05/08/2022 18h06

O superintendente de Iluminação Pública de Campos, Diego Dias, apresentou, nesta sexta-feira (5), na Câmara Municipal, relatório dos avanços das atividades da pasta. Ele atendeu à convocação de vereadores da bancada oposicionista, que queriam detalhes sobre alguns dos serviços que mais geram solicitações aos parlamentares. (leia mais abaixo)


Para começar, Diego Dias realizou ampla exposição sobre como encontrou o parque de iluminação. "Mais de 60% dos pontos de luz do município estavam apagados. Isso significa mais de 37 mil dos cerca de 57 mil pontos de luz de toda a área territorial de Campos, que é a maior entre todos os municípios do Estado", observou o superintendente. (leia mais abaixo)


Diego Dias continuou relatando que o governo Wladimir Garotinho segue firme para levar iluminação de LED, mais eficiente, a todo o município, e que vem dando prioridade às localidades mais afastadas. (leia mais abaixo)


"Estamos colocando LED em todas as localidades com menos de 300 pontos de luz e muitas já estão com o trabalho concluído. Essa estratégia permite otimizar os trabalhos, pois ao nos deslocarmos para uma localidade distante, é bom realizarmos logo um grande volume de serviço. Estamos, então, investindo nos mutirões em vez de nos deslocarmos grandes distâncias para um serviço simples, como a troca de apenas uma lâmpada", explicou. (leia mais abaixo)


O superintendente esclareceu sem dificuldades aos questionamentos, a maior parte deles feita pelo vereador Rogério Matoso (União Brasil), que insistia na tese de que "todos os dias temos pedidos para trocas de lâmpadas e outros serviços". No que Diego Dias esclareceu. (leia mais abaixo)


"Ainda temos cerca de 5 mil a 6 mil pontos de luz para restabelecer, mas isso é relativamente pouco diante dos 35 mil pontos apagados que encontramos. Acreditamos que, de 5 a 6 meses, estaremos colocando esta demanda em dia", concluiu. (leia mais abaixo)


Outros - Além de Diego Dias, prestaram esclarecimentos à Câmara os secretários de Administração e Recursos Humanos, Wainer Teixeira; o de Obras, Jorge William Cabral, e o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca), Afranio Junior. Wainer respondeu satisfatoriamente a todos os questionamentos da oposição, notadamente em relação aos servidores e o funcionamento da dinâmica de atuação dos RPAs (Regime de Pagamento a Autônomos), bem como Afranio Junior. Jorge William ficou de enviar documentos para complementar esclarecimentos.

Entre para nosso
Grupo WhatsApp

Fique sempre bem informado sobre as últimas notícias!