Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

}

IBGE: Rio é o estado com maior parcela de população idosa

São mais de três milhões acima dos 60 anos, ou um quase um quinto do total

25/11/2017, 16h13, Foto: Divulgação

O Rio de Janeiro é o estado com maior parcela da população idosa do Brasil, com 18,7% do total dos moradores em 2016. Em todo o país, a taxa é de 14,4%. Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do IBGE mostram que essa parcela vem aumentando desde 2012, confirmando as expectativas de envelhecimento da população. Naquele ano, 15,5% dos fluminenses tinham 60 anos ou mais, enquanto no país a média era de 12,8%, sugerindo um envelhecimento mais acelerado no Rio de Janeiro que na média nacional.

Pela primeira vez esse grupo passou da marca de três milhões no Rio de Janeiro: eram 3,112 milhões em 2016, ante 2,950 milhões em 2015. Em todo o país, são quase 30 milhões (29,556 milhões) de pessoas com mais de 60 anos.

— Os números mostram o envelhecimento da população. Houve aumento dessa parcela da população em todas as regiões, mas o Rio foi o estado que esse crescimento foi mais expressivo. É a unidade da federal com maior parcela de idosos — afirma a gerente da Pnad, Maria Lucia Vieira.

O segundo estado mais envelhecido do país é o Rio Grande do Sul, onde 17,8% da população estava acima dos 60 anos em 2016. Ao todo, são 2,012 milhões de pessoas. Em 2012, a fatia dos idosos era de 15,8%.

AMAPÁ TEM A MENOR PARCELA DE IDOSOS

Por outro lado, o estado do Amapá é o que tem a menor parcela de idosos, com apenas 5,9% da população com mais de 60 anos. Os estados da região Norte têm uma estrutura etária mais jovem. Em Roraima e Amazonas, a participação é de 8%, enquanto chega a 8,3% no Acre e 9,8% em Rondônia.

No Sudeste, Minas Gerais e São Paulo — além do Rio — têm uma participação de idosos na população acima da média nacional, com 15,3% e 15,4%, respectivamente.

 

Fonte: O Globo 

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: