Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

Toninho reconhece erros na marcação alvianil, mas reclama: “Árbitro horroroso”

20/03/2017 18h03 | Foto: Divulgação

No confronto dos desesperados, que ainda não tinham conseguido nenhuma vitória na fase principal do Campeonato Carioca, a Portuguesa levou a melhor e venceu o Macaé, no domingo (21), no Estádio Moça Bonita. Com isso, a equipe alvianil ficou na lanterna da classificação geral, com apenas um ponto, e se o campeonato acabasse hoje teria que disputar a seletiva de 2018. Num jogo lá e cá, o Leão acabou levando 2 a 1, e o técnico macaense Toninho Andrade saiu na bronca com a arbitragem, principalmente pelo quesito disciplinar.

– Acho que as chances foram divididas para um lado e para outro. Acho que o jogo se desenrolou muito no meio-campo, muita falta para lá, falta para cá, juíz horroroso, critério zero, número cinco da Portuguesa (Marcinho Pitbull) era para ter ido para a rua há muito tempo – contestou o comandante, que teve Alan expulso já no fim da partida, apesar disso, admitiu que sua equipe ficou devendo na marcação.

– Enfim, mas isso não compete a gente a avaliar, acho que mais importante para a gente hoje é que a gente não conseguiu marcar como a gente conseguiu marcar contra o Vasco, demos muito espaço, o time da Portuguesa é um time rápido, infelizmente a gente não aproximou a marcação. Segundo tempo a gente até melhorou, pressionou um pouquinho mais, mas acabamos sofrendo o segundo gol numa bola que viajou três horas dentro da nossa grande área, faltou um pouquinho de atenção para cortar essa bola – avaliou.

Agora, o Macaé tem quatro rodadas para sair do Z-2 do Campeonato Carioca. As duas últimas equipes disputarão a fase seletiva do Estadual de 2018. Na próxima rodada, o Alvianil pega o Resende, na quinta-feira (23), no Estádio Elcyr Resende de Mendonça.

Fonte: FutRio 

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: