os próprios citadinos em busca do alcance de um novo equilíbrio. O trabalho explicita o contraponto à “higienização urbana”, que se esquece que as pessoas fazem parte das cidades, ressaltando a estética em detrimento do atendimento ao princípio magno da dignidade da pessoa humana.


O “PGM Capacita” é uma parceria com a 12ª Subseção Campos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e está aberto a todos os servidores públicos. O projeto é desenvolvido uma vez por semana, no auditório da sede da Prefeitura de Campos, e já contou com palestras do procurador geral do município, José Paes Neto, e o presidente da 12ª Subseção da OAB, Christiano Miller. O próximo palestrante do PGM Capacita é o juiz Eron Simas, na próxima terça-feira (29), ao meio-dia.  


— Disponibilizar essas atividades aos estagiários é a nossa obrigação. Queremos oferecer a capacitação na prática, mas também, na parte teórica. Levar até eles atividades e debates que são relevantes na advocacia pública — destacou José Paes Neto.




Educação realiza evento em comemoração ao Outubro Rosa

Dezenas de servidoras participaram das ações de conscientização e entretenimento, com orientações em saúde




21/10/2019 16:04:14.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - Em comemoração ao Outubro Rosa, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece) realizou em sua sede nesta segunda-feira (21) um evento de conscientização que reuniu dezenas de servidoras. A celebração aconteceu ao longo de todo o dia e contou com orientações de saúde, de nutrição, aferição de pressão e glicemia, designer de sobrancelha, maquiagem, massagem, sorteio de brinde, música ao vivo, apresentação cênica, além de uma palestra com a ginecologista Luci Moreira e a enfermeira Fátima Vanessa Carvalho sobre prevenção ao Câncer de Mama e de Colo de útero.


— É muito importante que a gente fomente o debate e a conscientização, realizando eventos como este. Somos uma secretaria majoritariamente feminina e o câncer de mama é uma das principais causas de morte entre mulheres no mundo.  Só a prevenção pode mudar este dado — destaca Brand Arenari, secretário de Educação.


O evento foi organizado pelo Programa Saúde na Escola (PSE) com os apoiadores:  Programa Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e do Adolescente da Secretaria de Saúde; departamento de Animação Cultural e Bandas da Smece; Sociedade Brasileira de Mastologia; Conselho Federal de Nutricionistas; Cursos de Enfermagem e Nutrição da Universidade Estácio de Sá; e patrocínio da Mary Kay, Annick Borges e Stéphanie Guimares nos cuidados de beleza.


A servidora Eliete Bragança fez Barra de Acess, uma massagem, com a psicóloga Luciane Mina, curtiu a apresentação da Smece Band e aproveitou para se maquiar. “Tenho quase 38 anos de secretaria de Educação e faço questão de ser participativa em todos os eventos que posso. Nossa vida é muito agitada, temos que aproveitar essas oportunidades”, frisa. Já a assessora de contabilidade Érika Gama ficou chocada com as informações nutricionais dos alimentos. “Eu não sabia que uma garrafinha de refrigerante tão pequena tinha tanto açúcar”.


A animação do evento ficou por conta da Smece Band, com um repertório repleto de sucessos como Tim Maia, Melim e Raça Negra. Depois, estudantes do Centro Municipal de Educação Integral- Cemei do Parque Aurora fizeram a apresentação cênica “Pega a Visão”. Um trabalho construído nas oficinas de teatro e expressão corporal através das histórias dos estudantes, com direção de Carol Franklin e Luciano de Paula.


A médica Luci Moreira contou um pouco sobre a história do Outubro Rosa no mundo e frisou a importância do autoexame e passou dados. “São mais de 500 mil mortes por ano no mundo. No Brasil, só este ano, a estimativa é de 60 mil novos casos. Nós precisamos chamar atenção da sociedade para este problema de saúde pública, para importância do diagnóstico precoce. A mulher precisa conhecer a sua mama”, ressalta.




Caixa antecipa calendário para saques de até R$ 500 do FGTS

Novo calendário prevê a liberação para todos os saques ainda em 2019




21/10/2019 16:04:32.

A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira (21) que antecipou os saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para não correntistas do banco.


Com a mudança, todos os trabalhadores poderão fazer os saques ainda em 2019. O calendário anterior previa que trabalhadores nascidos de julho a dezembro só fariam os saques em 2020.


Apesar da mudança na data de início das liberações, a data limite para que o trabalhador faça o saque continua sendo 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até esta data, os valores retornam para a conta do FGTS.


Os saques de R$ 500 do FGTS para não correntistas do banco nascidos em janeiro começaram na última sexta-feira (18).


No total, os trabalhadores que não são correntistas da Caixa somam 62,5 milhões de pessoas, que poderão sacar em torno de R$ 25 bilhões.


O saque imediato de até R$ 500 não tem relação com o saque-aniversário, que só começa a ser pago em abril de 2020 (veja mais informações sobre o saque-aniversário abaixo).


Essa liberação abrange contas vinculadas do FGTS que ainda estão recebendo depósitos do empregador atual e também de empregos anteriores, as chamadas contas inativas.


Segundo a Caixa, em cerca de 40 dias de saques já foram pagos mais de R$ 15,4 bilhões para cerca de 40% dos trabalhadores.


O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirma que, dos trabalhadores nascidos em janeiro e que tiveram os saques liberados na última sexta-feira, pouco mais de 10% se dirigiram ao atendimento presencial da agência.


Segundo Guimarães, as opções de pagamento disponibilizadas permitiram uma eficiência nos pagamentos. Com isso, explicou, o banco percebeu que consegue atender a demanda mesmo com a antecipação.


Novo calendário para quem não tem conta poupança na Caixa:


aniversário em janeiro: saque a partir de 18/10/2019

aniversário em fevereiro e março: saque a partir de 25/10/2019

aniversário em abril e maio: saque a partir de 08/11/2019

aniversário em junho e julho: saque a partir de 22/11/2019

aniversário em agosto: saque a partir de 29/11/2019

aniversário em setembro e outubro: saque a partir de 6/12/2019

aniversário em novembro e dezembro: saque a partir de 18/12/2019


Como serão os saques para quem não tem conta poupança na Caixa


Valores de até R$ 100 por conta: saque será feito nas lotéricas, com apresentação do CPF e documento de identificação.


Valores de até R$ 500 por conta: saque nas lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui, com documento de identificação e Senha Cidadão ou Cartão Cidadão e senha.


Caso não possua o Cartão do Cidadão, poderá sacar nos caixas eletrônicos da Caixa utilizando o CPF e a Senha Cidadão. Em caso de saque na agência, deve apresentar documento de identidade com foto, número do CPF e Carteira de Trabalho ou Cartão Cidadão e senha.


A Caixa informou que não será cobrada tarifa quando o trabalhador optar por transferir o valor do saque imediato para outros bancos.


O saque imediato no valor de até R$ 500 não tira o direito do trabalhador ao saque do FGTS por motivo de rescisão contratual nem ao recebimento de multa dos 40% sobre o valor, bem como não impede o saque para as demais modalidades como aposentadoria, aquisição da casa própria e doença grave.


Ninguém é obrigado a sacar o dinheiro do FGTS. Se não houver a retirada, o dinheiro permanece no fundo, ganhando rentabilidade.


No ano passado, por exemplo, as contas do FGTS renderam 6,18% com os juros fixos de 3% ao ano mais TR (Taxa Referencial) e a distribuição de 100% do lucro líquido do fundo (R$ 12,2 bilhões, pagos em agosto deste ano, sobre o saldo de dezembro de 2018).

 

Portanto, as contas do FGTS renderam mais que a poupança e o CDB, que em 2018 tiveram rendimentos de 4,62% e 6,06%, respectivamente.


Horário de funcionamento das agências


A Caixa informou que vai ampliar em duas horas o horário de funcionamento de 2.346 agências. A lista das agências que terão o horário ampliado pode ser consultada no site da Caixa.


Segundo informou o vice-presidente Agente Operador do banco, Paulo Angelo, nos dias 25 e 28 de outubro as agências abrirão uma hora antes e fecharão uma hora depois. No sábado 26 de outubro as agências funcionarão de 9h às 15h.


Angelo explicou que para os próximos calendários a Caixa ainda vai analisar a forma de ampliar o atendimento, dependendo da demanda verificada.


Nesta sexta-feira (25) os saques-imediatos estarão liberados para trabalhadores nascidos em fevereiro e março.


Entenda o saque-aniversário do FGTS


Nesse caso, os saques serão anuais e começarão em abril de 2020, de acordo com o mês em que o beneficiário nasceu. Veja o calendário do saque aniversário:


nascidos em janeiro e fevereiro – saques de abril a junho de 2020;

nascidos em março e abril – saques de maio a julho de 2020;

nascidos em maio e junho – saques de junho a agosto de 2020;

nascidos em julho – saques de julho a setembro de 2020;

nascidos em agostos – saques de agosto a outubro de 2020;

nascidos em setembro – saques de setembro a novembro de 2020;

nascidos em outubro – saques de outubro a dezembro de 2020;

nascidos em novembro – saques de novembro de 2020 a janeiro de 2021;

nascidos em dezembro – saques dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.


A partir de 2021, o saque poderá ser feito do mês do aniversário até os dois meses seguintes.

O valor do saque anual será um percentual do saldo de todas as contas do trabalhador. Para contas com até R$ 500, será liberado 50% do saldo, percentual que vai se reduzindo quanto maior for o valor em conta.


Para as contas com mais de R$ 500, os saques serão acrescidos de uma parcela fixa. Portanto, os cotistas com saldo menor poderão sacar anualmente percentuais maiores.


O trabalhador ficará impedido de retirar o valor integral do FGTS na rescisão do contrato de trabalho. No entanto, ele continua tendo direito ao pagamento da multa dos 40% em cima do valor total.


Em caso de arrependimento, o trabalhador só poderá retornar ao chamado saque-rescisão após dois anos a partir da data de adesão ao saque-aniversário.


No entanto, o trabalhador que optar pelo saque-aniversário continuará tendo direito à retirada do saldo do FGTS para a casa própria, em caso de doenças graves, de aposentadoria e de falecimento do titular e para as demais hipóteses previstas em lei para o saque.


O banco disponibilizou os canais de atendimento para que o trabalhador com conta do FGTS, ativa ou inativa, realize a opção. Eles são os seguintes:


APP FGTS (o aplicativo é o Caixa FGTS e está disponível tanto para aparelhos com sistema Android quanto aqueles com iOS)


Fonte: G1




Hospitais no Ministério Público para receber três meses da Prefeitura; Vídeos

Diretores dos quatro maiores hospitais de cidade entraram com representação por atrasos de repasses




21/10/2019 16:04:01.

(Veja vídeos ao final das informações) - Os quatro hospitais filantrópicos de Campos—Santa Casa, Beneficência Portuguesa, Alvaro Alvim, e Plantadores de Cana-- protocolaram, na tarde desta segunda-feira (21), uma representação na 3ª promotoria de Tutela Coletiva do Ministério Público (MPRJ), em Campos, por conta da falta de pagamento de três meses por parte da Prefeitura de Campos.


O advogado Paulo Paes Filho, representante da Santa Casa, disse ao Campos 24 Horas que as instituições se uniram através do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Estabelecimentos de Serviços de Saúde da Região Norte Fluminense (Sindhnorte), levando ao Ministério Público uma representação na qual explicam a situação precária e listam as necessidades em razão do atraso no pagamento na complementação municipal por parte da Prefeitura e, assim, tentam uma conciliação junto Município.


Segundo o advogado, estão vencidos os meses de julho, agosto e setembro e, se não forem pagos, as unidades correm risco de fechar por falta de insumos, pagamento de médico e funcionários. Ele destacou também que os quatro hospitais representam 70% do atendimento da região, o que prejudicaria não só a população de Campos, mas também outras cidades da região.


A respeito do assunto, o Secretário de Saúde Abdu Neme, concedeu entrevista exclusiva ao Campos 24 Horas na última sexta-feira(AQUI).


VEJA VÍDEOS:







Instagram pode ganhar ferramenta para melhorar "qualidade" do seu feed

A pesquisadora também informa que o Instagram pode criar grupos relacionados a afinidades como esportes, música, filmes e outros temas




21/10/2019 16:04:05.

O Instagram está testando uma nova ferramenta para agrupar seguidores na rede social. A novidade pode ajudar a gerenciar várias pessoas ao mesmo tempo e dar uma forcinha na hora de fazer aquela limpa no seu perfil.


A informação vem da pesquisadora Jane Manchun Wong, que geralmente antecipa recursos e funcionalidades das redes sociais. Ela teve acesso à ferramenta que pode criar grupos de acordo com interação e até mesmo interesses.


Segundo Wong, os grupos serão criados exatamente para facilitar o gerenciamento de várias contas ao mesmo tempo e serão propostos automaticamente. Por exemplo, o agrupamento dos perfis com quem você menos interage, ou outro com os que são mais mostrados no seu feed. Todos baseados na sua utilização dos últimos 90 dias.


A pesquisadora também informa que o Instagram pode criar grupos relacionados a afinidades como esportes, música, filmes e outros temas.


A ideia pode ser criar uma ferramenta parecida com as listas do Twitter, usada por muitas pessoas para ser uma espécie de segundo feed filtrado. Assim, caso você escolha ver somente os perfis de determinados assuntos, a sua timeline passa a ser monotemática.


Apesar da descoberta de Wong, ainda não há informações de se ou quando essa ferramenta será adicionada ao app. Contudo, a pesquisadora tem um bom histórico em acertar suas antecipações.


Fonte: Canaltech




XI Mostra de Extensão abordará Bioeconomia e Sustentabilidade

Evento, aberto ao público e com programação diversificada, começa no dia 22/10, no Centro de Convenções da Uenf, em Campos




21/10/2019 15:03:41.

A XI Mostra de Extensão, que integra o Instituto Federal Fluminense (IFF), a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), será realizada de 22 a 25 de outubro, no Centro de Convenções da Uenf, em Campos-RJ.


 O evento, que faz parte da programação da 16.ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, tem como tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável” e visa promover o diálogo entre a comunidade científica e não científica com o objetivo de adotar estratégias que busquem soluções para os problemas regionais e, consequentemente, reduzam as desigualdades sociais.


 A Mostra será aberta na próxima terça-feira, dia 22, às 15h30min, com a participação de gestores das quatro instituições organizadoras e apresentação cultural do Coral da Uenf. Em seguida, o professor Chico Alencar, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), ministra a conferência de abertura com o tema “Um Olhar Histórico: potencial da bioeconomia no Brasil, montagem do estado nacional e mazelas socioambientais”.  


 A programação, aberta ao público, contará com palestras, mesas-redondas, apresentações culturais e de trabalhos científicos dos estudantes das instituições de ensino. Ao todo, o evento recebeu 1.056 inscritos, com submissão de 230 trabalhos, sendo 49 do IFFluminense.


 “É um momento anual ímpar de promoção do diálogo entre as diversas instituições e agentes que realizam Extensão. E para conseguirmos abranger toda a diversidade que essa área representa, são quatro as modalidades de apresentação: oral, banner, mesa de discussão e ciranda cultural, que reúne os participantes dos programas de diversidade do IFF”, ressalta Juliana Vidigal, diretora de Políticas Sociais e Relações Empresariais do Instituto e uma das organizadoras do evento.


 Juliana também destaca, entre as atrações da Mostra, o Ciência no Bar e o Leitura no Bar, que terá lançamento de livros da comunidade acadêmica das instituições organizadoras; além do II Encontro da Agricultura Familiar, com a discussão da temática da Certificação Participativa de Alimentos Orgânicos. “Esperamos que o evento seja um sucesso, como nos anos anteriores. As palestras de abertura e de encerramento, assim como as mesas-redondas, trazem discussões muito importantes, dos temas mais atuais e alinhados à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia”, afirma.


 A programação completa está disponível no site do evento. A Mostra será encerrada no dia 26 de outubro com a realização de uma Feira de Ciências, das 10 às 16h, no Jardim São Benedito, em Campos.




PETI reforça canais de comunicação para denunciar trabalho infantil

A coordenadora do PETI, Bianca Firmino, explicou que o MPT, o CT e o CMPDCA são órgãos fiscalizadores e responsáveis por receber as denúncias




21/10/2019 15:03:06.

(TEXTO RETIRADO DO SITE DA PREFEITURA) - Para diminuir as estatísticas relacionadas ao trabalho irregular de crianças e adolescentes, o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) reforçou os canais de comunicação disponíveis para denúncias. O secretário municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Marcão Gomes, informou que, em caso de violação dos direitos desses indivíduos, a população deve acionar um dos cinco polos do Conselho Tutelar (CT) do município, CMPDCA (Conselho Municipal de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente CMPDCA - (22) 98175-0304), MPT (Ministério Público Federal (22) 27310531) ou Disque 100, de qualquer lugar do Brasil. 


— Temos equipes de abordagem orientando a população diariamente em diversos pontos da cidade. Quando nossos profissionais identificam algum caso, direcionam para um dos nossos três Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) para fazer o acompanhamento. Mas, se a população em geral identificar alguém nessa situação e desejar denunciar, pode também procurar a nossa Secretaria de Desenvolvimento Humano, pelo telefone (22) 98175-1350, e faremos os devidos encaminhamentos — explicou Marcão.


Segundo a diretora de Proteção Social Especial (DPSE) Anne Caroline Cardoso, o PETI, assim como os demais programas do Departamento, visa acompanhar os casos e superar as violações de direitos dos indivíduos e suas famílias que vivenciam situações como essa. 


— As crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil notificadas pelas equipes de abordagem social são acompanhadas com seus responsáveis pelos CREAS para que o direito de ser criança e ter infância seja garantido. A Diretoria da Proteção Social Especial tem realizado reuniões, grupo de trabalho com os Conselhos Tutelares e capacitações dos profissionais que atuam nessa violação, buscando a erradicação dos casos. Também elaboramos o fluxo de atendimento da abordagem social e o apresentamos ao Ministério Público e Conselheiros Tutelares. Acreditamos que o trabalho realizado em rede alcança resultados significativos — acrescentou Anne.


A coordenadora do PETI, Bianca Firmino, explicou que o MPT, o CT e o CMPDCA são órgãos fiscalizadores e responsáveis por receber as denúncias. 


— Eles averiguam e encaminham para o PETI que atua como órgão de apoio e acompanhamento. Os CREAS não funcionam como canal de denúncia, mas integram a rede de atendimento e acompanhamento, após a identificação dos casos — disse Bianca.




Sarampo: 344 crianças foram vacinadas no Dia D em Macaé

O Dia D mostrou que pais estão atentos quanto à imunização




21/10/2019 15:03:00.

Carilane Amaral, de 36 anos, levou a filha Ester Amaral, para vacinar contra o sarampo na Casa da Vacina, no sábado (19), Dia D de Mobilização contra a doença, quando, em Macaé, 36 postos aplicaram a imunização em 344 crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias. No Pronto-Socorro Aeroporto foi a vez de Keila Mendonça, de oito meses, ser vacinada, levada pela mãe, Fernanda Vieira, de 35 anos.


"É importante trazermos nossos filhos para garantir a imunidade contra esta doença que está matando", comentou Carilane. De mesma opinião, Fernanda Vieira disse que tomou conhecimento da campanha pela mídia. "Agora sigo tranquila sabendo que minha filha está imunizada", comemorou.


Alguns pais levaram seus filhos nas unidades e os profissionais de saúde informaram que não era necessária uma nova vacina para as crianças que tomaram as doses recomendadas da tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Foi o caso na Casa da Vacina de Ananda Michelim, de dois anos e três meses, levada pela avó Ana Medina, de 72 anos. "Foi ótimo o Dia D porque de segunda a sexta não conseguimos vaga para estacionar, hoje foi mais fácil. No entanto, como minha neta está com a caderneta em dia, não precisou reforçar a dose", destacou Ana Medina.


O Dia D mostrou que pais estão atentos quanto à imunização. No Pronto-Socorro Aeroporto, Joseane Aparecida de Aguiar, de 30 anos, levou a filha Sofia de Aguiar Araújo, de três anos, mas também não houve necessidade. "Soube por rede social, é muito importante a imunização", ressaltou Joseane.


A intensificação segue até o dia 25 para crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias em todas as unidades de Estratégia Saúde da Família, Casa da Vacina, Pronto-Socorro Aeroporto e UBS Barramares. No entanto, a Secretaria de Saúde informou que a tríplice está disponível para a vacinação de rotina em todas as unidades. Pais devem levar a caderneta de vacinação para que o profissional de saúde faça a avaliação necessária.


Campanha contra sífilis também é intensificada


No Pronto-Socorro Aeroporto, também no sábado (19), foi realizada testagem de sífilis dentro da campanha Xô Sífilis. Uma tenda foi montada na Rua Tancredo Neves para a divulgação de informações sobre a doença e distribuição de preservativos.


Alunos da área de saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), enfermeiros das unidades do Estratégia Saúde da Família (ESF), o IST/Aids e Saúde da Mulher apoiaram a campanha.


A testagem apresenta o resultado em 30 minutos e a campanha continua neste sábado (26) no calçadão da Avenida Rui Barbosa; no dia 9 de novembro no ESF Malvinas; no dia 16 no ESF Ajuda de Baixo e no dia 23 na Fronteira.


Fonte: Ascom-Macaé