Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

}

Especialistas desvendam mitos e verdades sobre o câncer de próstata

26/11/2017 01h45, Foto: Campos 24 Horas

O mês de novembro entra em sua reta final, e com ele também se vai a campanha que incentiva os homens a cuidar da saúde. O principal foco do “Novembro azul” é a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, doença que mata um homem a cada 38 minutos no Brasil, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca).

— As campanhas são fundamentais para conscientização da população, pois levam informação para as pessoas. Isto gera um impacto muito positivo, inclusive na utilização do sistema de saúde — diz Roberto Cury, responsável médico da Mapfre Saúde.

É justamente a disseminação de informações sobre a importância da realização de exames de rotina a partir dos 45 anos (para homens com histórico da doença na família ou que sejam negros, a orientação é procurar um urologista aos 40), que o preconceito dos homens em relação ao exame de toque tem caído.

— Quanto mais se fala sobre o assunto, mais o homem se conscientiza de que ele tem que buscar um médico para fazer seus exames. Eles sabem que as taxas de cura do câncer de próstata são muito boas e vêm melhorando a cada ano, muito por conta do diagnóstico precoce. Então, os homens perceberam que, se descobrirem o problema no começo, ficam com mais chance de se curarem — revela o urologista Maurício Rubinstein.

Apesar de estarem mais “corajosos”, os homens ainda chegam ao consultório com dúvidas e medos relacionados à doença.

— Por terem mais informações hoje em dia, os homens sabem que um dos efeitos colaterais do tratamento é a disfunção erétil (impotência sexual). Então o homem tem muito medo. Mas isso vai depender de vários fatores, não é com todos que acontece — explica Rubinstein.

Para prevenir o câncer de próstata, é importante evitar o consumo de álcool e cigarro, ter uma boa alimentação e praticar atividades físicas.

Tire suas dúvidas

Câncer de próstata é uma doença só de idosos?

Mito. A doença costuma aparecer em homens por volta dos 75 anos, mas a doença pode ser diagnosticada a partir dos 40 anos.

Se um homem da minha família já teve câncer de próstata, tenho mais chance de ter?

Verdade. Quanto maior o grau de parentesco (pai, tio, irmão), maiores são as chances. Se houver mais de um caso na família, o risco é ainda maior.

A atividade sexual aumenta o risco de desenvolver câncer de próstata?

Mito. Alguns estudos até apontam que um maior número de ejaculações mensais ajudaria na redução de casos da doença.

Homens negros têm maior risco de desenvolver a doença?

Verdade. De acordo com estatísticas médicas, a incidência de câncer de próstata é maior nos negros.

O exame de toque retal não é necessário se eu fizer o exame PSA?

Mito. Os exames são complementares e por isso é importante que sejam feitos os dois. É possível que um homem com PSA normal esteja com câncer ou aquele com o PSA alterado não tenha a doença.

A atividade física regular ajuda na prevenção e no tratamento?

Verdade. A atividade física ajuda a reduzir o estresse e as chances de obesidade, contribuindo para a prevenção da doença e sendo indicada para os pacientes em tratamento.

A vasectomia causa câncer de próstata?

Mito. Durante alguns anos esta questão foi levantada entre especialistas, mas a hipótese foi rejeitada baseada em estudos.

O aumento da próstata é um sinal de câncer?

Mito. O aumento é chamado de hiperplasia da próstata e as chances de ter o problema crescem de acordo com a idade.

Fonte: Extra 

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: