Pedágio na BR-101

terça-feira, 21 de janeiro de 2014    –    Foto: Filipe Lemos / Campos 24 Horas

Audiência especial foi realizada no Fórum Maria Tereza Gusmão nesta terça-feiraGEDSC DIGITAL CAMERAGEDSC DIGITAL CAMERA

Durante uma audiência especial nesta terça-feira(21), no Fórum Maria Tereza Gusmão, o juiz da 1ª Vara Cível de Campos, Raph Machado Manhães Júnior manteve  a decisão em suspender a cobrança do pedágio pela Concessionária Autopista Fluminense na BR-101, nas praças de Guandu(Campos-Vitória) e Serrinha(Campos-Rio).

Presentes à audiência,  um representante e dois advogados da concessionária, o promotor de justiça Leandro Manhães(autor da ação), e um  representante da Agência Nacional de Transportes Terrestres(ANTT), além da Polícia Rodoviária Federal(PRF) e um policial rodoviário federal. Não houve consenso.

O pedágio foi suspenso no último dia 13 de janeiro após uma vistoria em que várias irregularidades foram encontradas. O MP quer que os motoristas que passam pela rodovia tenham segurança.

Um dos motivadores da ação do MP foi a realização de Audiência Pública na Câmara Municipal de Campos, através de iniciativa do vereador Jorge Magal (PR-RJ). Ele falou ao Campos 24 Horas na noite desta terça-feira.

“Trata-se de uma decisão que beneficia toda uma sociedade cansada de pagar um pedágio muito caro e não ver esse valor revertido em obras de melhorias na rodovia. Está de parabéns o Legislativo de Campos, que realizou uma audiência pública no ano passado, onde foram denunciados os desmandos e a falta de atenção por parte da Autopista Fluminense. Uma decisão de coragem do juiz Ralph Machado Manhães Júnior, que também nos deixa orgulhosos”, declarou o vereador.

 

separador
S&C
separador
separador
sbt