Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

}

Seguro desemprego pode ser pedido sem sair de casa

Governo lançou um pacote com quatro iniciativas que fazem parte do programa Emprega Brasil

22/11/2017, 19h08, Foto: Ilustração

O trabalhador terá mais facilidade na hora de solicitar o Seguro-Desemprego e poderá ter no aparelho celular informações da Carteira de Trabalho. Ontem, o governo lançou um pacote com quatro iniciativas que fazem parte do programa Emprega Brasil. Entre elas estão a possibilidade de solicitar o Seguro-Desemprego via internet e um aplicativo da Carteira de Trabalho. O anúncio foi feito pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, em cerimônia no Palácio do Planalto, na presença do presidente Michel Temer.

O Seguro-Desemprego via internet permitirá que o trabalhador solicite o benefício assim que os documentos demissionais forem disponibilizados. O prazo de 30 dias para receber começará a contar no momento em que ele preencher o cadastro. No entanto, o procedimento ainda não elimina a necessidade de o profissional ir, após preencher o cadastro na internet, até um posto do Sine, mas irá agilizar, funcionando como papa-filas, o atendimento nas agências.

Outros dois serviços são disponibilizados em aplicativos para celular. O aplicativo Carteira de Trabalho Digital permitirá que os trabalhadores tenham, em mãos, todas as informações que constam no documento físico atual. Nesse primeiro momento, ele ainda não substituirá a carteira de papel, mas facilitará as consultas. Já o aplicativo Sine Fácil ganhou novas funcionalidades. O trabalhador poderá encontrar de forma rápida e prática vagas de emprego disponibilizadas na rede Sine de todo o Brasil.

Por último, a Escola do Trabalhador levará qualificação profissional por meio de cursos feitos pela internet. Os cursos serão gratuitos e poderão no http://escola.trabalho.gov.br. Não haverá pré-requisitos para cursá-los. Não existe escolaridade mínima exigida.

Saiba usar os novos serviços

Para solicitar o Seguro-Desemprego, o trabalhador deve se cadastrar no site https://empregabrasil.mte.gov.br/ e informar dados pessoais como, CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe e estado de nascimento. As informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis). Ao finalizar, o trabalhador terá acesso aos serviços do site.

Para usar o aplicativo da Carteira de Trabalho, também deve informar os dados pessoais. Na ferramenta, vai aparecer quatro opções (Entrar, Solicitar 1ª via, Solicitar 2ª via, Perguntas Frequentes). Quem tiver a senha cadastrada no cidadão.br e Sine Fácil precisa apenas colocar o código. É necessário ler a política de privacidade, concordar, aceitar e depois digitar o CPF, a senha e clicar em “Entrar”. Quem não tiver senha, precisará criar uma.

“Este é um dos projetos mais audaciosos da área de empregabilidade do país”, resumiu o ministro ao falar do pacote de serviços lançados nesta terça-feira (21).

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: