Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

}

Morte de empresária: Vídeo mostra briga que terminou em homicídio; assista

Suspeita já se encontra no Presídio Feminino Nilza da Silva Santos, em Campos

Última atualização 23/11/2017 09h27) Publicado em 21/11/2017, 15h31, Fotoreprodução: Campos 24 Horas


VÍDEO ACIMA MOSTRA QUE A VÍTIMA ENTRA NO CARRO E DIRIGE, MESMO APÓS TER LEVADO UM GOLPE DE ESTILETE QUE ATINGIU SEU CORAÇÃO
Atualização em 23/11 às 10h42 – O delegado da 123ª DP de Macaé, Filipi Poeys, informou na noite desta quarta-feira (22), que Islay Cristina Pereira de Souza, de 39 anos, acusada de ter matado Raquel Melo, de 39 anos, durante uma briga de trânsito, utilizou um estilete no crime.”Exatos sete milímetros da ponta do objeto atingiram o coração de Raquel”, afirmou o delegado.

Anteriormente, a informação era de que Raquel havia sido morta a facadas, porém a arma do crime, medindo cerca de quatro centímetros, foi apresentada à imprensa na sede da Polícia Civil em Macaé.

Acusada de matar empresária se apresenta e é transferida para presídio de Campos

Atualizado – 22/11/2017 – 13h58 – A suspeita de ter matado a empresária Raquel Melo, de 39 anos, durante briga de trânsito no último sábado (18), em Macaé, se apresentou à Polícia Civil na noite desta terça-feira (22). Por meio de e-mail, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) confirmou que a suspeita identificada como Islay  Cristina Pereira de Souza, já se encontra no Presídio Feminino Nilza da Silva Santos, em Campos.

O delegado da 123ª DP/Macaé, Filipi Poeys, falou na tarde desta quarta ao CAMPOS 24 HORAS. Ele já havia preparado pedido de prisão preventiva da suspeita Islay.

Nesta quarta-feira (22), às 18h, Filipi Poeys concede entrevista coletiva à imprensa para detalhar o caso que marcou o município pelas condições consideradas das mais banais. Na oportunidade ele vai apresentar resultados sobre a investigação policial.

A suspeita de ter cometido o crime é natural de Fortaleza, no Ceará. E em sua cidade e, também, no Rio de Janeiro, ela já teria respondido a outros processos criminais. O de Fortaleza, por exemplo, estaria em trâmite na 4ª Vara do Tribunal do Júri, que julga crimes contra a vida. A ação seria por lesão corporal contra a vida de outra mulher. Já na justiça do Rio, ela assinou um terno circunstanciado, após responder processo por Exercício Arbitrário das Próprias Razões (justiça com as próprias mãos). O caso também ocorreu em Macaé.

O CRIME

Uma discussão de trânsito terminou em tragédia em Macaé na manhã deste sábado (18). Raquel Melo Mota, de 39 anos, levou três facadas, chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu. Um dos golpes atingiu o tórax e perfurou o pulmão da vítima. A autora do crime foi uma mulher, e o crime ocorreu em frente a um condomínio, em Barra de Macaé.

Raquel era empresária, casada e deixou uma filha de 13 anos. O sepultamento será às 11h deste domingo em Rio das Ostras.

MARIDO POSTA MENSAGEM

A família recebeu muitas mensagens através das redes sociais. “Você sempre estava disposta a ajudar quem quer que seja. Aprendi muito com você, ter alto controle, ser paciente, cuidadoso e tudo mais…Você vai me fazer tanta falta, torço para que você continue cuidando de mim de onde estiver”, postou o marido de Raquel, Vanderson Fernandes.

Amigos também lamentaram o ocorrido. “A saudade já me sangra a alma. Minha amiga de anos companheira de alegrias, choros e tudo….Era na sua casa que eu achava refúgio para tudo. Era no seu ombro que por muitas vezes deitei…Era no seu sorriso que por muitas vezes fiquei feliz…”, dizia um dos depoimentos.

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: