15/01/2022, 07h53, Foto: Campos 24 Horas

Assista ao final das informações - O governador Cláudio Castro (PL) inaugurou, na manhã deste sábado (15), o programa 'Segurança Presente' em Campos. Com a presença de secretários, deputados e outras autoridades, Castro inaugurou a sede do programa na rua Marechal Floriano, no Centro da cidade. O programa visa promover ações de segurança pública, cidadania e atendimento social, que visam um ambiente mais seguro e acolhedor aos moradores e comerciantes. (leia mais abaixo)


A agenda do governador em Campos tem também a inauguração do 'RJ para Todos' no Ciep de Custodópolis’ (11h), um campo de futebol em Farol de São Tomé (12h30) e visitar alguns pontos atingidos pelas cheias do Paraíba. Na manhã da última quinta-feira (13), Castro visitou São João da Barra, onde um dique se rompeu na localidade de Barcelos. Na ocasião, liberou R$ 20 milhões em recursos para ações da prefeitura no combate aos efeitos da cheia do Rio Paraíba. (leia abaixo)


O governador visitará ainda os municípios de Itaperuna, Cardoso Moreira e Cambuci, a fim de acompanhar ações do Governo do Estado.(leia mais abaixo)


SEGURANÇA PRESENTE

A Operação Segurança Presente é um modelo de policiamento de proximidade que complementa a atuação da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.(leia mais abaixo)


Com o objetivo de promover ações de segurança pública, cidadania e atendimento social, as operações visam um ambiente mais seguro e acolhedor aos moradores, comerciantes e turistas das regiões onde atua.(leia mais abaixo)


Com resultados impactantes de redução de criminalidade no horário e área de atuação, a Operação Segurança Presente ganhou a confiança da população fluminense e se tornou uma marca forte e desejada por todos.(leia mais abaixo)


As operações atuam no município do Rio de Janeiro - em bairros da região central, zona norte, zona sul, e zona oeste - além das cidades de Niterói, São Gonçalo e de municípios da Baixada Fluminense.(leia mais abaixo)


O efetivo é formado por policiais militares, agentes civis (egressos das Forças Armadas) e assistentes sociais. O patrulhamento é feito a pé, de bicicleta, de motocicleta e viaturas.


RJ PARA TODOS

O governador Cláudio Castro lançou nesta quinta-feira (04/11), no Palácio Guanabara, o programa RJ para Todos, da Secretaria de Estado de Governo, que vai contribuir com o desenvolvimento econômico e social do estado. A iniciativa dará assistência à população mais vulnerável e em situação de rua, promovendo acesso aos direitos como documentação básica, reinserção familiar, inclusão ao mercado de trabalho e acolhimento social.(leia mais abaixo)


Inicialmente, o programa terá núcleos volantes de atendimentos em 12 municípios que apresentam menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) das regiões Metropolitana, Serrana, Norte e Baixada Fluminense.(leia mais abaixo)


- Eu só acredito em um estado que dê oportunidade para todos. O nosso povo não quer viver de auxílio e de esmola. Ele quer produzir, trabalhar, ter o seu emprego e dar oportunidade de uma vida digna para sua família. Esse programa, que reúne o esforço de muitas secretarias, chega para abrir oportunidades – destacou Cláudio Castro. (leia mais abaixo)


O RJ para Todos funcionará todos os dias da semana com assistentes sociais, que farão o acolhimento às pessoas em situação de rua, e com educadores sociais, que realizarão semanalmente mutirões de serviços para atender as demandas da população mais necessitada.(leia mais abaixo)


O secretário de Estado de Governo, Rodrigo Bacellar, reforçou a importância do programa."A intenção do governo é estar presente na vida dessas pessoas que tanto precisam da nossa ajuda. É muito importante essa integração pública com a população. Queremos levar novas possibilidades de reinserção familiar, empregabilidade e promoção cidadã" explicou o secretário de Estado de Governo, Rodrigo Bacellar.(leia mais abaixo)


Um dos exemplos de inserção é o de Raquel Pinheiro da Costa , de 26 anos. Mãe de três filhas e moradora da Cidade de Deus, ela vendia balas em sinais de trânsito, foi descoberta ao levar uma placa pedindo emprego e foi selecionada para trabalhar como um dos 300 agentes do RJ para Todos.(leia mais abaixo)


 Atividades do RJ para Todos

- Acolhimento social: assistentes sociais realizam abordagem a pessoas em situação de rua e, por meio de uma escuta minuciosa, entendem as necessidades da pessoa e fazem o devido encaminhamento, seja para abrigos, comunidades terapêuticas ou auxiliam na reinserção familiar.(leia mais abaixo)


Entre para nosso
Grupo WhatsApp

Fique sempre bem informado sobre as últimas notícias!