09/01/2022, 12h12, Foto: Reprodução

A cheia dos rios nas regiões Norte e Noroeste fluminenses está afetando vários municípios neste domingo (09/01). Vejas a situação das ruas, estradas e famílias desalojadas. Trata-se do reflexo das chuvas nos últimos dias. Confira abaixo a situação dos municípios: (leia mais abaixo)


ITAPERUNA - A Prefeitura de Itaperuna, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Civil e Ordem Pública, através de uma publicação em sua rede social alertou a população sobre o transbordamento do Rio Muriaé em virtude das fortes chuvas que vêm caindo, na região nos últimos dias. De acordo com a última atualização do nível do rio Muriaé, ocorrida às 11h15 min deste domingo (09), a cota encontra-se em 4,42m.


Por conta da inundação em um trecho da Avenida Sá Tinoco, conhecida como a Beira Rio, está intransitável. Até o momento 13 pessoas estão desalojadas e em casas de parentes. Em virtude dessas condições, a orientação aos moradores de áreas ribeirinhas é a de que recolham, imediatamente, seus documentos e pertences pessoais e os coloquem em local seguro.


Outra preocupação das autoridades é quanto à situação dos moradores de áreas de encosta, uma vez que a terra está bastante encharcada, aumentando, em muito, o risco de deslizamentos. A orientação para essas pessoas é a mesma: que procurem abrigo em casas de familiares e amigos, ou nos pontos de apoio.


SÃO FIDÉLIS - Em São Fidélis, o Rio Paraíba do Sul segue subindo e na última medição feita às 10h da manhã deste domingo (09) o nível do rio estava em 4,94. A cota de transbordo é de 5,70.


A Defesa Civil informou que devido ao alto índice de chuva ininterruptas e as águas que o Rio Paraíba do Sul está recebendo, o nível está subindo, aproximadamente, 3cm por hora. O órgão pede que toda a população ribeirinha e das áreas mais baixas que estejam em constante alerta e se precavendo, a medida do possível, procurando um lugar seguro, caso necessário.


A Defesa Civil está de plantão e segue monitorando o nível do rio.


ITALVA - Em sua rede social, a Prefeitura de Italva também informou a população, por meio da Secretaria de Defesa Civil que o município está em Bandeira Vermelha.


Na última medição, ao meio-dia deste domingo (09), o nível do rio estava em 4,40m e o nível de transbordo é de 4,20m. A Defesa Civil pede que a população que vive em regiões ribeirinhas ou próximo a encostas que fique atenta e comunique à Prefeitura sobre qualquer situação de deslizamento ou outros.


CAMBUCI - A Secretaria de Defesa Civil de Cambuci também entrou em alerta máximo para iminência de transbordo. Segundo o secretário de Defesa Civil do município, Tony Salles, a cota de transbordo do Rio Pomba no distrito de Funil na localidade de Frecheiras é de 3.20m, mas o nível do rio está oscilando entre 3,15m e 3.18m.


O Alerta Máximo é o quarto nível de uma escala que significa que os rios estão muito acima do normal e poderão inundar ruas e casas mais baixas e suscetíveis. A Defesa Civil pede que toda população de Funil/Frecheiras continue atenta às informações oficiais e em caso de emergência os moradores devem entrar em contato com o órgão.


PÁDUA - O Rio Pomba, em Santo Antônio de Pádua, também está em alerta máximo para iminência de transbordo. Na medição feita às 07h30 deste domingo (09), o nível do rio estava em 4.84. O nível de transbordo do município é de 5 metros e o rio já atingiu 97% da cota. A vazão da UHE Barra do Braúna subiu para 600 m³/s. 


*Com informações do SF Notícias

Entre para nosso
Grupo WhatsApp

Fique sempre bem informado sobre as últimas notícias!