Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

GERAL

Segunda-feira de carnaval em toda a região

A Prefeitura de São João da Barra chega ao seu quarto dia de folia nesta segunda-feira (27) de carnaval, com muita música e descontração por conta dos blocos de rua, concursos de marchinhas, trios elétricos, shows nos palcos oficiais e muito mais. Nesta segunda-feira a festa começa na sede do município com matinê na Avenida do Samba, desfile de blocos, finalizando com trio elétrico lá para as 3h da madrugada. E tem festa também nas praias de Atafona, Grussaí e Açu.

O carnaval em São João da Barra começou na sexta-feira (24) e prossegue até esta terça-feira (28) com muita diversão e alegria, tanto na sede do município, quanto nas praias do litoral. Com o tema “Espalhe alegria como se fosse confete”, a festa de Momo da cidade, segundo a prefeita Carla Machado, está sendo realizada em parceria com a iniciativa privada, fazendo com que o município arque com o mínimo possível para realização do evento.

PROGRAMAÇÃO

SEGUNDA-FEIRA

Grussai 18h – Bloco Amigos Boi (outro lado lagoa)

20h – Show no Palco Oficial (outro lado lagoa) Matinê de Carnaval Bandinha San Beleza

22h – Show no Palco Oficial (outro lado lagoa) Show Local Dom Américo

00h – Show no Palco Oficial (outro lado lagoa) Show Local Grupo Free Samba

Açu 17h – Bloco das Piranhas

21h – Show no Palco Oficial Show Local Beijo Molhado

23h – Show no Palco Oficial Show Local Anderson Santos

Sede 16h – Início Serviços Sonorização

18h – Caindo na Folia Matinê de Carnaval Bandinha São João

19h – Bloco da Kebretes e Tilangos

20h – Bloco do Rubo Negro

21h – Bloco Folia Não tem Idade Bandinha Amigos da Folia

22h – Bloco Raiz

23h – Desfile Bloco Indianos Bloco Bandinha São João

00h30 – Bloco To Ki To

2h – Show no Palco Oficial Show Local Swing Muleke

3h – Trio Elétrico na Avenida Show Local Swing do B
TERÇA-FEIRA

Grussai 18h – Bloco do Vasco (outro lado lagoa)

21h – Show no Palco Oficial (outro lado lagoa) Show Local Geverson Nascimento

23h – Show no Palco Oficial (outro lado lagoa) Show Local Banda Tribalaxé

1h – Show no Palco Oficial (outro lado lagoa) Show Local Tudo Nosso.com

Açu 19h – Trio Elétrico na Avenida Show Local Banda Cheiro de Mel

23h – Show no Palco Oficial Show Local Kaká Morsh e Banda

Sede 16h – Início Serviços Sonorização

18h – Caindo na Folia Matinê de Carnaval Janine Gaia

19h – Bloco do Fluminense

20h – Bloco Jovem Folia

22h – Desfile Escola de Samba

00h – Desfile Escola de Samba

2h – Show no Palco Oficial Show Local Dibobeira

3h – Trio Elétrico na Avenida Show Local Banda Tb-6

Shows movimentam o sábado de carnaval em São João da Barra

O carnaval 2017  – Espalhe alegria como se fosse confete, confirmou mais uma vez que São João da Barra promove o melhor carnaval do interior do Rio de Janeiro. Uma multidão de foliões, em frente ao  palco oficial, acompanhou o ritmo eclético e as brincadeiras, do cantor Dom Américo, que agitou a noite de sábado, no Centro, com muita animação e descontração.

O encerramento ficou por conta do  cantor Anderson Santos que,  em cima do trio elétrico, arrastou milhares de pessoas pela Joaquim Thomaz de Aquino Filho, transformada na Avenida do Samba, neste período de carnaval. No Açu, quem fez a festa dos foliões foram as bandas Nelson Príncipe Negro, no trio elétrico, e no palco Oficial, Explosão do Forró.

Já em Grussaí, no bairro Nossa Senhora Aparecida, no palco oficial se apresentaram, Brazilian Band, Mistura Fina e Xandão do Forró. Resgatando a marchinha carnavalesca,  a banda Pica Pau, incumbiu de animar o início da noite de sábado no Centro. Interpretando a música do Bloco dos Mascarados, uma tradição do carnaval sanjoanense desde 2008.

A programação de show continua neste domingo, 26, no Centro, com a cantora Kaká Morsh e banda e no trio elétrico, banda Timbalaiê. No Açu, a partir das 19h, será a vez da banda TB-6, se apresentar no trio e a Massa com Juno Rizzo, no palco oficial. No bairro Nossa Senhora Aparecida, mesmo horário, Suave Veneno, Swing Muleke e Conexão do Forró.

Em três dias, PRF registra 57 acidentes com 56 feridos e 4 mortos

Nos primeiros dias da ‘Operação Carnaval’, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) já flagrou mais de 900 motoristas cometendo ultrapassagens proibidas nas rodovias federais do Rio de Janeiro. O número é preocupante, pois a colisão frontal ocasionada pelas ultrapassagens indevidas é a segunda causa de mortes, ficando atrás apenas do atropelamento. No carnaval, quatro pessoas já morreram em colisões frontais no estado, de sexta-feira a domingo (26).

Para coibir as ultrapassagens irregulares, a polícia montou pontos de fiscalização ao longo dos trechos com maior incidência. Desde o início da ‘Operação Carnaval’, já foram autuados 903 motoristas que cometiam ultrapassagens proibidas. O superintendente da PRF no Rio, José Roberto Gonçalves de Lima Neto, determinou que todas as equipes reforcem o policiamento nesses locais.

“Uma colisão frontal pode matar famílias inteiras, vamos coibir essas infrações com bastante rigor”, afirmou de Lima. Ele destacou a importância de um comportamento responsável por parte dos motoristas. “Cada um deve fazer a sua parte, os condutores devem respeitar a sinalização e ter prudência. Também estamos realizando campanhas educativas durante o Carnaval, além da fiscalização punitiva”, contou o superintendente.

Ultrapassar pela contramão em locais proibidos pela sinalização, ou pelo acostamento, é considerada uma infração gravíssima. A penalidade é de multa no valor de R$ 1,4 mil e sete pontos na habilitação do motorista. No caso de ultrapassagens proibidas pela contramão, se o condutor já tiver cometido a mesma infração nos últimos 12 meses, aplica-se em dobro a multa.

CARNAVAL

Desde a sexta-feira, quando iniciou a ‘Operação Carnaval’, nas rodovias federais do Rio, a PRF registrou 57 acidentes, com 56 feridos e 4 mortos. Todas as mortes aconteceram em acidentes do tipo colisão frontal, possivelmente causados por ultrapassagens indevidas.

Na sexta-feira, na BR-356, em Itaperuna, na Região Noroeste Fluminense, duas pessoas morreram numa colisão frontal entre dois veículos. Na Rio-Santos (BR-101), em Angra dos Reis, na Costa Verde, no início da tarde de sábado, outra pessoa morreu num acidente em que dois carros bateram de frente. Ainda na região, em Mangaratiba, mais uma vítima faleceu em outra colisão frontal, entre dois carros e um ônibus, no final da madrugada de domingo. Mais duas pessoas tiveram ferimentos graves.

Em casos de acidentes ou emergências nas rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal pode ser chamada através do telefone 191. A ligação é gratuita, com atendimento feito 24 horas por dia pela Central de Informações Operacionais (CIOP) da PRF.

Fonte: Ascom

Boi e blocos marcam o sábado na área central

A primeira atração na noite de sábado (25) na avenida Barão de Vila Franca, na área central de Quissamã, que recebe os principais eventos do Carnaval deste ano, foi o Boi Surubim, que levou para a pista toda a tradição dos bois malhadinhos. Na sequência, foi a vez do Bloco “Amigos da Piteiras”. O Bloco “Beber, Cair e Levantar” encerrou a programação, arrastando grande público na passarela do samba.

Os eventos de sábado no Centro contaram com a participação da prefeita Fátima Pacheco e do vice Marcelo Batista. Quem esteve na cidade acompanhando a equipe da Polícia Militar foi o coronel Lúcio Flávio Baracho, responsável pelo 6º Comando de Policiamento de Área (CPA).

Na noite deste domingo (26), a atração será o Bloco “Os Brabos”, a partir de 23h, seguido do DJ Robson Campos. Mais cedo, no Centro Cultural Sobradinho, acontece a primeira matinê, de 18h às 21h, com a participação da Banda Musical União Quissamaense.

Na segunda (27), a avenida Barão de Vila Franca vai receber o tradicional “Bloco das Piranhas” e na terça (28), o Bloco “Rubro Negro” fecha os desfiles.

Carnaval movimenta a praia de João Francisco
A tarde de sábado de Carnaval na praia de João Francisco, em Quissamã, foi embalada pelo som da Banda Energia Universitária.  Em um mini trio, que saiu das Casuarinas, os músicos percorreram a Avenida Atlântica animando moradores e visitantes com sucessos de ritmos variados, que agitaram o balneário durante quase três horas de apresentação.

A programação elaborada pela Prefeitura, por meio da Coordenadoria Especial de Cultura e Lazer, inclui eventos na área central e nas praias de João Francisco e Barra do Furado, que atraem bom número de veranistas.

A movimentação no sábado (25) contou ainda com o Bloco “Alô João Francisco”. Para a universitária Patrícia Silva, a festa em Quissamã está superando expectativas. “O momento é delicado para a maioria dos municípios da região. Aqui, se encontrou uma fórmula de uma festa simples, mas contagiante na alegria e na organização”, ressaltou.

A orla da praia de João Francisco recebe shows em mini trio até terça-feira, a partir de 13h. Neste domingo (26), atração será “Os Morenos do Forró”. Na segunda (27), será a vez do “Levanta a Saia”. Na terça (28), o fechamento será com “Catukai”.

Fonte: Ascom

Parceria entre FMIJ e UFF busca aprimoramento de serviços

No segundo encontro para formalização de parceria que viabilizará a elaboração de estudos técnicos para auxiliar no aprimoramento das ações da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), nesta semana, representantes da entidade municipal e da Universidade Federal Fluminense (UFF) vislumbraram a possibilidade de implantar um amplo programa de estágio, abrangendo diversas áreas de atuação, dentre elas Serviço Social, Psicologia e Pedagogia.

Participaram do encontro a presidente da FMIJ, Suellen André de Souza; membros do Grupo de Trabalho de Monitoramento e Avaliação de Dados do Centro de Referência da Criança e do Adolescente (CRCA); e a coordenadora de Estágios do curso de Serviço Social da UFF, Juliana Mendes.

– A ideia vai muito além de termos um estagiário acompanhando um profissional. A proposta é de que um grupo de estagiários atue de forma sistemática e direcionada, fazendo acompanhamento dos serviços e produzindo dados necessários para avaliar o trabalho realizado e promover melhorias – explicou Suellen.

Um dos objetivos da parceria é buscar na UFF o conhecimento acadêmico necessário para a compilação de dados naturalmente colhidos pelo CRCA, já que o Centro é a porta de entrada e de triagem para os oito acolhimentos institucionais da FMIJ. Com base nos estudos realizados, será possível direcionar melhor as ações já desenvolvidas e implementar novas, para que o resultado do trabalho seja ainda mais proveitoso.

Fonte: Comunicação/PMCG

Fundação de Esportes doa alimentos ao Lar Fabiano de Cristo

O presidente da Fundação Municipal de Esportes e Lazer, Raphael Thuin, entregou nesta quarta-feira (22) cerca de 120 kg de alimentos ao Lar Fabiano de Cristo, no Jardim Carioca. Os alimentos foram arrecadados durante as inscrições da 1ª Corrida Rústica, que aconteceu em Farol de São Thomé, no último dia 19.

– A doação chegou numa boa hora. O Lar Fabiano de Cristo atende diariamente aproximadamente 80 crianças e adolescentes, entre 9 e 17 anos, que participam de oficinas de capoeira, dança contemporânea, meio ambiente e educação do Ser Integral. E muitos deles fazem suas refeições na instituição. E toda a ajuda sempre é bem vinda – destacou a Orientadora Técnica Pedagógica, Joilma Machado.

– É muito gratificante saber que existem pessoas que realizam um trabalho tão bonito com crianças, adolescentes e até mesmo com as famílias. O resultado está nesta bela apresentação de capoeira e de dança contemporânea que tive a oportunidade de assistir. A estrutura da instituição é muito boa, tem reforço escolar, contação de história, sala de artesanato para as mães dos assistidos e salão de dança. É de extrema importância levar o esporte para essas crianças, todos têm direito iguais e, se cada um de nós fizermos nossa parte, teremos um futuro melhor e uma cidade mais justa – concluiu Thuin.

– O Lar Fabiano é uma instituição que necessita da ajuda da sociedade civil para atender as famílias. Atualmente, cerca de 450 pessoas são atendidas, entre alunos e familiares. Para manter as atividades educativas, a diretoria ampliou a horta, que, além de ajudar reforçar as refeições oferecidas aos alunos, também poderia ser comercializada junto à comunidade. Mas uma grande quantidade de ferrugem na água, utilizada para irrigar, acabou destruindo a lavoura de alface, couve, e tempero – lamentou a assistente social Edilce Rodrigues.

Fonte: Comunicação/PMCG

Atraso de 36 dias para quitar janeiro faz Estado ‘comer’ um mês de salário de servidores

A conta feita por categorias de servidores do estado que sofrem com o parcelamento dos salários e deputados aponta para atrasos prolongados e meses de pendências com os servidores. O cálculo hoje é o seguinte: o Rio vai quitar sua folha de janeiro com 36 dias de atraso, mais de um mês além da data prevista. Quando encerrar a folha de janeiro, a de fevereiro já estará atrasada. O exemplo dado indica que a folha de fevereiro, será paga em abril; a de março, em maio; a de abril, em junho e, assim, sucessivamente. Ou seja, pelos cálculos feitos por quem observa o andamento dos pagamentos aos servidores do estado, caso nada seja feito, a pendência ao fim do ano será grande.

— A previsão é que o estado vai terminar o ano devendo oito folhas de pagamento, contando com o 13º salário de 2016. Esse é o cálculo feito por membros do governo — disse um membro do alto escalão do Governo do Estado.

Hoje, o estado depende exclusivamente do que arrecada com impostos. Essa é a justificativa dada aos servidores para o parcelamento de parte da folha. Mais de 100 mil servidores receberão com atraso o salário de janeiro.

Fonte: Extra

Governo quer atrair investidores estrangeiros para setor do petróleo

O governo federal vai criar regras com o objetivo de atrair investidores estrangeiros para o mercado de refino de petróleo -hoje controlado quase exclusivamente pela Petrobras. A Refinaria Abreu e Lima, que opera com metade da sua capacidade em Pernambuco, será aberta a parcerias privadas. A reorganização do setor vai ser definida pelo programa Combustível Brasil, lançado na última segunda (20) pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, na sede da Fiepe (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco), no Recife. As informações são da Agência Brasil.

O programa vai ouvir o setor privado, as refinarias já existentes, órgãos públicos e a Petrobras para estabelecer uma nova regulamentação do setor de modo a atrair investidores estrangeiros, desenvolver regras de acesso, melhorar infraestruturas portuárias e terminais de abastecimento de combustíveis e atuar na precificação (determinação do preço) dos ativos para garantir investimentos de longo prazo. A ideia é que o mercado tenha um papel maior na regulação do setor, de acordo com o secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix.

De acordo com o secretário, desde a Lei 9.478/1997, que quebrou o monopólio da Petrobras na área, já era permitida a entrada de estrangeiros no refino, mas 20 anos depois mais de 95% do setor ainda está nas mãos da estatal. Para o gestor, é preciso remodelar o setor para aproveitar os potenciais brasileiros -quinto maior mercado de derivados do petróleo e de localização distante dos polos de produção, o que tornaria o país um local atrativo para implantação de novas refinarias privadas.

“Hoje a gente está em uma situação diferente, em que a Petrobras está procurando atingir metas de desalavancagem, ter uma saúde financeira mais adequada. Tem um deficit de refino que há muito tempo não acontece e esse déficit tem que ser suprido. A gente tem que ter regras claras, robustas, que deem conforto para os investidores. Seja estatal, privado, os investidores vão vir”, afirma Félix.

Em entrevista à imprensa antes do evento, o ministro Fernando Bezerra Filho disse que cabe à Petrobras decidir sobre a redução da participação no mercado de refino. “Quem vai decidir se vai diminuir a participação é a própria Petrobras, agora o Brasil hoje tem já uma necessidade de refino de óleo. A Petrobras tem tomado algumas decisões de desinvestimento, não sei se é o caso do refino, mas o fato é que o Brasil já é o quinto maior produtor de derivados de petróleo do mundo e a expectativa é que isso possa aumentar com o crescimento da economia.”

CONSULTA PÚBLICA

Para fazer a reorganização do mercado, o governo vai ouvir o setor em um workshop (seminário, grupo de discussão) que será realizado no Rio de Janeiro nos dias 7 e 8 de março, na sede da ANP. As propostas que resultarem do encontro serão levadas a consulta pública, disponibilizada no site do Ministério de Minas e Energia entre 20 de março e 20 de abril.

Um novo workshop será realizado no dia 3 de maio para aprovação do relatório final, na sede do ministério, em Brasília, e o projeto será levado à apreciação do Conselho Nacional de Política Energética no dia 8 de junho, de acordo com o planejamento apresentado.

CONCENTRAÇÃO

O mercado de distribuição de combustíveis no Brasil é dividido basicamente entre quatro grandes corporações, incluindo a Petrobras -28,6% do bolo é da BR Distribuidora, braço da estatal na área de logística. Ipiranga, com 20,6% do total, e Raízen, com 19,3%, têm as maiores fatias no setor privado. A Ale fica com 4,7% e mais 100 distribuidoras, aproximadamente, respondem por 26,8% do fornecimento. A desconcentração do setor foi alvo de perguntas na apresentação. Márcio Félix disse que esses questionamentos podem ser levados ao workshop do Rio de Janeiro. “Não vai ter assunto proibido.

Fonte: Folhapress

Crianças recebem pulseiras de identificação em praia de Cabo Frio

Pulseiras de identificação começaram a ser colocadas em crianças na manhã deste sábado (25) na Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. De acordo com o 25º Batalhão de Polícia Militar, responsável pela ação, a pulseira tem o nome da criança e do responsável, além do telefone de contato. O objetivo é acelerar o reencontro de crianças perdidas com as famílias.

Uma tenta foi instalada na praia, onde policiais fazem a identificação; o local também serve de referência para possíveis localizações. Segundo a PM, no Réveillon, 960 crianças foram identificadas, e a expectativa é que, no Carnaval, 4 mil crianças recebam a pulseira.

Fonte: G1

Nove dicas para curtir o carnaval em segurança com as crianças

Com a chegada do carnaval, quem pretende levar os pequenos para brincar carnaval deve tomar alguns cuidados para garantir a segurança das crianças. Desidratação, insolação e perda auditiva são problemas infelizmente comuns nesses feriados.

Confira dicas para curtir o carnaval com as crianças sem descuidar da saúde e da segurança

1 – Lembre-se da hidratação

Assim como os adultos não podem descuidar da sua hidratação, é preciso oferecer sempre água para as crianças ao longo da festa.

2 – Som alto pode agredir os ouvidos

Pediatras recomendam ficar a uma distância mínima de 15 metros das caixas de som para não prejudicar a audição das crianças ou, quando possível, usar protetores auriculares. Também é recomendado evitar grandes aglomerações para proteger as crianças de infecções virais.

3 – Cuidado com o sol

Insolações também são problemas comuns neste período. É preciso passar protetor solar a cada duas horas e repelente em seguida.

4 – Verifique a segurança do ambiente

De acordo com orientações da Vara da Infância e Juventude do DF, nos locais em que houver matinês, a orientação é verificar a segurança do ambiente, os alvarás de vistorias para a realização do evento e a permissão do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Além disso, a criança só pode participar desses eventos quando estiver acompanhada dos pais ou responsáveis legais.

5 – Lugar de criança é em blocos infantis

A psicóloga Roseli Goffman aconselha que os pais levem as crianças a blocos adequados para sua idade. “É muito bom quando a família passa para a criança a cultura do carnaval. Agora, se for para levar a criança para um bloco, que seja um bloco preparado para receber a criança. Que seja um bloco dirigido especialmente ao público infantil e que tenha como entrar no bloco ou sair dele com facilidade”, alertou a especialista.

6 – Identifique seus pequenos

É importante a identificação das crianças e adolescentes que transitarem pelos circuitos da folia. É recomendado anotar na pulseira ou no crachá o nome da criança e do responsável e o telefone do responsável.  Em alguns estados, ações do governo ajudam nessa tarefa. Em Salvador, por exemplo, cerca de 50 mil pulseiras de identificação infantil serão utilizadas durante o carnaval.

7 – Crianças podem se perder: estabeleça pontos de encontro

Outra medida que os pais podem tomar é o estabelecimento de pontos de encontro com os pequenos, caso a família se separe. Em Brasília, a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social tem um serviço para ajudar a encontrar crianças perdidas nos dias de folia carnavalesca, é o SOS Criança Foliã. É possível acioná-lo pelo número (61) 99212-7776 por meio do aplicativo WhatsApp. O dispositivo vai permitir o encontro de filhos perdidos pelos pais.

8 – É proibido fornecimento de bebidas alcoólicas a menores

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o fornecimento, a venda ou a simples entrega de uma lata de bebida alcoólica a adolescentes já constitui crime e a pena é de dois a quatro anos de reclusão.

Pela lei, são consideradas crianças as que possuem 12 anos incompletos. Já os adolescentes são aqueles com idade entre 12 e 17 anos.

9 – Viu algo errado? Disque 100 e denuncie

Em períodos de festas os riscos para situações de violência contra crianças e adolescentes aumentam, porque eles ficam mais vulneráveis em grandes aglomerações. Caso você veja uma violação de direitos de qualquer tipo contra crianças, seja violência sexual ou trabalho infantil, entre em contato com o Conselho Tutelar, por meio do Disque 100.

A campanha da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA) de proteção a crianças e adolescentes no carnaval deste ano tem como tema Respeitar, Proteger, Garantir – todos juntos pelos direitos da criança e do adolescente. A ação divulga os principais canais de denúncia, que são o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) e o aplicativo Proteja Brasil. Além disso, busca alertar os pais e responsáveis para importância de prevenir o desaparecimento de meninos e meninas.

Fonte: ABr

DataFox

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: