15/01/2022, 00h20, Foto: Reprodução

As vendas de ovos para o mercado internacional alcançaram 11,3 mil toneladas em 2021, alta de 81,5% em relação a 2020, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). (leia mais abaixo)


Em receita, houve elevação de 80%, com US$ 18 milhões registrados ao longo dos 12 meses de 2021, contra US$ 10 milhões em 2020. (leia mais abaixo)


Considerando apenas o mês de dezembro, as exportações de ovos totalizaram 2,49 mil toneladas, número 72,8% superior ao registrado no último mês de 2020, com 1,44 mil toneladas. Em receita, houve elevação de 102,6%, com US$ 3,99 milhões registrados em dezembro de 2021, contra US$ 1,97 milhões no ano anterior.


Os Emirados Árabes Unidos seguem como principal destino das exportações, com 6,9 mil toneladas exportadas em 2021, volume 105% maior em relação ao mesmo período do ano passado, com 3,3 toneladas, continuando como destino de 50% das exportações brasileiras de ovos.


Em seguida estão Japão, 1,1 mil toneladas (+270%) e Omã, com 408 toneladas (+183%). Outros destaques são Catar, Uruguai e Arábia Saudita. (leia mais abaixo)


“O mês de dezembro apresentou os maiores volumes exportados no ano de 2021. Os custos de produção têm apertado significativamente as margens do setor, com os dois principais insumos – milho e farelo de soja – aumentando, em alguns casos, mais de 100% entre um ano e outro. As exportações ajudam a aliviar o cenário desafiador enfrentado pela avicultura de postura”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.


Fonte: G1

Entre para nosso
Grupo WhatsApp

Fique sempre bem informado sobre as últimas notícias!