Com o impacto das medidas do governo Wladimir, Campos tem boom de empreendedorismo

Quase 5 mil novos microempreendedores se formalizaram em 9 meses. Município já conta com 32 mil




26/09/2021 02:02:51.

O aumento de empreendedores formais significa que Campos tem um grande número de pessoas que abrem seus negócios e tem motivos para acreditar que o cliente vai aparecer. E não é sem razão que Campos tem se destacado na formalização de Microempreendedores Individuais (MEIs) nos últimos nove meses: o cenário econômico do município mudou após ajustes do Governo Wladimir Garotinho. E um dado levantado pelo Campos 24 Horas chama a atenção: Campos está entre as cidades do estado que teve saldo positivo de empregos este ano (veja o lugar que a cidade ocupa ao final desta matéria). O subsecretário de Desenvolvimento Econômico da prefeitura, Felipe Knust, fala ao Campos 24 Horas a respeito da volta do crescimento do número de  microempreendedores. (leia mais abaixo)


“Campos tem largado na frente em comparação com outras cidades da região e do Estado. Só este ano,  já são 4.298 MEIs até este mês, enquanto em todo o ano passado foram 4.090. Isso mostra a recuperação econômica do município após a fase mais difícil da pandemia. Hoje já contamos com cerca de 32 mil microempreendedores individuais”, disse Felipe Knust, que acrescentou:  (leia mais abaixo)


“O MEI é um grande instrumento de formalização implantado pelo governo federal que veio para facilitar a vida dos antigos autônomos. Com a formalização do seu negócio ele tem acesso a uma gama de vantagens como garantias trabalhistas e previdenciárias. Se o microempreendedor vier a falecer, o cônjuge terá amparo previdenciário. Da mesma forma, a mulher grávida empreendedora terá o mesmo direito. O MEI também tem direito a benefícios em caso de acidente de trabalho e acidente em geral”, enumera Knust.   (leia mais abaixo)


Para Felipe Knust, o empreendedorismo tem sido uma tendência mundial. Em Campos, o ramo de alimentação tem despontado no ranking das demandas. “São doceiras, pequenas lanchonetes, pessoas que começaram a vender quentinhas em casa e viram o negócio crescer até montar um pequeno restaurante. Há outros ramos, no comércio ou na prestação de serviços, mas essas são atividades em franca expansão”, explicou. (leia mais abaixo)


Para se enquadrar e ser cadastrado como MEI, o microempreendedor precisa ter até um funcionário com carteira assinada e registrar um faturamento de até R$ 81 mil/ano, mas este valor pode ser ampliado para R$ 130 mil em 2022. “O Congresso está apreciando a matéria e deve ser sancionado pelo presidente da República no próximo ano”, concluiu.  (leia mais abaixo) 


- Os números comprovam que a cidade vem recuperando a credibilidade e as pessoas estão voltando a investir e Campos vai voltar a ser protagonista no cenário nacional no setor econômico, como já foi. Os ajustes feitos neste primeiro ano de gestão são, justamente, para recuperar a capacidade de investimento e isso já vem sendo percebido através dos dados que temos apresentado em número de vagas de emprego, de abertura de empresas e, agora, do crescimento dos MEIs -, destaca o prefeito Wladimir Garotinho. (leia mais abaixo)


Em Campos, o atendimento da prefeitura aos MEIs é realizado no Espaço do Empreendedor, que funciona nos altos da Rodoviária Roberto Silveira, no Centro. (leia mais abaixo)


CAMPOS ENTRE AS 4 CIDADES DO ESTADO - Neste período, as micro e pequenas empresas de 84 cidades tiveram saldo líquido positivo de empregos. Com destaque para capital (24,5 mil vagas), Niterói (2,5 mil), Duque de Caxias (2,4 mil), Campos dos Goytacazes (1,9 mil) e São Gonçalo (1,8 mil). (leia mais abaixo)


No ranking nacional, no mês de junho, as micro e pequenas empresas do Rio de Janeiro ficaram em terceiro lugar, ficando atrás de São Paulo (55,4 mil vagas) e Minas Gerais (25,9 mil vagas).  (leia mais abaixo)


Já se foi o tempo em que os megaempreendimentos tinham enorme capacidade de gerar postos de trabalho. Hoje, com a globalização financeirizada e elevado índice de automatização, os conglomerados perdem espaço neste particular para as micro e pequenas empresas, que somente no Estado do Rio de Janeiro foram responsáveis por 89% das vagas criadas no primeiro semestre do ano. 




Sintomas cardíacos que nunca devem ser ignorados

Um sinal é a dor nas costas ou braços; os homens normalmente sentem isso no lado esquerdo




26/09/2021 00:12:19.

Hipertensão arterial, sedentarismo, diabetes, alimentação rica em gordura, idade avançada, estresse, obesidade, tabagismo... Esses são alguns dos principais fatores que predispõe a um infarto agudo do miocárdio. Os homens dominam os casos de infarto, no entanto, tem crescido a incidência do mal entre as mulheres – que também entraram no ritmo alucinante da vida moderna e se tornaram, também, alvos mais fáceis do problema. (leia mais abaixo)


Infelizmente, há alguns sinais que o corpo dá de que algo está errado, mas muitos ignoram. Não faça isso. Abaixo uma lista com os mais comuns: (leia mais abaixo)



  • Dor no peito


Este é o sinal mais comum de um ataque cardíaco, mas nem sempre é uma dor súbita e esmagadora. Pode ser mais uma sensação desconfortável – como aperto ou peso. Você pode confundi-lo com azia. Pode durar mais de alguns minutos ou ir embora e voltar.



  • Dor no braço ou nas costas


Os homens normalmente sentem isso no braço esquerdo, mas as mulheres podem sentir em ambos. Seus braços podem parecer pesados ou “inúteis”. Pode ser um sinal de angina ou um ataque cardíaco. A dor pode começar no peito e depois mover-se para a parte superior ou inferior das costas. Desconfie se a dor surgir do nada ou te acordar à noite e não parecer ligada a uma articulação ou músculo em particular.



  • Dor no pescoço ou mandíbula


Você pode sentir dor acima dos ombros quando está tendo um ataque cardíaco. Seu maxilar inferior, em um ou ambos os lados, pode doer ou ficar tenso. Seu pescoço pode doer ou você pode ter uma sensação de asfixia ou queimação na garganta.



  • Fadiga incomum


Todo mundo está sempre ocupado, então é normal se sentir cansado de vez em quando. Mas isso é uma bandeira vermelha para ataque cardíaco se você, de repente, “apagar”. Talvez você esteja muito desgastado depois da rotina típica de exercícios ou esteja exausto apenas por caminhar para o banheiro. Você também pode se sentir esgotado, mas mesmo assim não consegue dormir.



  • Desmaios e náuseas


Você pode sentir que vai desmaiar. Desmaios acontecem quando sua pressão sanguínea está baixa e seu coração não está bombeando a quantidade certa de oxigênio para o cérebro. Pode ser porque você está superaquecendo, mas as condições cardíacas também podem ser as culpadas. Náuseas e falta de apetite também podem ser sinais de problemas com seu coração. (leia mais abaixo)



  • Suor e dificuldade para respirar


Se você está tendo um ataque cardíaco, pode suar, mesmo que não esteja fazendo força. Você pode sentir frio, ter falta de ar como se tivesse corrido uma maratona, mesmo que não tenha saído do sofá. Quando você se deita, pode ser ainda mais difícil respirar.



  • Tosse e chiado


Falta de ar com tosse regular e chiado podem ser sinais de insuficiência cardíaca. É quando seu coração não bombeia bem o suficiente para abastecer seu corpo com todo o sangue e oxigênio que precisa. Quando você tem insuficiência cardíaca, sangue e fluidos podem voltar para seus pulmões. Você pode ter dificuldade em respirar ou ouvir um barulho quando você inala. Você pode tossir muco rosado.



  • Inchaço


Você pode ter seus pés, tornozelos, pernas ou estômago inchados se tiver insuficiência cardíaca. Você pode notar que seus sapatos estão apertados. À medida que o fluxo de sangue para fora do coração diminui, o sangue volta para ele através das veias. Isso faz com que o fluido se acumule em pontos que não deveria. Seus rins, por exemplo, não podem se livrar de água e sal, o que leva a mais inchaço.



  • Problemas para se locomover


Quando você tem insuficiência cardíaca, seu corpo move o sangue e o oxigênio que ele carrega de áreas que não são tão importantes, como seus membros, e o envia para o cérebro e o coração. Isso torna o movimento mais difícil. Atividades regulares, como passear com o cachorro ou subir e descer escadas, podem ser difíceis de realizar. À medida que seu coração fica mais fraco, simplesmente se vestir ou andar pela sala pode cansá-lo.



  • Frequência cardíaca rápida


Com insuficiência cardíaca, seu coração pode bater rápido para compensar sua falta de energia de bombeamento. Você pode sentir que ele está acelerado.



  • Arritmia


Um distúrbio do ritmo cardíaco, como a fibrilação atrial, pode fazer com que seu coração bata rápido e fora de sincronia. Algumas pessoas descrevem a sensação como uma vibração ou como um peixe se debatendo dentro de seu peito. A fibrilação atrial pode levar a coágulos sanguíneos e derrame se você não tratá-la. É possível que você não note nada incomum sobre a forma como seu coração bate, mas você pode se sentir com falta de ar, cansado ou tonto.



  • Ronco alto


Se está acontecendo todas as noites, você pode ter apneia do sono. Essa é uma condição que causa pausas na respiração enquanto você dorme. Está ligado à fibrilação atrial e pode aumentar o risco de pressão alta e diabetes tipo 2. Se você não receber tratamento, pode ter uma maior chance de problemas cardíacos com risco de vida.



  • Disfunção erétil


Se você tem esse problema com frequência, pode ser um sinal de que tem doença cardíaca. Vasos sanguíneos em seu pênis podem estar entupidos, assim como vasos ao redor do seu coração podem ficar bloqueados. Sem um bom fluxo sanguíneo, é difícil conseguir e manter uma ereção. Fale com seu médico se você tem disfunção erétil para descobrir o que está acontecendo. (leia mais abaixo)



  • Quando obter ajuda de emergência


Obtenha ajuda médica imediatamente se acha que você ou alguém com quem está tem algum dos sintomas de um ataque cardíaco. Um tratamento rápido pode reduzir as chances de danos ao seu coração. Ligue para o 192 se tiver: 


- Dor, pressão ou aperto no peito;

- Dor ou desconforto que se espalha para seus ombros, costas, pescoço ou braços;

- Dificuldade em respirar;

- Tontura, vertigem ou desmaio;

- Suor e náusea.


Fonte: Dr. Jairo Bouer




Fases da lua influenciam na qualidade do sono, diz estudo

Estudo também mostrou que homens têm uma qualidade de sono ainda pior




25/09/2021 23:11:44.

Existem inúmeros fatores que podem afetar a qualidade do sono: estresse, uso de telas antes de dormir, alimentação, etc. No entanto, um estudo recente realizado pela Universidade de Uppsala, na Suécia, mostrou que as fases da lua também podem influenciar nisso! (leia mais abaixo)


Para chegar a essa conclusão, mais de 800 participantes foram avaliados enquanto dormiam, seja durante a lua crescente (quando a quantidade de iluminação na lua está aumentando) ou uma lua minguante (quando sua área de superfície visível está diminuindo). (leia mais abaixo)


Os pesquisadores descobriram que tanto homens quanto mulheres dormiam pior durante a lua crescente do que na lua minguante. No entanto, esse efeito foi particularmente pronunciado nos homens, de acordo com a equipe.


Por que a lua poderia influenciar no sono?

É provável que o cérebro humano responda ao luar quando a iluminação da lua está aumentando (durante a lua crescente), mantendo-nos acordados.


Isso poderia ser mais pronunciado em homens, porque os cérebros masculinos são mais responsivos à luz ambiente do que os cérebros femininos, como já mostraram pesquisas anteriores.


Mas essa história de que a lua afeta ou não nosso sono tem sido uma questão controversa entre os cientistas – muitos consideram a ideia de que estamos de alguma forma inatamente conectados à lua como uma pseudociência.


Mas qualquer um que tenha mais dificuldades para dormir durante um determinado período de 15 dias, em comparação com o período de 15 dias seguinte (que combinados, aproximadamente formam um ciclo lunar), pode muito bem ser afetado por mudanças na luz lunar, sugere esse novo estudo.


A pesquisa foi conduzida por Christian Benedict, professor associado do Departamento de Neurociência da Universidade de Uppsala, e publicado na revista Science of the Total Environment.


“Nossos resultados foram robustos para ajustes de problemas crônicos de sono e gravidade da apnéia obstrutiva do sono”, disse o professor Benedict. “Nosso estudo, é claro, não consegue distinguir se a associação do sono com o ciclo lunar foi causal ou apenas correlativa”. (leia mais abaixo)


Durante o ciclo lunar de 29,5 dias, observamos uma lua nova (com iluminação de 0 por cento), uma lua crescente (quando a quantidade de iluminação na lua está aumentando), uma lua cheia (iluminação de 100 por cento) e, em seguida, uma lua minguante (quando sua área de superfície visível está ficando menor).


Fonte: Dr. Jairo Bouer




Problema intestinal pode aumentar depressão e ansiedade




25/09/2021 23:11:29.

As bactérias que povoam a flora intestinal cumprem funções de proteger o organismo humano. Elas são chamadas de bactérias do bem e impedem o crescimento de bactérias nocivas, equilibrando o meio interno e externo do intestino, além de processar substâncias, como a bile. Essa convivência positiva, já bem conhecida da ciência, vem ganhando novos contornos com estudos recentes mostrando a influência de alterações na microbiota intestinal no desencadeamento de estados depressivos e crises de ansiedade. (leia mais abaixo)


Luiz Fernando Ferraz da Silva, professor do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina (FM) de São Paulo e coordenador do curso de Medicina da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB), ambas da USP, afirma que essas alterações intestinais podem ocorrer por mudanças abruptas nos hábitos alimentares e pelo uso de alguns medicamentos, como antibióticos administrados por via oral. O resultado, segundo o professor, é a destruição de parte da flora intestinal, afetando a permeabilidade do intestino e tornando o ambiente "mais pró-inflamatório, porque chegam bactérias estranhas", explica. Com isso, há "liberação de citocinas e mediadores químicos que vão alterar a sinalização que é dada do intestino para o cérebro", que, de certa forma, ao senti-la, "vai sofrer alterações relacionadas". (leia mais abaixo)


Relação entre o intestino e o cérebro


Ainda são necessárias mais investigações sobre o eixo intestino/cérebro. Mas, adianta o especialista, a relação intestino/cérebro é dada fundamentalmente por meio do sistema nervoso autônomo, das fibras do sistema nervoso autônomo simpático e parassimpático que controlam as funções intestinais. Assim, há o envio de informações do cérebro para regular o intestino, mas também há o retorno para o cérebro. Esse processo, afirma Silva, implica que "qualquer tipo de substância liberada no intestino, como, por exemplo, os mediadores inflamatórios, ou toxinas de bactérias estranhas, pode ser sinalizado através do nervo vago e atuar sobre o sistema nervoso central".


Para o professor, o conhecimento do efeito das bactérias e do microbioma no sistema nervoso central, nas condições neurológicas e neuropsiquiátricas, deixa mais evidente a integração de todos os órgãos e sistemas do corpo humano. "Pequenas alterações em um local podem ter repercussões sistêmicas em diversos processos", avalia o especialista, adiantando que cada indivíduo possui microbiota própria, que depende de seu estilo alimentar e faixa etária. Nesse sentido, o que indica uma flora normal e saudável é individualizado no equilíbrio do perfil nutricional, de vida e de hábito intestinal de cada pessoa.


Com isso, Silva faz alerta para que alterações na dieta e no uso de medicamentos sejam feitas apenas sob orientação médica, pois, "às vezes, achamos que estamos tratando uma coisa e, na verdade, estamos desequilibrando todo o sistema". (leia mais abaixo)


Acompanhamento profissional em quadros psiquiátricos


A importância dos impactos da microbiota intestinal nos "aspectos psíquicos e de estresse", segundo o professor, não significa que a flora intestinal saudável, isoladamente, vá resolver esses problemas. Mesmo que possa contribuir com estratégias terapêuticas, minimizando "o efeito potencializador que pode aparecer quando há um desequilíbrio desse microbioma", afirma, quadros psiquiátricos e distúrbios neurológicos devem ser acompanhados integralmente por seus devidos profissionais.


Fonte: Viva Bem




Cuidado: brinquedos com hidrogel podem levar à morte; entenda por quê

Segundo pediatra, brinquedos do tipo até são muito gostosos de apertar, mas são extremamente perigosos para as crianças, independentemente da idade




25/09/2021 23:11:14.

Uma mensagem anda circulando nas redes sociais e alerta para o risco de o hidrogel (presente em alguns brinquedos) ser engolido por crianças e causar problemas à saúde. No conteúdo, pais relatam casos em que os filhos engoliram o objeto, que se expandiu e causou obstrução intestinal e dos pulmões. (leia mais abaixo)


O risco é real. Segundo Marcello Creado Pedreira, médico pediatra do Hospital Sírio-Libanês, brinquedos do tipo até são muito gostosos de apertar, mas são extremamente perigosos para as crianças, independentemente da idade. (leia mais abaixo)


As crianças menores têm mais riscos de ingerir, colocar dentro do ouvido ou nariz, mas as maiores também podem, acidentalmente, engolir. Portanto a recomendação é: não permita que seu filho brinque com nada que contenha essas bolinhas.


Quais os riscos de hidrogel nos brinquedos?


"A criança pode colocar isso na boca propositalmente ou acidentalmente e acabar engolindo", diz Pedreira, acrescentando que a substância tem uma grande capacidade de absorção de água e por isso é usada em cremes ou pomadas para tratar cicatrização de feridas e hidratação, pois consegue manter a região umedecida.


No caso de quem as engole, o problema é que dentro do estômago nós temos líquido, e como as bolinhas são porosas e absorvem líquidos, elas crescem de tamanho. "Agora imagine várias delas dentro da barriga da criança ou do adulto. Uma bolinha junto com a outra pode causar uma obstrução intestinal com certeza. Inclusive, na própria bula das pomadas têm recomendação: cuidado, risco de alergia ou risco de anafilaxia", explica Pedreira.


Há também a hipótese de a criança engolir e essas bolinhas irem parar no pulmão. "Como o pulmão também é úmido, a bolinha cresce e o resultado também é a obstrução do órgão, isto é, ela pode entupir a saída e a entrada de ar e a criança parar de respirar, o que pode levar à morte", enfatiza Pedreira. "É como se estivesse apertando o pescoço da criança", completa.


Pode acontecer, às vezes, de a bolinha não entupir uma área importante e a criança continuar respirando, mas mesmo assim o organismo reage contra aquele corpo/substância estranho, causando infecções importantes, como pneumonia, doença que também pode ser fatal.


Dificuldade no diagnóstico


Caso a criança tenha engolido algumas dessas bolinhas sem os responsáveis terem visto, os médicos terão dificuldade para diagnosticá-la. "Ela não dá para ser vista como um corpo estranho no raio x, porque é transparente", comenta Pedreira. (leia mais abaixo)


Segundo o médico, esse é um dos motivos pelos quais algumas crianças morrem sem ter um diagnóstico fechado. Contudo, vale dizer que essa substância não é um veneno. O líquido, em si, portanto, não mata, caso seja ingerido. O problema, como já dito, é quando as bolinhas são ingeridas, absorvem líquidos e obstruem os órgãos.


Fonte: Viva Bem




Como o Instagram pode impactar a autoestima e a saúde mental das garotas

A reportagem faz parte da série investigativa “Os Arquivos do Facebook”




25/09/2021 23:11:13.

Um dos assuntos mais comentados na última semana no mundo do comportamento e das tecnologias foram os estudos internos do Facebook "vazados" pelo jornal norte-americano "The Wall Street Journal", em que a maior rede social do mundo reconheceria efeitos negativos do Instagram (que faz parte do grupo) na saúde mental dos jovens, principalmente das garotas adolescentes. (leia mais abaixo)


A reportagem faz parte da série investigativa "Os Arquivos do Facebook", em que o jornal mostra a distância que parece existir entre o discurso público do Facebook e a realidade de dados e relatórios que a rede possui. (leia mais abaixo)


Insatisfação com o corpo

O assunto também foi tema de matéria no "El País". De acordo com os documentos, o Facebook teria realizado estudos nos últimos anos sobre possíveis efeitos "tóxicos" do Instagram sobre seus usuários. Os adolescentes apareceram como grupo mais sensível. Quase um terço das garotas disse que o Instagram piora a insatisfação com seus corpos, o que revela um grande impacto da rede sobre a autoestima dessas jovens.


O tema é delicado, já que, segundo o "The Wall Street Journal", 40% dos usuários do Instagram nos EUA têm menos de 22 anos. Outro estudo interno feito com jovens norte-americanas e britânicas mostrou que quase a metade delas começou a se sentir menos atraente após usar o Instagram.


E aqui uma pausa nos dados para analisar um pouco a questão das imagens e da popularidade nas redes sociais como fator de pressão sobre a autoestima e, por tabela, sobre a saúde mental dos jovens.


Identidade construída nas redes

O adolescente, em processo de busca de valores e da sua identidade, se espelha muito no outro, no grupo social em que está inserido, procura informações e padrões de comportamentos necessários para essa construção. No tempo antes das redes, essa identificação acontecia na escola, na rua, no shopping. Com o avanço do uso das redes sociais —e o Instagram não é a única plataforma com esse efeito—, o que se vê nelas tem um peso cada vez maior na construção dessa identidade.


Ao fazer comparações com os outros (influenciadores famosos ou amigos quase anônimos), o que aparece publicado e o que se apreende das imagens e postagens pode pesar na forma de se enxergar e de se perceber no mundo. (leia mais abaixo)


"Ao não relativizar que nas publicações alheias há edição das imagens, uso de filtros ou a escolha "calculada" do melhor momento e da melhor pose, o que o jovem vê pode se tornar tóxico para quem vive um momento sensível do ponto de vista de autoestima"


As críticas e o cyberbullying que podem chegar de forma quase imediata e, às vezes de maneira bastante violenta, também podem influenciar as emoções desses jovens, muitas vezes inseguros e inexperientes em relação ao seu corpo e às transformações que ele sofre.


Impacto maior entre as garotas

E não é à toa que esse impacto é desigualmente maior para as meninas, já que as cobranças por um modelo idealizado de beleza e aparência são muito mais pesadas sobre as mulheres. Não que eles não sofram! Dados desses estudos internos revelam que 14% dos garotos também se sentem pior quanto à sua autoestima quando ficam no Instagram.


Talvez o mecanismo mais perverso de toda essa situação é que, muitas vezes, mesmo reconhecendo os efeitos nocivos das redes sociais sobre sua saúde mental, os jovens têm uma tremenda dificuldade em conseguir se desligar das telas. É como se a tentativa de alívio do desconforto estivesse no próprio uso da plataforma. "Quem sabe vou conseguir aparecer melhor, ter mais likes e ser mais reconhecida pelos meus seguidores?"


Alívio da dor emocional

Como em outros processos com características de dependência, a busca pela saída ou pelo alívio de uma dor tende a começar pelo lugar errado, ou seja, pelo uso ainda mais frequente e intenso daquilo que provoca o sofrimento inicial. A construção de uma crítica sobre a causa real do desconforto e a busca por uma solução efetiva podem levar mais tempo e necessitar de uma ajuda externa. (leia mais abaixo)


Lógico que há efeitos positivos no uso das redes —e eles são inúmeros. Aproximar pessoas, dividir dores, desfazer fake news, combater preconceitos e mostrar caminhos mais saudáveis são apenas algumas dessas possibilidades. Mas se as redes sociais pudessem dividir de forma mais transparente seus dados e estudos com especialistas e com a sociedade, talvez ficasse mais fácil criar um caminho menos tortuoso e doloroso para muitos dos adolescentes que tanto tempo passam nelas.


Fonte: Dr. Jairo Bouer




Goytacaz empata com o Serra Macaense




25/09/2021 18:06:33.

O Goytacaz empatou em 1 a 1 com o Serra Macaense neste sábado (25), em jogo válido pela 3° rodada da Taça Maracanã. A partida teve início às 15h, no estádio do Aryzão. 




Inscrições para concurso da Caixa terminam nesta segunda; veja dicas

Banco oferece mil vagas exclusivas para pessoas com deficiência




25/09/2021 17:05:57.

Terminam na próxima segunda-feira (27), às 23h59, as inscrições para o concurso da Caixa para técnico bancário e técnico bancário na área de tecnologia da informação. Segundo o edital, que foi retificado na última quarta-feira (22), o banco oferece mil vagas de nível médio exclusivamente para pessoas com deficiência (PcD). Outras 100 vagas estão previstas para cadastro reserva. (leia mais abaixo)


As inscrições podem ser feitas na página da Fundação Cesgranrio e custam R$ 30. As provas serão realizadas no dia 31 de outubro. A data prevista para divulgação do resultado é 10 de dezembro, e a remuneração inicial é de R$ 3 mil. Com benefícios e auxílios, no entanto, a remuneração pode passar de R$ 4 mil. A Caixa oferece para seus funcionários auxílio refeição, auxílio creche, participação nos lucros e resultados e plano de carreira.(leia mais abaixo)


Para participar do concurso é necessário enviar relatório médico que comprove a condição do candidato. O documento deve ter sido emitido nos últimos 36 meses.(leia mais abaixo)


Confira a lista de distribuição de vagas por estado:


Acre

9 vagas

Alagoas

12 vagas

Amazonas

28 vagas

Amapá

6 vagas

Bahia

50 vagas

Distrito Federal

70 vagas + 100 para cadastro reserva (Tecnologia da Informação)

Espírito Santo

10 vagas

Goiás

30 vagas

Maranhão

10 vagas

Minas Gerais

50 vagas

Mato Grosso do Sul

15 vagas

Mato Grosso

20 vagas

Pará

35 vagas

Paraíba

6 vagas

Pernambuco

40 vagas

Piauí

10 vagas

Paraná

35 vagas

Rio de Janeiro

85 vagas

Rio Grande do Norte

10 vagas

Rondônia

12 vagas

Roraima

6 vagas

Rio Grande do Sul

55 vagas

Sergipe

42 vagas

Santa Catarina

6 vagas

São Paulo

207 vagas

Tocantins

6 vagas

Para o jornalista Vinícius Augusto de Oliveira Lima, que é cadeirante e funcionário público, a iniciativa demonstra disposição em cumprir a Lei de Cotas para Deficientes, mas ainda é insuficiente para promover a integração de PcD no mercado de trabalho. “O setor público tem a obrigação de contratar o máximo de pessoas com deficiência possível. Mas sei que vão contratar apenas o suficiente para cumprir a Lei de Cotas. A preocupação acaba aí.”(leia mais abaixo)


Segundo avalia Lima, não há inclusão no mercado de trabalho, o que dificulta a contratação até mesmo de PcD com alto grau de instrução. “Já conheci pessoas com doutorado que faziam estágio por causa da deficiência”, relata.(leia mais abaixo)


Para candidatos que, assim como Vinícius, desejam ingressar na carreira pública, o professor de cursos preparatórios Luiz Rezende, da AlfaCon Concursos, preparou algumas dicas para o concurso da Caixa. Veja:(leia mais abaixo)


» Busque provas de concursos anteriores e tente resolvê-las no formato simulado;

» Com as provas antigas, tente mensurar o tempo de resposta e seu desempenho nas disciplinas. Esse exercício ajuda na organização e diminui a ansiedade na hora da prova;

» Tente identificar os conteúdos que apresentam maior dificuldade e reserve um tempo diário para fixá-los;

» Estude apenas com apostilas e materiais didáticos atualizados;

» Segundo o professor Rezende, as matérias de Estatística e Atendimento Bancário são, historicamente, as mais difíceis para os candidatos. Procure visitar todos os tópicos destas disciplinas;

» Zerar qualquer disciplina elimina automaticamente o candidato, independente do desempenho em outras matérias. Portanto, invista seu tempo na revisão de todo o conteúdo.

Rezende lembra, ainda, a importância de estabelecer metas e prazos, além de observar bem os horários e manter hábitos regulares de boa alimentação e sono.



*Fonte: Agência Brasil 




Brasil vai ao pódio em primeiro torneio após Jogos de Tóquio

Guilherme Schmidt chega à final e leva prata no Grand Prix de Zagreb




25/09/2021 17:05:36.

O brasileiro Guilherme Schmidt representou o judô nacional no pódio da primeira competição do circuito mundial após a Olimpíada de Tóquio (Japão). Neste sábado (25), o judoca de 20 anos conquistou a medalha de prata no Grand Prix de Zagreb (Croácia), na categoria até 81 quilos. O jovem, medalhista de bronze no Campeonato Mundial júnior de 2019, venceu três lutas e caiu somente para o georgiano Tato Grigalashvili, número um do mundo. (leia mais abaixo)


Guilherme estreou derrotando o francês Tizie Gnamien por ippon (pontuação máxima) ao imobilizá-lo com uma chave de braço. Na luta seguinte, venceu o espanhol José Maria Izquieta por wazari (quando o atleta derruba o adversário com parte das costas no tatame; rende um ponto). Na semifinal, superou o moldavo Dorin Gotonoaga por ippon. Na decisão, o brasileiro sofreu um wazari de Grigalashvili no começo da disputa. O georgiano, quinto colocado em Tóquio, recebeu duas punições por falta de combatividade, mas administrou a vantagem para garantir a vitória antes de levar uma terceira advertência, que poderia custar a desclassificação.(leia mais abaixo)


Ainda neste sábado, Luana Carvalho, Millena Silva (ambas da categoria até 70 quilos) e Michael Marcelino (até 73 quilos) não prosseguiram para a disputa por medalhas, assim como Matheus Takaki (até 60 quilos) e Yasmin Lima (até 52 quilos) na sexta-feira (24). Natasha Ferreira (até 48 quilos) brigou pelo bronze, mas foi superada por wazari pela holandesa Gersjes Amber.(leia mais abaixo)


O Brasil levou para Zagreb uma delegação jovem, com objetivo de dar experiência internacional a judocas da nova geração. Dos oito representantes na Croácia, seis tinham, no máximo, 23 anos. O próximo compromisso da seleção brasileira será o Grand Slam de Paris (França), entre 16 e 17 de outubro.


*Fonte: Agência Brasil 




Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

Pediatras alertam para os perigos desse hábito, o sharenting




25/09/2021 16:04:26.

A menina Alice, de 5 anos, ama tirar fotos e vídeos. Ela tem um perfil na rede social Instagram administrado pela mãe, a empresária do setor de alimentos Tainara Paradelas. A mãe cuida com atenção do perfil, feito apenas para registrar os momentos da infância da garotinha. (leia mais abaixo)


“O perfil da Alice foi feito para compartilhar memórias e coisas engraçadas com amigos íntimos e familiares”, conta a mãe, que usa critérios de segurança no perfil da pequena. “O perfil dela é trancado e só pode segui-la quem eu aceito”, detalha Tainara. (leia mais abaixo)


A empresária explica que a menina não tem obrigação com o Instagram dela, “e eu não fico fazendo conteúdo voltado para a rede. Eu tiro fotos e gravo vídeos de momentos descontraídos e felizes para eu ter guardado, postar é uma consequência. Alice é uma criança animada, ama foto e vídeos e, se algum dia, eu pedir para tirar uma foto e ela não quiser, eu não forço. Mas nunca pedi ela para tirar uma foto ou fazer um vídeo para postar no Instagram”. (leia mais abaixo)


Diferentemente de Taianara, no entanto, muitos pais e mães expõem indevidamente informações pessoais de seus filhos menores em redes sociais, o que pode colocá-los em situação de vulnerabilidade. Esse tipo de atitude, conhecida como sharenting - termo em inglês que combina as palavras share (compartilhar) e parenting (paternidade) -, parte de uma tendência crescente e que pode ter consequências indesejadas.(leia mais abaixo)


Impactos

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) alerta para os perigos e impactos de longo prazo desse hábito na vida dos menores.(leia mais abaixo)


"A criança e o adolescente não devem ter vida pública nas redes sociais. Não sabemos quem está do outro lado da tela. O conteúdo compartilhado publicamente, sem critérios de segurança e privacidade, pode ser distorcido e adulterado por predadores em crimes de violência e abusos nas redes internacionais de pedofilia ou pornografia, por exemplo", explica a coordenadora do Grupo de Saúde Digital da SBP,  Evelyn Eisenstein.(leia mais abaixo)


O coordenador do Grupo de Trabalho de Saúde Mental da SBP, o médico Roberto Santoro, alerta que o sharenting traz perigos objetivos e subjetivos ao desenvolvimento da criança: “Acho que a gente tem que partir primeiro de uma questão de princípio. A vida da criança não pertence aos pais. Eles são promotores do desenvolvimento da criança e do adolescente e têm que zelar por esse desenvolvimento, para que ocorra de uma maneira coerente e equilibrada, rumo a uma idade adulta em que a pessoa consiga se realizar plenamente de acordo com os seus potenciais”.(leia mais abaixo)


Guia prático

Para atualizar pediatras, pais e educadores sobre a influência das tecnologias de informação e comunicação (TICs), redes sociais e internet nas questões de saúde e de comportamento das crianças e adolescentes, a SBP publicou neste ano o Guia Prático de Atualização "#SemAbusos #MaisSaúde. (leia mais abaixo)


O guia destaca importantes recomendações aos médicos sobre como avaliar na história e no exame, durante a consulta, casos suspeitos de violência ou abusos offline ou online; além de orientar os pais sobre alternativas seguras, educativas e saudáveis de atividades para crianças e adolescentes.(leia mais abaixo)


A exposição exagerada de informações sobre crianças representa uma ameaça à intimidade, vida privada e direito à imagem, como dispõe o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Somado a isso, todo conteúdo publicado na internet gera dados que, no futuro, podem ser desaprovados pelos filhos, por entenderem que sua vida privada foi exposta indevidamente durante a infância.(leia mais abaixo)


A mãe da Alice afirma que não se preocupa com esta questão, pois não posta nada inadequado. “Isso não me preocupa nem um pouco. Não posto nada que venha a envergonhar minha filha no futuro”, garante Tainara. (leia mais abaixo)


Assim como Tainara, o publicitário Filipe Ferraz também é o administrador do perfil da Mariah, também de 5 anos. “A gente que gera todo conteúdo publicado. Evitamos deixar o celular na mão dela e dar essa autonomia. Acho que ainda é cedo, ela tem 5 anos de idade. O conteúdo é mais viagem, brincadeiras e algumas danças. Nada vulgar, para preservar a integridade dela”.(leia mais abaixo)


O pai conta que o perfil da Mariah é despretensioso. “Não temos uma frequência nem planejamento. Registramos ocasiões fora da rotina e novidades”. Além disso, Mariah gosta e até pede para fazer postagens. “Quase todos os dias ela quer publicar! Ela adora dancinhas e montagens! Filtros com carinhas então... ama!”.(leia mais abaixo)


Agora, quando a menina não quer fazer alguma postagem, os pais aceitam e respeitam a decisão, conta Filipe. “A gente respeita o momento dela. Nem sempre ela está disposta”. Para ele, é preciso ter discernimento de como a criança será exposta. “A responsabilidade é toda dos pais”.(leia mais abaixo)


Já na opinião do médico Santoro, não há como minimizar os riscos da exposição exagerada de crianças na internet. Para ele, esse público não deve ser exposto nas redes. “Eu sou radical em relação a isso. A gente não tem que minimizar os riscos de exposição da criança. A gente simplesmente não tem que expor crianças e adolescentes, porque eles não têm ainda condições de determinar o que é seguro e o que não é seguro em termos dessa exposição”.(leia mais abaixo)


Segundo ele, os pais precisam zelar justamente pela privacidade dos filhos. “Sugiro que as imagens de crianças e adolescentes não sejam compartilhadas livremente na internet, a não ser com muito cuidado para pessoas muito próximas, para pessoas da família. Eu não colocaria, por exemplo, imagens de crianças em sites públicos e tomaria muito cuidado com isso”, aconselha Santoro.(leia mais abaixo)


Consequências

Os dados digitais das crianças podem ser utilizados para diferentes finalidades, desde o roubo de identidade, cyberbullying, uso indevido de imagens e vídeos por pedófilos, até outras ameaças à segurança.(leia mais abaixo)


A coordenadora do Grupo de Saúde Digital da SBP,  a médica Evelyn Eisenstein, destaca que a privacidade online é uma garantia para que as futuras gerações possam entrar em sua maturidade livres para construir por elas mesmas suas identidades digitais.(leia mais abaixo)


"Isso é mandatório. A SBP sempre procura destacar a importância da mediação parental em acessos a conteúdos nas redes sociais para tentar reduzir problemas relacionados à segurança e à saúde das crianças e adolescentes", disse Evelyn.(leia mais abaixo)


A psicóloga Thais Ventura Corrêa Dominguez reforça que os pais são os principais responsáveis pela exposição de crianças na internet. “É importante que eles estejam atentos a resguardar a individualidade e privacidade da criança, considerando-a como um ser de direitos, que devem ser preservados”. (leia mais abaixo)


O cuidado com a disponibilização de informações pessoais deve sempre ser considerado, completa Thaís. “As crianças não possuem habilidade cognitiva para tal discernimento. O estar on-line hoje se torna quase uma obrigação, o que muitas vezes leva a comportamentos reativos e impulsivos de compartilhamento de informações. Por isso, o cuidado com as ações nas redes deve ser redobrado”.(leia mais abaixo)


Precauções 

No Brasil ainda não existem medidas legislativas que regulem a privacidade das crianças pelos provedores de internet. Logo, a publicação de uma foto aparentemente simples pode ter diversas interpretações e prejuízos, mesmo anos após a postagem.(leia mais abaixo)


"Temos vários projetos de lei barrados por indústrias de entretenimento, mídias e provedores que lucram em demasia com esse tipo de compartilhamento", comentou a médica Evelyn Eisenstein. Segundo ela, não há na legislação brasileira uma lei como a Children's Online Privacy Protection Act (Coppa - Lei de Proteção à privacidade online de crianças, em tradução livre), instituída nos Estados Unidos, em 1998, para a proteção de dados e regulação da exposição de crianças menores de 13 anos na internet.(leia mais abaixo)


Em agosto deste ano, o Google anunciou o lançamento de um serviço que permite remoção de imagens pessoais de adolescentes menores de 18 anos em seus resultados de pesquisa. Um formulário para fazer o pedido de remoção está disponível na página de suporte da empresa. O Google informa, no entanto, que essa remoção não significa que a foto será retirada da internet, mas que deixará de ser mostrava nos resultados de busca do Google Imagens.v(leia mais abaixo)


O compartilhamento de imagens e vídeos é um hábito relativamente novo, por isso as repercussões na vida futura das crianças ainda não são totalmente conhecidas, esta é a parte mais preocupante da exposição excessiva.(leia mais abaixo)


"Não são apenas os pais que devem ser mais cuidadosos, mas também familiares e cuidadores. Eles precisam estar cientes das possíveis consequências indesejadas para a saúde das crianças. Não é inofensivo compartilhar conteúdo online", disse Evelyn.(leia mais abaixo)


Para a psicóloga Thaís Ventura, é importante a reflexão dos pais quanto aos seus interesses pessoais em relação à exposição de seus filhos a essas tecnologias, “buscando sempre refletir quais as necessidades e consequências de suas atitudes referentes ao uso dessas tecnologias na influência da saúde da criança”.(leia mais abaixo)


Os pais que desejam compartilhar fotos e vídeos de seus filhos podem tomar medidas protetivas para garantir que o conteúdo não seja usado para fins maliciosos. Por exemplo, é possível limitar o público de postagens para que apenas aqueles em quem você confia que possam ver o conteúdo. (leia mais abaixo)


Influencers Mirins

Com status de celebridade, muitas crianças se tornaram influenciadores digitais. Elas começaram com o incentivo dos familiares e muitos têm até patrocinadores. "Essas crianças constroem uma vida falsa, de imagens e não uma vida de experiências reais. E os pais estão colaborando para a construção de uma personalidade moldada para agradar a imagem que fazem da pessoa, ou seja, de um falso self. A criança começa a passar por essa situação desde pequena. Muitas vezes, por trás desse perfil falso pode existir um grande vazio. A exploração dessas crianças por parte dos pais é uma forma de abuso infantil", apontou o coordenador do Grupo de Trabalho de Saúde Mental da SBP, Roberto Santoro.(leia mais abaixo)


Na opinião do médico, essa conduta pode interferir no desenvolvimento da criança e englobar múltiplos aspectos como o interesse econômico e o narcisismo patológico dos pais. (leia mais abaixo)


“Porque em vez da criança seguir sua via natural de desenvolvimento, os pais podem estar usando a criança para exibir a outras pessoas com com fins de lucro financeiros e, às vezes, por puro narcisismo, ou seja: pais frustrados que não conseguiram realizar suas necessidades de se destacar, então usam os filhos para atender essas necessidades. Isso é sempre absolutamente inadequado”.(leia mais abaixo)


A opinião é compartilhada pela psicóloga Thaís Ventura: “Deve-se estar atento ao natural conflito e interesses familiares, pois a falta de entendimento e a administração equivocada desse cenário podem resultar em exploração e afetar a saúde e o bem estar da criança. É importante que os pais busquem conhecimento e informação quanto a função e a exposição que seu filho está exercendo, agindo em prol de garantir o cuidado e a saúde da criança”.



*Fonte: Agência Brasil 




Ambulatório dos Alérgicos com atendimento também às terças-feiras

Unidade tem por objetivo atualizar a caderneta de vacinação de pessoas que apresentam contraindicação à utilização de vacinas que contém ovo ou leite ou outros produtos geradores de alergias em crianças e adultos




25/09/2021 16:04:13.

Com o objetivo de atualizar a caderneta de vacinação de pessoas que apresentam contraindicação à utilização de vacinas que contém proteína do ovo ou leite em sua composição ou outros componentes geradores de resposta alérgica, a Secretaria de Saúde, através do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie), disponibiliza o Ambulatório de Vacinação dos Alérgicos. A partir deste mês de setembro, o atendimento, que até então acontecia somente às quartas-feiras, das 14h às 17h, passou a ser feito também às terças-feiras, das 8h às 17h, pelo infectologista pediátrico e responsável técnico pelo Crie, Charbell Kury e pela pediatra Anelise Amoy Freitas. (leia mais abaixo)


A enfermeira chefe do Crie, Anna Carolina Rangel, explicou que para ser atendida no ambulatório, a pessoa precisa comparecer ao Crie a fim de agendar a consulta. “Se for primeiro atendimento, se faz necessário apresentar laudo do médico alergista, cartão de vacina e cartão do SUS“, disse ela, destacando que, após o agendamento da consulta, o paciente receberá uma ligação telefônica informando o dia e horário do atendimento. O Crie funciona no Centro de Saúde, anexo ao prédio da Secretaria de Saúde, das 8h às 17h. (leia mais abaixo)


Carolina disse que as vacinas contra a febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), gripe e varicela (catapora) são as que contêm traços de ovo ou leite em sua composição. Segundo ela, o ambulatório atende em média 20 pacientes, sendo dez na terça-feira e outros dez na quarta. (leia mais abaixo)


A pediatra Anelise Amoy Freitas explicou que cada paciente que chega ao ambulatório passa por uma avaliação detalhada antes de receber a vacina. “Os imunobiológicos são ministrados em local apropriado e com equipe especializada para diagnosticar sinais e sintomas de reação. Possuímos também medicação específica e suporte para o primeiro atendimento caso seja necessário”, afirmou a médica, destacando que, se a pessoa não apresentar nenhuma reação 30 minutos após receber a vacina, ela é liberada. (leia mais abaixo)


A cabeleireira Bruna de Souza Carvalho Arêas, 32 anos, mãe da pequena Ágatha, de 1 ano e 1 mês, disse ter ficado bem satisfeita com o atendimento prestado pela equipe médica e de enfermagem. “São todos educados e prestativos”, afirmou. A bebê, segundo a mãe, tem alergia ao leite de vaca e ainda não havia recebido a tríplice viral. “Ela tomou a vacina no ambulatório e não teve nenhuma reação”, afirmou Bruna.


*Fonte: Ascom 

 

 




Presidente da FME visita núcleos esportivos e instituições conveniadas

O trabalho de acompanhamento à distância também está sendo realizado e, por meio desse monitoramento, os núcleos esportivos mantidos pela FME tornam-se cada vez mais integrados




25/09/2021 16:04:04.

O presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Luciano Viana, tem visitado os núcleos esportivos municipais e instituições conveniadas à Prefeitura de Campos, como vilas olímpicas e instituições filantrópicas. O trabalho de acompanhamento à distância também está sendo realizado e, por meio desse monitoramento, os núcleos esportivos mantidos pela FME tornam-se cada vez mais integrados. (leia mais abaixo)


Na visita à Vila Olímpica João de Souza, no Parque Esplanada - reinaugurada no dia 19 de agosto -, Luciano conversou com professores e alunos, recebendo elogios pela infraestrutura das instalações e sugestões. No local são ministradas aulas de hidroginástica, taekwondo, jiu-jitsu, natação e iniciação esportiva. (leia mais abaixo)


“É importante fazer esse acompanhamento das atividades e manter contato com os nossos profissionais e com o público beneficiado pelas diversas modalidades que oferecemos. Creio que seja desta maneira, ouvindo as pessoas que poderemos melhorar ainda mais a qualidade dos serviços que prestamos”, pontua Viana. (leia mais abaixo)


Aluna do espaço, Ana Lúcia Carvalho, 49 anos, destaca estar se readaptando à hidroginástica, que estava fazendo falta. “Graças a Deus, nós do Esplanada podemos retomar às atividades. Estávamos sentindo muita falta das aulas do projeto. Sem a nossa Vila, estava apenas caminhando, mas agora voltei às atividades na piscina. Estou muito feliz e grata”, concluiu. (leia mais abaixo)


APAE - Outra visita feita pelo presidente da FME, foi à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), onde foi recebido pela presidente da instituição, Regina Célia Carvalho Azevedo, e pela diretora, Luciana Haddad, que estavam acompanhadas pela advogada Maria Elisabete de Castro José. “Nosso objetivo é sempre estreitar esse relacionamento com as instituições conveniadas. Precisamos saber como estão as atividades e quais são as demandas, para que possamos avançar cada vez mais no apoio”, afirma Luciano. (leia mais abaixo)


O monitoramento das atividades também é feito através de relatórios apresentados pelos coordenadores dos núcleos esportivos, onde constam número de alunos matriculados em cada modalidade, idade e endereço.


*Fonte: Ascom 




Tênis de mesa: Hugo Calderano conquista maior título da carreira

No Catar, número um do país vence 1º torneio do circuito após Tóquio




25/09/2021 16:04:31.


O brasileiro Hugo Calderano fez história neste sábado (25) ao conquistar o WTT Star Contender de Doha (Catar), primeiro torneio do circuito mundial de tênis de mesa após a Olimpíada de Tóquio (Japão). Na final, o carioca de 25 anos, número oito do ranking da Federação Internacional da modalidade (ITTF, sigla em inglês), venceu o esloveno Darko Jorgic (25°) por 4 sets a 2 (11/5, 6/11, 10/12, 11/9, 11/3 e 11/9). (leia mais abaixo)


Foi o primeiro título de Calderano em um torneio de nível Star Contender pela WTT (sigla para World Table Tennis), criada pela ITTF para organizar as competições internacionais. Até o ano passado, eventos assim eram chamados de Platinum, sendo os segundos em importância no circuito mundial. A melhor campanha anterior do brasileiro em um Platinum havia sido em 2018, também em Doha, quando foi vice-campeão. Trata-se agora, portanto, da maior conquista da carreira do atleta. (leia mais abaixo)


O resultado garante a Calderano uma premiação de US$ 25 mil (o equivalente a R$ 142 mil), além de 600 pontos no ranking mundial. Com isso, o carioca se aproxima do quinto lugar da lista da ITTF na próxima atualização. (leia mais abaixo)


O duelo contra Jorgic foi equilibrado. No primeiro set, Calderano foi mais eficiente que o rival e venceu por 11 a 5. O cenário se inverteu na parcial seguinte, com o esloveno encaixando os golpes desde o começo e levando a melhor por 11 a 6. No terceiro set, o brasileiro abriu 10 a 7 e teve três set points, mas Jorgic reagiu, anotando cinco pontos em sequência para ganhar a parcial com 12 a 10. O europeu tentou manter o embalo, mas a força mental do carioca fez a diferença: 11/9 para o número 8 do mundo e duelo empatado. (leia mais abaixo)


A partir daí, Calderano foi dominante. Controlou o quinto set do início ao fim, fechando rapidamente em 11 a 3. No sexto, Jorgic esboçou reação após um pedido de tempo quando perdia por 8 a 3, anotando cinco pontos seguidos. O brasileiro, porém, não deixou o filme do terceiro set se repetir, definindo a parcial em 11 a 9 e a partida em 4 a 2. (leia mais abaixo)


"Posso dizer que estou muito feliz de ver que o trabalho do Hugo foi recompensado. Ele jogou muito bem, com uma intensidade muito alta. Isso é uma grande satisfação", disse o técnico do carioca, o francês Jean-René Mounié, em depoimento ao site da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). (leia mais abaixo)


Antes da decisão, também neste sábado, Calderano teve pela frente o inglês Liam Pitchford (15º) na semifinal. O brasileiro deu poucas chances ao rival e venceu por 4 sets a 1 (11/2, 11/8, 8/11, 11/5 e 11/9).


*Fonte: Agência Brasil 




Bia Ferreira atropela rival e garante ouro no Mundial Militar de Boxe

Pugilista mantém aproveitamento quase perfeito de pódios na carreira




25/09/2021 16:04:59.

Na primeira competição após a medalha de prata na Olimpíada de Tóquio (Japão), a pugilista Beatriz Ferreira voltou a figurar no pódio da modalidade. Desta vez, no topo. Neste sábado (25), a brasileira ficou com o título da categoria até 60 quilos do Campeonato Mundial Militar de boxe, disputado em Moscou (Rússia). (leia mais abaixo)


Na final, a baiana de 28 anos, terceiro-sargento da Marinha do Brasil, derrotou a venezuelana Krisandi Rios Ojeda por decisão unânime dos juízes. No terceiro e último round, após uma boa sequência de golpes de Bia, a árbitra chegou a abrir contagem para a adversária, o que poderia decretar a vitória por nocaute. A rival se recuperou, mas não o suficiente para tirar o título da brasileira. (leia mais abaixo)


A pugilista de Salvador disputa competições internacionais de boxe desde 2017. De lá para cá, só não esteve no pódio no Campeonato Mundial de 2018 (eliminada nas oitavas de final). No ano seguinte, porém, sagrou-se campeã do mundo e medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru). (leia mais abaixo)


Bia disputou (e venceu) quatro lutas em Moscou. Na estreia, superou a cazaque Aizhan Khojabekova. Nas quartas de final, no duelo contra a russa Nune Asatrian, a rival foi declarada vencedora pelos árbitros, mesmo sendo dominada na maior parte do combate. A comissão brasileira entrou com um recurso e teve êxito: o resultado se inverteu e a baiana avançou. Na semifinal, ela reencontrou a uzbeque Raykhona Kodirova, a quem já havia derrotado em Tóquio, voltando a ganhar da adversária. (leia mais abaixo)


Outros dois brasileiros disputaram finais neste sábado, ficando com a prata. Na categoria até 49 quilos, Leanderson Conceição foi derrotado pelo cazaque Temirtas Zhussupov, enquanto Bárbara Santos não superou a russa Saadat Dalgatova na categoria até 69 quilos. Os dois resultados foram decretados por decisão unânime dos árbitros. (leia mais abaixo)


O Brasil encerrou o Mundial Militar de boxe com cinco medalhas: uma de ouro ouro, duas de prata e duas de bronzes, estas últimos conquistados por Wanderson "Sugar" Oliveira (até 64 quilos) e Jucielen Romeu (até 57 quilos). Dos sete pugilistas do país que competiram em Tóquio, apenas Keno Marley e Hebert Conceição (ouro na Olimpíada) não foram a Moscou.


*Fonte: Agência Brasil 




Moradores de Poço Gordo satisfeitos com a 4ª edição do Prefeitura em Ação

O prefeito Wladimir Garotinho e a primeira-dama, Tassiana Oliveira, participaram das atividades




25/09/2021 15:03:30.

Os moradores de Poço Gordo participaram, neste sábado (25), da 4ª edição do Programa Prefeitura em Ação, que foi realizado na quadra da Escola Municipal Alberto Lamego. O programa tem como objetivo descentralizar os serviços públicos, com atendimento por equipes de diversas secretarias em localidades e distritos mais afastados do centro urbano de Campos. O evento contou com a participação da Banda da Guarda Civil Municipal (GCM) e da equipe Patina Campos. (leia mais abaixo)


Vera Lúcia Matos Manhães, de 70 anos, por exemplo, teve a oportunidade de obter, pela primeira vez, a sua caderneta do idoso na Subsecretaria de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. “Consegui tirar minha caderneta e agora levarei para todos os cantos. Não estamos livres de nada e, caso passe mal, as pessoas conseguem me ajudar e levar ao médico”, pontuou. (leia mais abaixo)


Já Alessandra Gomes Ferreira, dona de casa, tirou dúvidas sobre o Bolsa Família na Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social, além de aferir a pressão com os profissionais da Saúde e obter informações sobre direitos da Mulher na Subsecretaria de Políticas para Mulheres. “Agradeço a Deus e ao prefeito por olhar para nossa comunidade. Estávamos há muito tempo precisando de alguns serviços públicos mais perto da gente”, declarou. (leia mais abaixo)


O prefeito Wladimir Garotinho e a primeira-dama Tassiana Oliveira acompanharam a ação de perto e receberam um quadro de presente da artista plástica Euzi Licassali, moradora de Poço Gordo. Na ocasião, Wladimir conversou com os moradores e falou da importância do programa, que faz com que a administração pública esteja mais perto do cidadão. (leia mais abaixo)


“A população de Poço Gordo estava abandonada e, por meio do Prefeitura em Ação, conseguimos trazer serviços para toda população. O programa foi feito para atender a comunidade. A gente sabe que as pessoas do interior têm dificuldades em acessar alguns serviços e tem dificuldades em chegar até o Centro da cidade. Vamos olhar cada vez mais para o nosso povo, e a Baixada Campista está sendo cuidada”, declarou o prefeito Wladimir Garotinho. (leia mais abaixo)


Além disso, os moradores puderam fazer a atualização do Programa Bolsa Família; cadastramento da carteira do Idoso; agendamento médico para a Policlínica do Idoso; inscrições para cursos profissionalizantes online, Identificação Civil, indicação de vagas no Balcão de Empregos, e muito mais. (leia mais abaixo)


Participaram, ainda, do evento as Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Subsecretaria de Assistência Judiciária, Procon, Fundação Municipal da Infância e Juventude (FMIJ), Fundação Municipal de Esportes (FME), o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Fundação Leão XIII, órgão do Governo do Estado, além da Concessionária Enel. As equipes da Secretaria de Serviços Públicos e da Subsecretaria de Iluminação Pública estiveram durante a semana e prepararam o distrito deixando limpo e iluminado. (leia mais abaixo)


O Programa Prefeitura em Ação é realizado em um sábado de cada mês nas localidades e distritos do interior do município, obedecendo todas as recomendações das autoridades sanitárias na prevenção a Covid-19. O evento contou com a presença dos vereadores Diego Dias, Pastor Marcos Elias, Bruno Pezão, Leon Gomes e Kassiano Tavares.


*Fonte: Ascom 


 




Campos recebe 9.564 vacinas da Pfizer contra a Covid-19 neste sábado

Lotes chegaram por via terrestre na sede do 8° Batalhão de Polícia Militar e seguiram para a Rede de Frio da Secretaria de Saúde




25/09/2021 15:03:44.

A Prefeitura de Campos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu, na tarde deste sábado (25), 9.564 doses de vacinas da Pfizer contra a Covid-19. Os imunizantes chegaram por via terrestre, por volta das 12h30, na sede do 8° Batalhão de Polícia Militar (8° BPM), de onde seguiram para a Rede de Frio da Secretaria de Saúde. (leia mais abaixo)



 




Com gasolina cara, brasileiros se arriscam com gás de cozinha em carro

Conversão é ilegal, perigosa e não entrega economia que promete. Projeto de lei aprovado na CCJ da Câmara quer liberar o uso, hoje proibido.




25/09/2021 14:02:40.

Os brasileiros viram voltar em 2021 o que não queriam que voltasse, como a fome, a inflação, o fogareiro a lenha e o sequestro relâmpago. Agora, mais um item pode ser acrescentado a essa lista: a conversão clandestina de veículos para GLP (gás liquefeito de petróleo), mais conhecido como gás de cozinha ou gás de botijão. (leia mais abaixo)

 

Na plataforma de comércio eletrônico Mercado Livre, o kit para conversão de automóveis para GLP é vendido por valores que variam de cerca de R$ 500 a R$ 1 mil, com a promessa do vendedor de uma economia de "30% na cidade e 50% na estrada". (leia mais abaixo)



A economia prometida não é verdadeira, segundo cálculo feito por professor de finanças da FGV (Fundação Getulio Vargas) e da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) a pedido da BBC News Brasil. E a prática ilegal expõe motorista e passageiros a risco elevado de explosão. (leia mais abaixo)



Na Câmara dos Deputados, um projeto de lei (PL 4217/19) que autoriza o e, incluindo o de veículos, foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em agosto e está pronto para ir à votação em Plenário. O projeto divide opiniões no setor de gás. Representantes do segmento de GNV (gás natural veicular) — combustível que é diferente do GLP e pode ser usado em automóveis legalmente — são contrários à aprovação. (leia mais abaixo)



Eles argumentam que ela pode estimular a conversão clandestina e, com o aumento de demanda, encarecer o gás de cozinha para as famílias, já que entre 27% e 30% do GLP consumido no Brasil é atualmente importado.Em agosto, o preço médio do botijão de gás de 13 kg estava em R$ 93, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), mas já superava os R$ 100 em diversos estados brasileiros, como Mato Grosso (R$ 114), Rondônia (R$ 111), Amapá (R$ 109), Roraima (R$ 109) e Pará (R$ 102). (leia mais abaixo)

 

Os representante dos distribuidores de GLP, por sua vez, acusam o setor de GNV de querer manter reserva de mercado e defendem a liberdade de escolha dos consumidores, lembrando que o combustível é utilizado em automóveis na Europa.(leia mais abaixo)



Procurado, o Mercado Livre disse que a venda de kits de GLP na plataforma é proibida e que, assim que identificados, os anúncios com esse teor são derrubados e o vendedor, notificado. Após a resposta da empresa à BBC News Brasil, diversos anúncios foram apagados.(leia mais abaixo)

 

'Serve para carro Uno, ano 92, carburado?'

 

O anúncio diz que é de "Kit Gás GLP Botijão P13 para Empilhadeiras Barcos Geradores", mas as dúvidas dos compradores e respostas do vendedor não deixam dúvidas: o principal uso pretendido por quem compra um desses kits é a conversão clandestina de automóveis.(leia mais abaixo)



"Bom dia, serve [para] carro uno ano 92 carburado?", pergunta um comprador. "Olá, serve sim", recebe de resposta. (leia mais abaixo)

 

"Kit para Saveiro injetada", pede outro cliente. "Qual ano e motor? Monoponto ou 4 bicos? Especifique", responde o vendedor.(leia mais abaixo)



"Boa tarde. Esse kit consigo instalar em um Chevette 1.6 a gasolina? Desde já agradeço", questiona um terceiro. "Consegue sim", é a resposta. (leia mais abaixo)



Para quem pergunta a economia obtida com a conversão, a resposta é sempre a mesma: "Economia em R$ [reais], 30% cidade e 50% estrada, essa é a média", promete o vendedor. (leia mais abaixo)



Além do kit supostamente para empilhadeiras — único veículo no qual o uso de GLP é autorizado —, muitos outros anúncios trazem explicitamente o modelo de veículo a que o produto se destina: "Kit Gás GLP Botijão P13 Vectra Ano 98 Motor 2.2 8v", "Kit Gás GLP Botijão P13 Doblo 1.3 16v 2005 Gasolina", "Kit Gás GLP Botijão P13 Meriva 1.4 Flex", eram alguns dos exemplos disponíveis na quinta-feira (23/9).

 

Inflação e proibição

 

A busca por economia no combustível é justificada: segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a gasolina acumula alta de 31% no ano, até agosto, e de 39% em 12 meses. Já o etanol subiu 41% entre janeiro e agosto e 62% no acumulado de 12 meses. (leia mais abaixo)



No entanto, a conversão para GLP é ilegal. A Lei 8.176 de 1991 define como crime contra a ordem econômica o uso do "gás liquefeito de petróleo em motores de qualquer espécie, saunas, caldeiras e aquecimento de piscinas, ou para fins automotivos". (leia mais abaixo)



A resolução 673 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) diz que utilizar gás de cozinha em automóveis é uma infração grave. O motorista flagrado perde cinco pontos na carteira, pode ser multado em R$ 195,23 e ter o veículo apreendido. (leia mais abaixo)

 

A infração também está descrita no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e em normativa da ANP (Resolução ANP nº 49 de 2016). (leia mais abaixo)

 

A conversão clandestina de veículos para GLP era uma prática comum no Brasil dos anos 1980, particularmente nas periferias, mesmo sendo proibida pelo Contran desde 1986. Já a definição do uso como "crime contra a ordem econômica" aconteceu em 1991, em meio à Guerra do Golfo, uma das principais regiões produtoras de petróleo do mundo — o GLP é um derivado do óleo. (leia mais abaixo)



Mesmo após a proibição, a prática continuou nos anos 1990. Uma reportagem da Folha de S. Paulo de 1998, por exemplo, relatava que cerca de 25 mil veículos rodavam movidos a gás de cozinha na região de Irecê, no interior da Bahia. (leia mais abaixo)



"Os proprietários dos veículos argumentam que o gás de cozinha é mais econômico. Com um botijão de gás (13 kg), o proprietário de um veículo pode rodar até 170 km", dizia a reportagem. "O botijão de gás custa R$ 9 nos postos de Irecê." (leia mais abaixo)



Botijão de gás a R$ 9. Realmente, eram outros tempos.



Economia de 30%? Longe disso!

 

E atualmente, compensa fazer a conversão clandestina com o botijão acima dos R$ 90?

O professor Fabio Gallo Garcia, da FGV e da PUC-SP, é taxativo: não compensa, nem do ponto de vista econômico, nem no da segurança de motoristas e passageiros. (leia mais abaixo)

 

A pedido da BBC News Brasil, o especialista em finanças estimou o custo por quilômetro rodado dos diversos tipos de combustíveis, considerando um preço médio de R$ 6,076 por litro para a gasolina, R$ 4,704 por litro para o etanol, R$ 4,146 por metro cúbico para o GNV e R$ 16,12 por metro cúbico para o GLP (equivalente a R$ 98,33 por botijão de 13 kg). (leia mais abaixo)



Pelas contas do professor, considerando apenas o preço dos combustíveis, o GNV — que é usado legalmente nos veículos — gera uma economia por quilômetro rodado de 51% em relação à gasolina e de 56% em relação ao etanol. Já no GLP — de uso clandestino —, a economia é de apenas 4,4% em relação à gasolina e 13,5% na comparação com o etanol. (leia mais abaixo)

 

Ou seja: nem de longe a economia chega nos 30% ou 50% prometidos pelo vendedor de kits do Mercado Livre. (leia mais abaixo)

 

Como a economia por quilômetro rodado é menor, o tempo de retorno do investimento na conversão também é pior para o GLP, em relação ao GNV, estima Gallo Garcia. (leia mais abaixo)



Considerando o desconto dado por muitos estados no IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e a economia por quilômetro rodado, um veículo convertido da gasolina para o GNV recupera o investimento de cerca de R$ 5 mil na conversão em pouco mais de 12 meses, se rodar 1.000 km por mês. (leia mais abaixo)



Já para o GLP, considerando um kit de conversão de R$ 1 mil, levaria 38 meses  para o investimento se pagar, rodando 1.000 km por mês. (leia mais abaixo)



"Isso confirma que a economia propalada não é verdadeira. Além de todo risco", conclui o professor. (leia mais abaixo)

 

GLP Vs. GNV

 

Por ser uma prática ilegal, não há dados de quantos veículos rodam a GLP atualmente no país. (leia mais abaixo)

 

Já os veículos a GNV são hoje 2 milhões, segundo a Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), menos de 5% da frota de cerca de 46,2 milhões de automóveis em circulação no Brasil, pela estimativa do Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores). (leia mais abaixo)



Gustavo Galiazzi, gerente técnico da Abegás, explica que o GLP (gás de botijão) é uma mistura de dois gases, propano e butano, a proporção de mais ou menos 50/50. Ele é obtido através do refino do petróleo. (leia mais abaixo)



O GNV (gás natural veicular), por sua vez, é composto em quase 90% de metano e é extraído diretamente de reservatórios no subsolo. (leia mais abaixo)



Do ponto de vista físico, o GLP tem mais moléculas de carbono e o gás natural, menos. Na prática, isso significa que o GLP pode ser pressurizado no botijão e ele vira líquido. Já o gás natural só tem uma molécula de carbono. Como ele é muito leve, não pode ser facilmente liquefeito, por isso é sempre comercializado encanado. (leia mais abaixo)



"Como o GNV é mais leve do que o ar, em caso de vazamento, ele se dissipa com facilidade. Já o GLP é mais pesado do que o ar, então quando vaza, ele fica no fundo da mala do carro", diz Galiazzi, lembrando ainda que a temperatura de autoignição do GNV é bastante superior à do GLP, o que também torna o gás natural mais seguro do que o de botijão para uso automotivo.


*Fonte: G1




Profissionais da Saúde tomam 3ª dose da vacina contra Covid

COVID – Para profissionais que tomaram a primeira dose entre os dias 20 de janeiro e 01 de março




25/09/2021 12:12:38.

A Secretaria Municipal de Saúde inicia, nesta segunda-feira (27), a aplicação da dose de reforço nos profissionais de saúde que foram vacinados com a primeira dose entre os dias 20 de janeiro a 01 de março. Foi elaborado um calendário por ordem alfabética e serão imunizados aqueles que tomaram a segunda dose da vacina há mais de seis meses. (leia mais abaixo)


Para receber a vacina, os profissionais devem apresentar o comprovante de vacinação das duas doses, além dos seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e comprovante de vínculo do trabalho ou comprovante do Conselho de sua categoria, além do comprovante de vacinação das duas doses.(leia mais abaixo)


A Subsecretaria de Atenção Básica Vigilância e Promoção da Saúde informa que a partir do dia 04 de outubro, retoma o calendário dos profissionais da saúde, seguindo a ordem alfabética. (leia mais abaixo)


CRONOGRAMA

PROFISSIONAIS DE SAÚDE QUE TOMARAM A PRIMEIRA DOSE ENTRE 20/01 E 01/03

SEGUNDA-FEIRA (27/09) - A; B; C

TERÇA-FEIRA (28/09) - D; E; F

QUARTA-FEIRA (29/09) - G; H; I

QUINTA-FEIRA (30/09) - J; K; L

SEXTA-FEIRA (01/09) - M, N 


POSTOS DE VACINAÇÃO D3 DE PROFISSIONAIS DE SAUDE:

PARÓQUIA SANTA TERESINHA

VILA OLÍMPICA DO JARDIM CARIOCA

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DO ESPORTE (AABB)




Vacina contra febre amarela disponível em várias unidades de saúde

Quem vai viajar para áreas endêmicas ou para o exterior deve comparecer ao Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais




25/09/2021 12:12:59.

A Secretaria Municipal de Saúde continua disponibilizando a vacina contra a febre amarela em várias Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) do município. Quem ainda não se imunizou e vai viajar para áreas endêmicas ou para o exterior deve comparecer ao Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie), que funciona no Centro de Saúde, anexo ao prédio da Secretaria de Saúde, pelo menos 10 dias antes da viagem. No Crie, a aplicação da vacina ocorre somente às terças e quintas-feiras, das 9h às 15h. Não é preciso agendamento.(leia mais abaixo)


Podem tomar a vacina pessoas que têm entre 9 meses de idade e 59 anos, 11 meses e 29 dias. Aos 4 anos é aplicada dose de reforço. Aqueles que têm 60 anos ou mais precisam da liberação do seu médico para poder receber a dose. O mesmo vale para gestantes. A imunização é feita em dose única e protege durante toda vida.(leia mais abaixo)


A enfermeira do Crie, Anna Carolina Rangel, explicou que, como a vacina tem prazo de validade, após a abertura do frasco, que é de 6 horas, tanto o Crie, quanto as UBSs e UPHs, estipulam dia e horário específico para sua aplicação. “Ela não pode ser guardada de um dia para o outro quando o frasco é aberto. Perde a eficácia, se reaproveitada”, disse.(leia mais abaixo)


Segundo Carolina, pessoas que são alérgicas a ovo só podem tomar a vacina mediante acompanhamento médico. “A orientação é para que elas procurem o Crie”, afirmou. Ela disse, ainda, que aqueles que vão viajar para outro país, já saem da secretaria com o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). Além da carteira de identidade e CPF, a pessoa deve apresentar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e cartão de vacina para receber a dose.(leia mais abaixo)


O Crie aplica, em média, cinco doses na terça e outras cinco na quinta. A vigilante Margarete de Souza do Espírito Santo, 42 anos, esteve na unidade para receber a vacina. Ela disse que no final deste mês vai viajar a trabalho para a Bahia. “A vacina é a melhor prevenção”, afirmou.(leia mais abaixo)


LOCAIS E DIAS DE APLICAÇÃO DA VACINA:

UBSF Conselheiro Josino: Quarta-feira, a cada 15 dias

UBSF Lagoa de Cima: Sexta-feira, a cada 15 dias

UBSF Poço Gordo: Quarta-feira

Policlínica Penha: Quarta

UBSF Parque Rodoviário: Quarta-feira, só na parte da manhã

UBS Santos Dumont: Quarta-feira

UBSF Tocos: Quinta-feira

Centro de Saúde de Guarus: Terça-feira

UBSF Santa Cruz: Segunda-feira

Cidade da Criança: Segunda a Sexta-feira, de 8h às 16h

UBSF Santo Amaro: Sexta-feira

UPH Morro do Coco: Quarta-feira

UBSF Lagamar: Quinta-feira

Policlínica Imperial: Terça-feira

UBSF Patronato São José – Quarta-feira, só na parte da manhã

Hospital São José: Todos os dias, das 8 às 15h

UBSF São Sebastião: Uma vez ao mês, todo dia 20

UPH Ururaí: Quarta-feira.

UBSF Aldeia: Sexta-feira

UBSF Santa Helena: Quarta-feira

UBS Santa Maria: Primeira segunda-feira do mês

UPH de Travessão: Sexta-feira

UBS Eldorado: Quarta-feira, só na parte da manhã




Prefeitura realiza Operação Tapa Buracos em vias do Parque Guarus

A recuperação da pavimentação das ruas de maior movimentação de veículos no Parque Guarus já melhora a mobilidade no bairro após as intervenções da Operação Tapa Buracos




25/09/2021 11:11:23.

A Secretaria de Obras e Infraestrutura da Prefeitura de Campos está atuando em vários bairros da cidade e no interior, realizando intervenções nas vias urbanas e nas estradas vicinais para recuperar, respectivamente, a pavimentação de ruas, avenidas e estradas que ficaram sem receber obras de manutenção nos últimos anos.(leia mais abaixo)

 

Nesta semana, ruas e avenidas do extenso bairro do Parque Guarus estão passando por intervenções feitas pelas equipes operacionais da secretaria, que recortaram a camada asfáltica deteriorada em torno dos buracos da Rua Iguaçu e da Avenida Petrópolis.(leia mais abaixo)

 

De acordo com informações do secretário de Obras e Infraestrutura, Jorge Wílliam Cabral, “outras cinco equipes atuam também em outros bairros e localidades do interior, porque estão sendo realizadas a recuperação das vias, a exemplo do que acontece na localidade de Poço Gordo, na Baixada Campista”, informa o secretário.



Após frustrar Fluminense e Flamengo, Daniel Alves define seu futuro

O jogador recusou uma oferta feita pelo Tricolor carioca




25/09/2021 11:11:20.

Após frustrar Flamengo e Fluminense, Daniel Alves (veja galeria abaixo) definiu o seu futuro, na manhã desta sexta-feira (24). De acordo com a UOL, o atleta vai ficar sem clube até dezembro e aguardar a janela de transferências abrir na Europa.


O time que ficou mais perto de fechar algo com o lateral-direito foi o Fluminense, que enviou uma última oferta pelo atleta na última quinta-feira (23), recusada no mesmo dia pelo campeão olímpico por não existir um acerto salarial.


Especulado em clubes como Internacional, Boca Juniors, River Plate, Bahia e, até mesmo, no futebol mexicano, Daniel Alves pretende continuar atuando bem para atuar pela seleção brasileira em 2022.


Aos 38 anos, o atleta defendeu o São Paulo em seu último trabalho. Na ocasião, Daniel Alves acabou deixando o clube por pendências financeiras.


 




MP pede indisponibilidade de bens do ex-secretário de Educação de Campos

Suspeita de superfaturamento na compra do 'Kit Alimentação' para alunos




25/09/2021 10:10:27.

O Ministério Público Estadual do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), através da Ação Civil Pública,  entrou com um pedido para tornar indisponíveis os bens do ex-Secretário Municipal de Educação, Cultura e Esporte, Brand Arenari, no valor de R$ 1.428.665,13, por atos de improbidade administrativa, em razão de  aquisição de “kits escolares de alimentação” no governo do ex-prefeito Rafael Diniz (Cidadania). (leia mais abaixo)


A principal suspeita é de que houve prática de sobrepreços em contratos fechados com a Quotidien e a Nutriplus, esta uma empresa de fachada que integra a “Máfia das Merendas”, sistema que consistia em fraudar licitações para o fornecimento de merendas a creches e escolas da rede pública, principalmente no Estado de São Paulo, constando, inclusive, no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade. (leia mais abaixo)


O esquema de sobrepreços nos produtos contratados pelo Município de Campos com a sociedade empresarial causou dano total ao erário municipal apurado no montante de R$ 1.248.375,66 (um milhão, duzentos e quarenta e oito mil, trezentos e setenta e cinco reais e sessenta seis centavos), assim especificados: (leia mais abaixo)


• R$ 117.855,00, correspondentes ao fornecimento de 24.300 kits alimentares para as creches;

• R$ 654.298,95, correspondentes ao fornecimento de 134.907 kits alimentares para as escolas;

• R$ 476.221,71, referentes ao BDI (Benefícios e Despesas Indiretas), considerando que, para o mesmo tipo de Kits alimentares (creche e escola), foram cobrados valores diferentes. (leia mais abaixo)


O MP utilizou a planilha comparativa dos preços apresentados pelos Supermercados Superbom, Extra e Assaí e concluiu existência de sobrepreços “referentes ao BDI (Benefícios e Despesas Indiretas), considerando que, para o mesmo tipo de kits alimentares (creche e escola), foram cobrados valores diferentes para o mesmo serviço, além de atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios (montagem, armazenamento, logística na elaboração de cestas básicas)”. (leia mais abaixo)


Ademais, foi constatado, ainda, que a municipalidade possui contrato em vigor com a “Nutriplus” para fornecimento regular de alimentação nas escolas e creches municipais (contrato n. 182/2018, o qual já sofreu dois aditivos temporais), sendo certo que o referido contrato é objeto de processo que tramita no Tribunal de Contas Estadual (TCE/RJ nº 211.134-3/19), tendo sido identificadas diversas irregularidades em sede de Auditoria Governamental Ordinária, dentre as quais execução parcial do contrato, superfaturamento e fiscalização contratual precária. (leia mais abaixo)


Os danos aos cofres públicos tiveram origem no “Contrato nº 0038/2020-COVID-19”, celebrado em 03/04/2020, mediante dispensa de licitação, entre a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte de Campos dos Goytacazes, pelo secretário (réu) Brand Arenari, e a pessoa jurídica “Quotidien Comercial Atacadista Ltda.”, que teve como objetivo o fornecimento de kits alimentares para os estudantes da rede municipal de ensino durante o período de suspensão das aulas.




Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Acesso passa a ser realizado com CPF e senha do beneficiário




25/09/2021 09:09:16.

Os beneficiários do Bolsa Família têm à disposição a nova versão do aplicativo do programa. A principal mudança consiste no acesso, que passa a ser realizado com o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e com a senha usada nos aplicativos da Caixa Econômica Federal.(leia mais abaixo)


Segundo a Caixa, a nova versão foi baixada mais de 200 mil vezes. O aplicativo pode ser obtido gratuitamente nas lojas App Store (celulares iOS) e Google Play (smartphones Android).(leia mais abaixo)


Entre os recursos oferecidos pelo aplicativo estão a consulta de parcelas e o calendário de pagamentos. Os beneficiários que estejam recebendo o auxílio emergencial no lugar do Bolsa Família também podem verificar a situação do benefício.


Todas as informações são relativas aos últimos 12 meses. O aplicativo também permite a consulta a dicas e o esclarecimento de dúvidas por parte do beneficiário.(leia mais abaixo)


A senha para acessar o aplicativo Bolsa Família é a mesma usada em outros aplicativos da Caixa, como FGTS, Loterias e Caixa Trabalhador. Os novos usuários podem cadastrar a senha na opção “É novo por aqui? Cadastre-se”.(leia mais abaixo)


Caso o usuário esteja cadastrado e tenha esquecido a senha, pode informar o CPF e clicar em “Recuperar senha”. Recursos adicionais são apresentados na opção “Preciso de ajuda”, que também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-0207.


Fonte: Agência Brasil




Estudo descobre indicador precoce para o desenvolvimento do Alzheimer

Cientistas mapearam região do cérebro que promete revolucionar diagnóstico da doença




25/09/2021 09:09:29.

O Alzheimer, doença que provoca falhas de memória e perda cognitiva, tem desafiado médicos há anos, não apenas na busca da cura, mas também por ser difícil de diagnosticar em estágios iniciais. Uma descoberta anunciada nesta semana por cientistas da Universidade Harvard, porém, aponta um caminho promissor para antecipar a detecção do problema.(leia mais abaixo)


Em um estudo que mapeou a bioquímica e anatomia do cérebro de 174 pacientes do transtorno neurológico, um grupo liderado pela cientista Heidi Jacobs, Hospital Geral de Massachusetts (ligado à universidade), relacionou uma pequena estrutura cerebral ao mecanismo da doença. Chamada de locus coeruleus (literalmente “local azul”, em latim), essa região localizada no tronco cerebral já estava na lista de subestruturas que cientistas suspeitavam estar envolvida no mecanismo da doença.(leia mais abaixo)


Entretanto, por ser uma região muito pequena (uma faixa de 2 mm por 12 mm de largura), cientistas não conseguiam observá-la bem usando máquinas convencionais de imageamento cerebral. Agora, num artigo publicado na revista Science Translational Medicine, Jacobs e seus colegas descrevem ter conseguido encontrar a correlação entre a má preservação do locus coeruleus e o desencadeamento do Alzheimer, usando aparelhos de ressonância magnética de alta resolução.(leia mais abaixo)


Exame bioquímico

A descoberta, porém, precisou de mais do que um avanço técnico de maquinário. Para validar o achado, o grupo de cientistas também analisou em detalhes o cérebro de mais de 2 mil pessoas acometidas pela doença que já tinham morrido. Além disso, avaliaram em detalhes a bioquímica cerebral dos pacientes atrás de sinais conhecidos do Alzheimer.(leia mais abaixo)


Já é consenso entre os cientistas que esse transtorno neurológico está relacionado ao acúmulo de duas proteínas em certas regiões do cérebro. Chamadas de beta-amiloide e tau, essas duas moléculas adquirem uma estrutura bioquímica errada nas pessoas portadoras da doença, o que atrapalha o trabalho de limpeza que é feito no sistema nervoso, eliminando as proteínas que não estão sendo mais usadas.(leia mais abaixo)


Usando máquinas de última geração de uma outra tecnologia de imagem cerebral, o PET scan, os cientistas conseguiram mapear o acúmulo da proteina tau no locus coeruleus, os cientistas conseguiram estabelecer a correlação entre sintomas de perda cognitiva e a presença da forma maligna dessa proteína não apenas nesse organoide cerebral, mas em outras áreas do sistema nervoso.(leia mais abaixo)


Indicador promissor

“Essas descobertas estão alinhadas com os dados de doenças neurológicas nos quais o acúmulo de tau no locus coeruleus se relaciona à progressão da doença”, escreveram Jacobs e seus colegas no trabalho, publicado na quarta-feira. “Isso o identifica como um indicador promissor dos processos iniciais relacionados ao mal de Alzheimer e das mudanças de trajetórias cognitiva em estágio pré-clínico (anterior ao diagnóstico) da doença”.(leia mais abaixo)


Os cientistas explicam que faz sentido o locus coeruleus ter um papel tão grande no mecanismo biológico da doença. Apesar de ser pequena, essa região cerebral é responsável pela produção de um grande volume de norepinefrina, um dos neurotransmissores que o sistema nervoso usa na comunicação entre seus diversos componentes.(leia mais abaixo)


A capacidade do maquinário usado na pesquisa atualmente não está à disposição de hospitais convencionais, explicam os cientistas, mas com a evolução natural dessa tecnologia é possível que as próximas gerações de equipamentos comerciais já contem com essa precisão.(leia mais abaixo)


“Poder detectar e medir o local onde a patologia se inicia será crítico para melhorar a detecção precoce e identificar indivíduos elegíveis para testes clínicos de tratamentos tentando frear o processo da doença”, escrevem os cientistas.


Fonte: O Globo




Importunação sexual: Lei completa três anos com mais de 7 mil casos

Jovens são as principais vítimas. Autora da lei quer afixar placas no transporte público para que crime seja mais conhecido




25/09/2021 09:09:53.

A Lei de Importunação, mais conhecida como Lei da Importunação Sexual, completa três anos, nesta sexta-feira (24), com ao menos 7 mil casos registrados no Brasil. Esse número, no entanto, deve ser maior por dois motivos: ainda não há dados consolidados no país e falta conhecimento sobre a legislação.(leia mais abaixo)


Para aumentar a divulgação, a autora da lei, a deputada e presidente nacional do Podemos, Renata Abreu (SP), apresentará nova proposta para instalar placas informativas em ônibus e locais públicos. O texto do projeto já está pronto e será apresentado na Câmara dos Deputados nos próximos dias.(leia mais abaixo)


A parlamentar destaca que até mesmo em delegacias os casos de importunação continuam sendo registrados como de menor potencial ofensivo, o que revela desconhecimento sobre a Lei de Importunação.  Hoje, a Lei 13.718, de 2018, prevê como punição para quem comete o crime uma pena de reclusão que pode variar de um a cinco anos. Antes, a legislação previa apenas o pagamento de multa.(leia mais abaixo)


Na maioria dos casos, esse tipo de crime é cometido dentro do transporte público. Na última quinta-feira (23), a Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem dentro de um ônibus, na altura da BR-070, em Ceilândia (DF). Ele importunava sexualmente duas mulheres, uma de 31 anos e a outra de apenas 15 anos. O motorista parou na Unidade Operacional da PRF e pediu auxílio. O abusador foi encaminhado à 15ª Delegacia de Polícia Civil do DF.(leia mais abaixo)


Dados do Dossiê Mulher 2020, elaborado pelo Estado do Rio de Janeiro, mostram que as mulheres jovens são as principais vítimas do crime de importunação sexual. No estado, no ano de 2020, das vítimas de importunação sexual, 29% tinham entre 0 e 17 anos (sendo 7% de 0 a 11 anos e 22% de 11 a 17 anos);  42,7% entre 18 e 29 anos; 26,3% de 30 a 59 anos; e  2% tinham 60 anos ou mais. Ou seja, 71,7% das vítimas no Rio têm até 29 anos. (leia mais abaixo)


A criação da lei foi motivada por um caso ocorrido dentro de um ônibus em 2017, quando um homem ejaculou em uma jovem em São Paulo. Na época, ele foi solto pela Justiça e, dois dias depois, foi detido novamente por tocar as partes íntimas de uma passageira.(leia mais abaixo)


Registros

Três anos depois da implantação da Lei de Importunação, as vítimas estão denunciando e buscando mais informações sobre esse tipo de crime. São Paulo e Minas Gerais aparecem com o maior número de casos registrados: 3.058  e 1.512, respectivamente, de janeiro a agosto deste ano. Confira os dados por estado no fim da matéria. (leia mais abaixo)


Denuncie

Para denunciar, a vítima ou qualquer pessoa que presencie o crime de importunação devem ligar para o número 191, da PRF, ou mandar mensagem pelo WhatsApp, inclusive com a localização em tempo real, para o número (61) 98625-7857.(leia mais abaixo)


Número de casos em 11 unidades da federação em 2021*

Amazonas: 145 - Janeiro a julho

Mato Grosso: 146 - Janeiro a julho

Minas Gerais: 1.512 - Janeiro a julho

Pará: 546 - Janeiro a agosto

Pernambuco: 381 - Janeiro a agosto

Rio Grande do Norte: 130 - Janeiro a agosto

Rio Grande do Sul: 747 - Janeiro a agosto

Rondônia: 102 - Janeiro a agosto

São Paulo: 3.058 - Janeiro a agosto

Tocantins: 87 - Janeiro a agosto

Distrito Federal: 289 - Janeiro a agosto


* As outras 16 unidades da federação não têm dados consolidados de 2021. Levantamento feito pela assessoria parlamentar da deputada Renata Abreu.


Fonte: R7