Buscar:

Envie textos e fotos: Watsssap (22) 9 9709-9308

}

Morte de estudante: suspeitos se entregam e C24H acompanha

VEJA VÍDEO: Policial militar de folga presenciou assalto, atirou e um dos suspeitos foi baleado, mas não morreu

30/08/2017 00h26 | Foto: Filipe Lemos/Campos 24 Horas

(Atualizado em 30/08 às 15h) – Dois menores suspeitos de participação no crime de latrocínio que vitimou o estudante Fernando Soares Araújo, de 21 anos, se entregaram na tarde desta quarta-feira (30) na 134ª DP/Centro, após tomarem conhecimento que estavam sendo procurados.

O menor, de iniciais W.L.S., e o segundo suspeito, de iniciais M.J.S., ambos de 17 anos, se deslocaram para delegacia acompanhados por responsáveis. Segundo informações da Polícia Civil, os pais de W. procuraram o inspetor Deivid da DEAM, que reside no mesmo bairro dos suspeitos e entregaram os menores, afirmando que só tomaram conhecimento da participação deles nesta quarta.

A pedido dos suspeitos, que queriam a presença da imprensa para se entregar, a equipe do Campos 24 Horas  já esta na delegacia e acompanhou a apresentação espontânea da dupla.

Um dos acusados é morador da Rua Ayer Campos e o outro da Travessa Margarida, ambas no Parque Aurora. Ainda segundo informações da polícia, W. já confessou que saiu para cometer o roubo e M. segue prestando depoimento.

*Mais informações a qualquer momento (15h34) 

O caso

Fernando Soares Araújo, de 21 anos, que era estudante de Química da Uenf e trabalhava em uma loja de motos, morreu após ser baleado por bandidos durante um assalto no final da noite desta terça-feira (29), por volta das 22h, no cruzamento das Avenidas 28 de Março e Arthur Bernardes, no bairro Flamboyant, nas proximidades do Asilo do Carmo, em Campos. Durante o assalto, um policial militar lotado no 8º BPM, que estava de folga ao volante de seu carro, presenciou toda a ação e saiu do veículo. Durante a perseguição, um dos bandidos atirou contra o PM, que revidou e atingiu um deles. Já dois comparsas invadiram o Asilo do Carmo e fugiram.

Segundo a polícia, o Soldado Campos, lotado no 8º BPM, transitava pelo local e viu três rapazes discutindo. A princípio, o militar pensou que se tratava de uma confusão, já que eles estavam disputando um celular. Porém, em seguida percebeu que um deles se afastou e atirou. Houve muito tumulto e correria, quando o militar percebeu que se tratava de um assalto.

Em seguida, um dos suspeitos pegou o celular no chão e tentou fugir. Nesse momento, o policial com a arma em punho, se identificou, e ordenou que ele parasse, porém o suspeito, um menor que morava no Parque Cidade Luz(Guarus),  atirou duas vezes na direção do PM, que revidou e o atingiu. Mesmo ferido, o menor ainda tentou fugir, mas acabou caindo.

Durante a revista, foi encontrado um revólver calibre 38 com o menor, com cinco munições, sendo três deflagradas, além do celular da vítima.

O policial militar não se feriu por pouco, já que chegou a ser atropelado por uma mulher que estava ao volante de um carro. Ela se assustou ao ouvir tiros, acelerou e acabou atingindo o policial.

ESTUDANTE IRIA PARA A CASA DA NAMORADA

No momento do roubo, Fernando seguia para a casa da namorada. Ele trabalhava na  loja Clube da Moto, situada na Avenida 28 de Março. Ele  morava no bairro do Jóquei e era filho único. Fernando tinha vários planos e estava se preparando para fazer um concurso da Petrobras.

(NA FOTO ACIMA, UM DOS AUTORES QUE FOI BALEADO PELO PM)

O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu vítima e o suspeito baleados. Ambos foram levados para o Hospital Ferreira Machado (HFM), mas o estudante não resistiu e morreu momentos depois de dar entrada na unidade.

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) e o caso registrado na 134ª DP/Centro.

Compartilhe

Anuncie Conosco

(22) 9 9709-9308

E-mail: