21/12/2021, 21h33, Fotomontagem: Campos 24 Horas

O Ministério Público Eleitoral (MPE) reforçou o pedido de cassação dos mandados de quatro vereadores eleitos de partidos que se utilizaram de supostas candidaturas femininas “fantasmas” nas eleições de 2020, em Campos, dentro da ação de Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) movida pelo ex-vereador Jorginho Virgílio. Os vereadores que correm o risco de perder o mandato são Bruno Vianna (PSL), Nildo Cardoso (PSL), Marcione da Farmácia (DEM) e Rogério Matoso (DEM) . (Leia mais abaixo)


Já em relação aos vereadores dos partidos Avante, PSC e PL-- Abdu Neme, Maicon  Cruz, Pastor Marros Elias e Bruno Pezão, a promotora Olívia Motta Venâncio Rebolças pediu a absolvição. (leia mais abaixo)


O caso se refere a investigação de candidatura feminina  de "fachada" ou "laranja" com o objetivo apenas de obedecer a cota mínima de representação feminina na Câmara Municipal, ou seja, apenas para preencher o coeficiente exigido por lei, sem que essas mulheres de fato tenham concorrido ao cargo de vereador.

Entre para nosso
Grupo WhatsApp

Fique sempre bem informado sobre as últimas notícias!