Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

Tabagismo custa US$1 trilhão por ano, diz OMS

Montante representa o que se estima que será gasto em tratamentos de saúde e as perdas de produtividade e supera as receitas com impostos sobre o produto

10/01/2017       18h45      |   Foto: Divulgação 
O tabagismo custa à economia global mais de 1 trilhão de dólares (3,19 trilhão de reais) por ano e matará um terço a mais de pessoas até 2030 do que agora, de acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos publicado nesta terça-feira. O montante representa a estimativa de gastos em tratamentos de saúde e as perdas de produtividade. O custo estimado supera amplamente as receitas globais com os impostos sobre o fumo, que a OMS estimou em cerca de 269 bilhões de dólares (859 bilhões de reais) em estudo anterior.

“O número de mortes relacionadas ao tabaco deverá aumentar de cerca de 6 milhões de mortes para cerca de 8 milhões anualmente até 2030, sendo que mais de 80% delas vão ocorrer em países de baixa e média renda”, disse o estudo.  O documento The Economics of Tobacco and Tobacco Control (A economia do tabaco e do controle ao tabagismo, em tradução livre) tem 688 páginas e foi revisado por mais de setenta especialistas científicos. A monografia aborda também o impacto de tributação, campanhas de prevenção e outras medidas do combate ao tabagismo.

A OMS estima que haja 1,1 bilhão de fumantes no mundo atualmente, e cerca de 80% deles vivem nos países mais pobres – no Brasil, são 24,6 milhões. Embora a prevalência de tabagismo esteja caindo entre a população global, o número total de fumantes em todo o mundo está aumentando por causa do crescimento populacional, segundo a organização.

Fonte: Veja

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: